Moulin Rouge | Temuco

Consejos | Trucos | Comentarios

Como Colocar No CurrCulo Que Está Trabalhando?

O que falar em uma entrevista de emprego quando se está trabalhando?

Por que você quer sair do emprego atual? 3 opções de resposta – A princípio, responder essa pergunta pode ser um desafio. Porém, a verdade é que alguns momentos de reflexão e preparo podem te ajudar a encontrar a resposta adequada e até surpreender os recrutadores.

  • Para saber explicar os motivos que te levam a buscar uma nova oportunidade, é importante que você entenda o que te faz querer sair do seu emprego atual.
  • Reflita sobre os seus motivos e pondere as justificativas mais adequadas.
  • Pode ser que os motivos para sair da empresa atual estejam relacionados a problemas de relacionamento com superiores, sobrecarga de tarefas ou um salário defasado em relação ao mercado.

No entanto, é preciso cuidado para não transformar isso em um momento de desabafos e lamentações. Reclamações e comentários negativos sobre a empresa atual podem ser vistos como uma postura antiética e pouco adequada para uma entrevista de emprego. Busque falar de forma suave e profissional sobre os seus motivos.

  1. Além disso, evite clichês como «estou em busca de novos desafios».
  2. Essa resposta diz pouco sobre você e seus objetivos profissionais.
  3. Você pode estar se perguntando quais respostas são consideradas adequadas para a questão.
  4. Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, Paula Boarin, mentora de carreira e facilitadora corporativa, sugere três bons argumentos que podem ser usados nesse momento.

Confira!

Pode procurar emprego trabalhando?

Tempo estimado de leitura: 5 minutos – Procurar um emprego enquanto você ainda está empregado pode ser um negócio arriscado, pois você pode ser descoberto, o que levaria a uma situação embaraçosa, ou até mesmo antecipar a sua despedida da organização, o que seria difícil de explicar em uma posterior entrevista de trabalho.

  • É nesse cenário que a dúvida «como sair para uma entrevista durante o trabalho» surge.
  • Para não ter problemas, é bom estar preparado para saber como agir, o que eleva as suas chances de ter sucesso na procura por uma nova oportunidade de trabalho, sem colocar em risco o atual cargo.
  • Afinal, é ele quem paga as contas no momento, não é mesmo? Para ajudar você a saber como sair para uma entrevista durante o trabalho, preparamos este artigo.

Nele, você vai encontrar informações preciosas para se sair bem nessa busca, e ainda preservar a sua credibilidade profissional no atual emprego. Acompanhe!

Tem como a empresa saber se tenho outro emprego?

Guia Trabalhista

  • TRABALHADORES EM EMPREGOS SIMULTÂNEOS PODEM GERAR RISCOS PARA O EMPREGADOR
  • Equipe
  • A legislação trabalhista não se manifesta sobre a exclusividade para o reconhecimento do liame empregatício, ou seja, não há norma legal que estabeleça que o empregado deva prestar serviço somente a um único empregador para que a Justiça reconheça o,
  • Assim, ainda que o empregado já tenha sido contratado por um empregador, nada obsta que outro empregador também o contrate para prestação de serviços, seja na mesma função ou função diversa da prestada ao primeiro.
  • Ambos os vínculos são reconhecidos pela Justiça do Trabalho e o empregado fará jus a todos os direitos trabalhistas e previdenciários devidos por cada emprego.
  • Portanto, salvo aquelas atividades específicas que demandam segredos industriais e impedimentos do exercício da mesma atividade em empresas concorrentes, desde que previstas em contrato de trabalho (veja jurisprudência), a empresa não poderá proibir que o empregado, utilizando de seu horário livre, possa manter vínculo empregatício com outro empregador, já que a proibição constituiria violência ao princípio constitucional de liberdade individual do cidadão como ser humano e trabalhador.

Jurisprudência – Segredo Industrial SEGREDO INDUSTRIAL. COMPROMISSO DE NÃO DIVULGAR. LEGALIDADE 1. É vedado ao empregado divulgar o segredo da empresa (a lei não estabelece prazo para essa vedação); se o empregado divulgar comete falta grave. A proibição alcança o ex-empregado, visto que a rescisão do contrato de trabalho não transfere a este o direito de divulgar, explorar ou comercializar a fórmula industrial de que teve conhecimento, ainda que passe a trabalhar para empresa concorrente.2.

  1. O ajuste consistente no compromisso firmado pelo reclamante de não divulgar, não explorar e não utilizar o segredo da fórmula do produto industrial de que tem conhecimento guarda perfeita sintonia com o disposto no art.195, inc.
  2. XI, da Lei 9.279/1996.
  3. Recurso de Revista de que se conhece e a que se dá provimento.

(TST – RR: 1533002120015150093 153300-21.2001.5.15.0093, Relator: Emmanoel Pereira, Data de Julgamento: 24/09/2008, 5ª Turma, Data de Publicação: DJ 12/12/2008.)

  1. Embora a legislação trabalhista não trate diretamente sobre a simultaneidade de empregos, indiretamente as normas acabam limitando abusos que eventualmente possam ocorrer, como por exemplo, a limitação da jornada diária ou semanal, o e o, bem como o repouso semanal remunerado a que o empregado tem direito.
  2. Neste sentido, é importante que o empregador tenha conhecimento e, se assim entender, exija em contrato ou procedimento interno, que seu empregado faça a comunicação formal de que está atuando paralelamente para outra empresa, pois dependendo das atividades desenvolvidas e da carga horária, problemas de saúde ocupacional podem surgir.
  3. É preciso que o empregador tenha conhecimento desta segunda atividade e mais que isso, saiba exatamente se esta atividade gera riscos ao empregado de ser acometido de alguma moléstia ocupacional que comprometa sua aptidão laborativa.
  4. As doenças profissionais (produzidas ou desencadeadas pelo exercício profissional) ou ocupacionais (produzidas ou desencadeadas em razão das condições especiais em que o trabalho é realizado), podem ser potencializadas para trabalhadores que possuem empregos simultâneos, gerando assim um risco para um ou outro empregador.
  5. O ambiente interno de cada empresa como a, pressão por produtividade, falta de equipamento adequado para o desempenho da função, intervalo não respeitado, excesso de, o estresse enfrentado na atividade dentre outros fatores, podem influenciar negativamente a saúde deste empregado.
  6. As empresas que possuem empregados que exercem funções sujeitas a estas doenças e que, concomitantemente, exercem as mesmas funções ou funções equivalentes em outro emprego, devem se precaver em relação à comprovação de medidas de medicina, saúde e segurança no trabalho.
  7. Isto porque, se o empregado for acometido de qualquer doença profissional ou ocupacional decorrente do exercício do trabalho, a responsabilidade pelos danos causados à sua saúde poderá ser atribuída para ambas as empresas, já que estas possuem relação de emprego com este trabalhador, salvo se houver comprovação por parte de uma delas de que seu ambiente de trabalho ou sua atividade não deu causa a doença.
  8. Por isso, cabe ao empregador comprovar (formalmente) todos os recursos que foram utilizados para a minimização dos riscos ambientais ou para o exercício da atividade, de forma que, no caso de dano, possa se eximir de qualquer responsabilidade perante a Justiça do Trabalho ou a Previdência Social.
  9. 03/08/2021
See also:  InfecO UrináRia Quando Internar?

: Guia Trabalhista

Por que eu deveria contratar você?

Por que devo te contratar, veja o exemplo: ‘Minha contratação trará inúmeros benefícios para sua empresa. Além de possuir amplo conhecimento em gestão de projetos, acumulei X anos de experiência na função e também tenho vivência de X anos no segmento de mercado em que a empresa atua.

Por que você saiu do último emprego?

5. Não fale que a culpa foi a rotina de trabalho – É bastante comum que todos os empregos apresentem certos níveis de dificuldade. O que significa que saber lidar com elas quando aparecem na rotina da empresa é o que faz a diferença entre os colaboradores.

  • Se você saiu do último emprego por dificuldades na rotina — como localização ou horário de trabalho — é preciso deixar claro para os recrutadores que ela não foi a única culpada no processo.
  • Isso porque você a aceitou desde o início, então seria até injusto jogar toda a culpa nela.
  • O ideal, nesses casos, é mostrar que você até se prontificou a encarar a rotina de trabalho exigida pela empresa, mas que por algum motivo não conseguiu mais dar conta dela.

Aqui, o mais importante é mostrar que você tem certeza do que quer no momento e das atividades que estará disposto a realizar no novo emprego.

Estou trabalhando e vou fazer uma entrevista?

Sim, é possível! Porém, como comentamos, é preciso adotar alguns cuidados e ser estratégico. Pequenos erros podem te comprometer no emprego atual ou fazer com que os recrutadores te vejam como um profissional antiético.

O que colocar na parte do empregador no currículo?

1. Nome da empresa. Forneça uma breve contextualização sobre a organização, seja uma empresa ou entidade (caso seja um trabalho voluntário). Isso ajuda a pessoa recrutadora a ter uma dimensão do desafio assumido, da complexidade do negócio ou do tamanho de mercado em que você atua ou que atuou.

Pode colocar período de experiência no currículo?

Posso colocar experiência de poucos meses no currículo? – Você pode colocar experiências de 3 meses no currículo, principalmente se só atuou em trabalhos de curta duração. Nesse caso, para não cometer erros na candidatura, foque na experiência adquirida e nos aprendizados durante o curto período.

Deve colocar data no currículo?

Como fazer seu Currículo, «A verdadeira profissão do homem é encontrar seu caminho para si mesmo» (Hermann Hesse) CURRÍCULO bem feito começa com o seu autoconhecimento. Não deixe de fazer o Teste Vocacional que ajuda sua orientação vocacional, revela seu perfil e indica as melhores profissões para você.

Não importa se você está entrando agora no mercado de trabalho ou se tem alguns anos de janela: mais cedo ou mais tarde vai ser preciso fazer ou refazer seu currículo. Um currículo pode ser feito de diversas maneiras e em alguns você precisará preencher formulários eletrônicos em sites na Internet. Mas, para todos os casos há algumas regras básicas que precisam ser seguidas: O QUE NÃO FAZER: Não se escreve mais «currículo» ou «currículm vitae» no alto das páginas nem é necessário colocar o título «dados pessoais»; Embora não seja obrigatório assinar nem colocar data no currículo (as datas devem constar no histórico profissional), a assinatura serve como autenticação e a data será útil em caso de revisão; Não anexe cartas de referência ou nomes de pessoas que podem fornecer informações a seu respeito (a menos que seja pedido).

Geralmente isso é solicitado na entrevista. Leve esses dados em folha separada; Evite abreviaturas no texto do currículo; Currículo não é contrato. Por isso não é necessário mencionar seu CPF, RG ou carteira profissional, que serão solicitados depois; Não inclua seu peso, altura, raça ou religião; Não fale em dinheiro no currículo.

  • Isso é assunto para a entrevista.
  • Não esqueça de pesquisar o salário de sua função no mercado e lembre-se que seu entrevistador certamente tem conhecimento de quanto deve ganhar um profissional naquele cargo.
  • Aguarde que o assunto seja perguntado e veja se a oportunidade permite uma boa negociação para você e para quem está lhe contratando.

Importante: NÃO MINTA! Além de falta de ética, você pode perder sua chance e comprometer novas oportunidades. O QUE FAZER: Forma de apresentação: Tem que despertar a atenção de quem lê. Isso não se faz com truques de inventividade, mas sim com organização e apresentação de bom conteúdo.

Para Currículos impressos: – Tem que ter uniformidade nos tipos de letras. Para destacar informações use recursos como o negrito e o itálico do seu processador de texto, e evite variar tipos de fonte para não transformar o currículo numa salada tipográfica. Evite tipos de letras rebuscados. Use os tipos Arial, Courier ou Times New Roman; Tem que ser limpo e bem apresentado.

O papel mais indicado é o branco, formato A4. Quem quiser pode usar folhas coloridas em tons pastéis, mas não deve exagerar. Tons mais discretos como o cinza são bem aceitos; Marque só a margem esquerda, assim você evita os buracos que aparecem no texto justificado (margem esquerda e direita).

  • Se desejar, centralize apenas os subtítulos; Use espaço 1,5 entre as linhas.
  • Para deixar mais arejado, pule duas linhas entre um item e outro; Não use fonte em corpo menor que 10 (texto em corpo pequeno é horrível para ler).
  • Vale escrever seu nome e os subtítulos em corpo maior e destacar com negrito; Use letras MAIÚSCULAS somente para marcar os itens; Conteúdo do texto: O currículo tem que ter apenas informações relevantes, e todas as que forem necessárias.

Lembre-se de incluir seu objetivo profissional. E, quanto mais focado, melhor. O documento deve ir direto ao ponto, mas destacar, de forma sucinta, os resultados alcançados, pois seu recrutador, quem vai escolher você, também têm pouco tempo para administrar tanta informação.

  1. É normal que pessoas em início de carreira tenham pouco para dizer sobre a trajetória profissional, mas não se preocupe.
  2. Deixe os detalhes para a entrevista O texto tem que ser claro, fácil de ler.
  3. Para isso é fundamental que seja escrito em português perfeito.
  4. Utilize uma linguagem simples com palavras conhecidas.
See also:  O Que Mapa Mental E Como Fazer?

Escreva apenas o que vai interessar a pessoa que vai ler. Evite rodeios ou redundâncias como «Último Cargo: gerente de marketing. Atuação: responsável por projetos na área de Marketing.» As informações devem ser organizadas em blocos para facilitar a leitura.

  1. Como estamos numa era onde o trabalho de equipe é valorizado, evite discursos na primeira pessoa do singular como «eu fiz, eu consegui.».
  2. Por outro lado, evite falar de você na terceira pessoa como por exemplo «implantou» o projeto de qualidade.
  3. Fez» estagio.
  4. Implementou» isso ou aquilo.
  5. Substitua os adjetivos por substantivos acompanhados, quando possível, de números.

Por exemplo: em vez de «Melhor vendedor da equipe em 1998» prefira a forma «Recorde de vendas entre os funcionários em 1998: 3 000 peças no ano.» Para chamar a atenção, é preciso mostrar uma trajetória de constante evolução e entregas de forma coesa.

Cuidado para não parecer que você está tentando «dourar a pílula». Procure fazer uma boa revisão no seu texto para evitar erros de português. Como informar cada experiência? Empresa : Informe o nome da empresa em que trabalhou. Ano de Entrada : Informe o ano em que entrou na organização. Ano de Saída : Informe o ano em que saiu da organização.

Caso você ainda esteja trabalhando neste local, preencha com a palavra ‘Atual’. Cargo : Informe o cargo real desempenhado na empresa, ainda que este seja diferente daquele escrito em sua Carteira de Trabalho. Principais atividades desempenhadas no cargo : O preenchimento deste campo é opcional mas pode contar pontos para você perante o recrutador.

  1. Utilizando no máximo 3 parágrafos curtos, descreva suas principais tarefas na empresa.
  2. Caso seu trabalho tenha obtido algum resultado de destaque ou você tenha participado efetivamente de algum projeto importante, vale a pena citá-lo aqui também. Obs.
  3. Uma lista de referências deve ser colocada à parte, e você deve tê-la à mão para apresentá-la ao entrevistador no momento em que for solicitado a isto.

Se o histórico for muito grande, faça um resumo nas primeiras páginas e depois entre em detalhes nas páginas seguintes. Se a sua relação de empregos é muito grande, selecione apenas os últimos cinco empregos de sua carreira. E mencione no sumário de qualificações que tem mais experiência.

  • Por exemplo: Economista com MBA em marketing e 10 anos de experiência em planejamento de mídia e estudo de mercado. Obs.
  • Em alguns casos é importante colocar todas as informações, como nos currículos de cientistas ou médicos, para cujos empregadores os artigos publicados são importantes, assim como o detalhamento dos congressos de que o profissional participou.

Mas, de maneira geral, essas informações só entediam a quem vai ler o currículo. Dados pessoais : As informações principais devem ser colocadas no início. Não precisa escrever «dados pessoais». Bastam o nome completo, idade, estado civil e número de filhos.

  1. Se tiver dupla cidadania, mencione.
  2. Não coloque dados como RG ou CPF – se mais tarde o entrevistador precisar, ele vai solicitar.
  3. Não esqueça o endereço completo, telefone e e-mail.
  4. Objetivo : Deixe claro logo no início do Currículo qual o cargo que você está pleiteando ou qual sua área de interesse.
  5. Exemplo: Objetivo: Gerência de RH ou de áreas de marketing.

Ou ainda, colocando uma pequena observação, como abaixo: Objetivo: Assistente de diretoria de marketing Embora seja graduada em Publicidade e Propaganda tenho interesse em aperfeiçoar minhas competências na área administrativa e por isso iniciei uma pós-graduação nessa área.

Formação acadêmica : Se você possui curso superior, esqueça os dados sobre ginasial e colegial (isso pode ser apresentado mais tarde). O que é preciso mostrar são os cursos de graduação, pós-graduação ou especialização relevantes. Para quem está entrando no mercado, a formação acadêmica é importante. Caso você ainda esteja cursando a faculdade, coloque também o período (manhã, tarde ou noite).

Como informar cada formação? Curso : Informe o nível e o curso. Exemplo: Graduado em Administração. Instituição : Informe o nome da escola / faculdade / universidade responsável pelo curso. Ano de Conclusão : Se você já concluiu o curso, informe o ano em que formou.

Já se o curso está em andamento, informe o ano em que provavelmente vai terminar este curso. Idiomas : Seja realista. Não diga que é fluente num idioma se não for. Se estiver estudando, informe. Experiência internacional : Mencione todas as atividades profissionais realizadas no exterior, mas não adianta incluir os países que você percorreu nas últimas férias, ou incluir viagens de «estudo» disfarçadas.

O que se deseja é avaliar o grau de «vivência» profissional no exterior. Carreira : A trajetória profissional deve ser colocada na primeira página. Inicie sempre pela experiência mais recente. Se as empresas por onde você passou não forem conhecidas, como uma Coca Cola, faça um resumo (duas linhas no máximo) do seu perfil – setor onde atua (se souber, inclua faturamento e número de empregados da empresa).

Aperfeiçoamento : Só mencione os cursos que tiverem ligação direta com sua área de atuação. Datas : Coloque sempre as datas de entrada e saída das empresas. Não precisa colocar data nem assinar o currículo. Salários : Não coloque, pois dependendo do valor pode se transformar numa barreira. Prefira conversar mais tarde sobre esse assunto.

Fotos : Não inclua sua foto, a não ser que solicitem ou você esteja se candidatando a uma vaga de modelo fotográfico. Hobbies e outras atividades : Mencionar hobbies, esportes ou outras ocupações humaniza o currículo. Por exemplo, se você faz um trabalho de integração social ligado à comunidade, isto é bem visto.

  1. Se for para falar que gosta de cinema, de teatro e jogar tranca, esqueça.
  2. Revisão : Antes de qualquer outro leitor, peça a um amigo mais experiente para ler seu Currículo e alertá-lo para possíveis deslizes.
  3. Currículo sob medida : Você pode ter um Currículo padrão e enviá-lo sempre, ou fazer um Currículo diferenciado, exclusivo para a empresa onde você gostaria de trabalhar.
See also:  Como Se Chama As Bodas Que Celebram 15 Anos De Casamento?

Nesse caso, o Currículo precisa atender às expectativas particulares dessa empresa: – Faça um check-up da sua carreira. Identifique os pontos fortes e fracos. Descubra qual é seu potencial em relação às necessidades da empresa; – Faça uma pesquisa sobre a empresa.

  1. Procure visitar o site dela, artigos publicados na imprensa sobre a empresa e/ou sobre sua atividade.
  2. Faça a mesma pesquisa sobre a concorrência dessa empresa; – Converse com pessoas que trabalham (ou já trabalharam) nessa empresa para conhecer a cultura, os valores e o sistema de trabalho; – Procure conhecer os objetivos do cargo e das tarefas para as quais você vai se candidatar.

Onde se cadastrar Depois de aprontar seu Currículo, além de entregar nas empresas aonde você pretende atuar, você pode aumentar sua presença no mundo virtual. Crie um perfil profissional no Linkedin. O Brasil é um dos maiores países no ranking de utilização das redes sociais.

  • Outro passo importante é cadastrar seu currículo no Vargas, além dos diversos sites de empregos existente na Internet.
  • Não se esqueça que a maioria das grandes empresas possuem o próprio banco de dados para registrar currículos de candidatos.
  • Pode ser que no exato momento em que você entrar no site da empresa a oportunidade para o seu perfil não esteja aberta, mas os profissionais de RH costumam checar constantemente os interessados.

Pratique seu networking! Os recrutadores utilizam suas redes de contatos para conseguir indicações. Muitas vagas são ocupadas com indicações de pessoas com quem já trabalharam. O networking é muito importante. Descubra o contato de headhunters, envie seu currículo e promova um encontro para tomar um café ou conversar.

Caçadores de talentos são importantes porque algumas vagas são sigilosas e só serão divulgadas para quem tem algum contato com o recrutador. Olho no olho Chegar à fase de entrevistas face a face com seu contratante é sinal de que a chance de conquistar uma vaga é grande. Por isso, é importante se preparar.

Estude seu próprio currículo, sinta-se seguro para falar sobre datas e principais metas atingidas e tenha na manga detalhes de como as entregas foram feitas. Leia mais » Dicas para uma boa entrevista «. Faça agora seu Teste Vocacional ! Modelos de currículos prontos: Currículo para experientes Opção para disputar uma vaga de emprego.

  1. Layout básico, organiza as informações de maneira objetiva e concisa.
  2. Áreas reservadas para Objetivo, Experiência Profissional, Formação e Interesses.
  3. Para editar o modelo de currículo pronto, basta selecionar o texto que deseja substituir e digitar as informações conforme o seu perfil.
  4. Download: Modelo de currículo (opção 1) Modelo de currículo (opção 2) Modelo de currículo (opção 3) Currículo para iniciantes Modelo de currículo para quem não tem muita experiência profissional.

O documento não destaca empregos anteriores, mas sim o objetivo, os conhecimentos gerais, a formação e os cursos extracurriculares. Download: Modelo de currículo para iniciantes Download de outros modelos aqui, Leia outros artigos de Carlos Martins

Pode trabalhar em dois empregos com carteira assinada?

Posso ter dois empregos? Via de regra, não há impedimento para um trabalhador ter dois empregos pela CLT, desde que haja a compatibilidade de horários (horários diferentes, que não se sobreponham).

Pode faltar no trabalho para fazer entrevista de emprego?

Como participar de uma entrevista de emprego durante o expediente de trabalho? Alguns cuidados devem ser tomados se você deseja participar de processos seletivos, principalmente se você deverá se ausentar, mesmo que por alguns minutos do seu expediente.

Mas sabemos que isso também poderá ser possível, afinal, não vivemos na época de escravidão. O ideal seria que a entrevista ocorresse logo pela manhã, ou seja, antes do seu horário de entrada, no horário do almoço, mas a preferência seria se você conseguisse marcar no final do dia após o seu expediente, onde você estaria com a cabeça mais tranquila e poderia ter uma melhor performance.

Mas sabemos que nem sempre é possível realizar esse tipo de negociação e neste momento você estará inclusive concorrência com diversos de candidatos que possuem maior flexibilidade de horários, pois estão fora do mercado de trabalho. Além do que, o recrutador também poderá querer fazer as entrevistas apenas dentro do horário comercial, e nesse caso, você vai precisar se ausentar do seu trabalho (Procurar emprego estando empregado também têm seus riscos).

Você poderá dizer que precisa resolver uma questão pessoal sem dar muitos detalhes, mas lembre-se que será sempre um risco, dependendo do grau de relacionamento com sua liderança, poderá revelar o real motivo da sua ausência, mas, estará colocando em dúvida o seu comprometimento com as ações da empresa atual, por essa razão, é de suma importância o planejamento estratégico de cada passo.

Além do que, você ainda não sabe se o processo seletivo vai dar certo pra você, por isso, pense a respeito. Muito Importante: evite usar os recursos da sua empresa atual, ou seja, se a entrevista for via Skype, faça do seu celular pessoal, não envie seu currículo utilizando e-mail corporativo, não crie perfis em mídias sociais com esse e-mail, caso esteja planejamento um novo desafio.

  • Essa dica inclusive vale para todo o processo de busca de novas oportunidades.
  • Não use o seu e-mail corporativo pra falar com os recrutadores, nem acesse sites de vagas pelo computador do trabalho.
  • Ah, uma última dica, não mesmo importante: Cuidado para não deixar o seu currículo na impressora ou em sua mesa.

Espero ter ajudado você neste momento. Wagner Sousa Obs: Peço seu voto para conquistar o TOP 4 na premiação do Ibest – Categoria Influencer LinkedIn – Link: https://lnkd.in/eu3N-XZe

O que colocar na experiência do primeiro emprego?

Ao escrever o primeiro currículo, o campo ‘ Experiência Profissional’ pode ser substituído pelas suas qualificações, as características e conhecimentos que você acumulou ao longo dos anos e que o ajudarão na vaga pretendida. Assim, você precisa fazer um exercício de autoconhecimento.