Moulin Rouge | Temuco

Consejos | Trucos | Comentarios

Como Que Faz Dobradinha?

O que é que vai na dobradinha?

Dobradinha: experimente esse delicioso prato da culinária portuguesa – 06/04/2021 – Atualizado em 14/05/2021 – 2511 visualizações Você conhece a nossa linha de congelados ? Lançada pelo Sesc Santa Catarina em 2020, a ideia se mostrou uma ótima opção de comida caseira, para quem busca uma alimentação segura, saudável, prática e saborosa, para consumir aonde quiser, Com uma variedade de 34 pratos, nas linhas Forno, Leve, Molho, Sopas e Cremes e Especiais, e valores acessíveis, a partir de R$ 10,00, os congelados são uma boa alternativa para quem tem uma agenda apertada, ou simplesmente quer dar um tempo da cozinha,

Os produtos são elaborados a partir de ingredientes nutritivos, vegetais frescos, grãos integrais e proteínas de boa qualidade. Toda a preparação é supervisionada por nutricionistas, com rigorosos protocolos de segurança alimentar, alinhada à missão do Restaurante Sesc de estimular a adoção de práticas alimentares saudáveis.

Vale a pena experimentar! Os ingredientes deste prato são: bucho bovino, feijão branco, tomate, linguiça calabresa, bacon, batata inglesa, vinagre de vinho branco, colorau, alho, cebola, louro, sal, azeite de oliva, pimenta do reino e salsinha. A «dobrada» ou «dobradinha» é um prato tradicional da cozinha do Norte de Portugal que se tornou muito popular em diversas regiões Brasil, tendo como ingrediente principal o bucho de animais, em especial do boi, cozido em pequenos pedaços com grande variedade de condimentos e acompanhamentos.

Na cidade do Porto e na região circundante (Portugal), a dobrada é conhecida como tripas, sendo o prato mais conhecido designado por «tripas à moda do Porto». O gentílico tripeiro, que designa um habitante da cidade do Porto, é derivado precisamente deste prato ancestral. O bucho bovino como ingrediente principal confere ao prato teor proteico semelhante ao de carnes nobres, acompanhado do feijão branco e batata fornecem carboidratos, ferro, fibras, fósforo, potássio, magnésio, folato, selênio e vitaminas do complexo B.

A calabresa traz o sabor defumado e picante característicos do prato, complementado com o uso de condimentos como alho, cebola, louro, pimenta do reino, salsinha e azeite de oliva, resulta em um prato nutritivo e saboroso. A dobradinha é uma excelente opção de almoço, jantar cotidiano, ou mesmo para um momento especial, que pode ser harmonizado com vinhos tintos com boa expressão do lado frutado.

Qual a vantagem de comer dobradinha?

Mondongo ou dobradinha: prato é fonte de nutrientes essenciais para a saúde A dobradinha ou mondongo tem sua origem em Portugal, onde é bastante consumida. Tanto que o poeta português Fernando Pessoa eternizou a iguaria em seu poema «Dobrada à Moda Porto».

No Brasil já é conhecido em todas as regiões. O principal ingrediente é o mondongo novinho, cozido em pequenos pedaços e seu preparo conta com diferentes versões. Uma comida que muitos ainda resistem em experimentar, a dobradinha é fonte de nutrientes essenciais para a saúde e pode ser o prato principal das refeições.

O acompanhante perfeito é um bom vinho tinto. O valor proteico da dobradinha chega a ser semelhante ao das carnes vermelhas. De acordo com a responsável técnica em nutrição do Fort Atacadista, Anne Shirley da Silva, o índice de proteína é de 19,8 em cada 100 gramas do alimento.

«Está em terceiro lugar como melhor fonte de proteína entre os demais», aponta. Para se ter uma ideia, um ovo tem o índice de 6. Para quem busca uma dieta saudável, a dobradinha pode ser uma boa forma de variar o cardápio, já que cada 100 gramas correspondem a 127 calorias. Em termos de nutrição, a dobradinha é campeã.

«Tem uma boa fonte de energia. Na sua composição tem proteínas, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, entre outros», explica. Com cozimento simples, o segredo das receitas que levam o mondongo bovino está em seu preparo. «A melhor forma de preparar é ferver em água quente e depois deixar escorrer.

Para tirar o cheiro, vale deixar marinando no suco de limão por no mínimo duas horas», afirma Anne Shirley. Temperos naturais como cebola, cheiro verde e tomates podem tornar a receita ainda mais saborosa. Para combinar, outros ingredientes são perfeitos para tornar o prato ainda mais saboroso. A calabresa é o ingrediente mais conhecido, mas a dobradinha cai bem com grão de bico, feijão branco, fava e feitos apenas com variação de legumes.

Há até quem se renda ao preparo dela como aperitivo, fazendo empanadas e fritas, ideais para acompanhar com cerveja como opção diferente para agradar o paladar. Fonte: MB Comunicação : Mondongo ou dobradinha: prato é fonte de nutrientes essenciais para a saúde

Qual o benefício da dobradinha com feijão branco?

Antes de saber se a dobradinha engorda, precisamos conhecer o que é esse alimento, suas propriedades e onde ele pode ser utilizado. A dobradinha, dobrada ou tripa é o nome dado a uma receita popular no Brasil, originária do norte de Portugal, que é preparada à base do bucho de animais, mais especificamente o bucho do boi, e costuma aparecer acompanhada de feijão branco e diversos temperos.

  1. Continua Depois da Publicidade Na receita, o estômago do boi (especialmente, os dois primeiros compartimentos: rúmen e retículo) é cortado em tirinhas, e além dos temperos e do feijão branco, pode receber a companhia de condimentos, batata, tomate, arroz, mandioca frita e farofa.
  2. A dobradinha serve como uma boa fonte de proteínas e possui minerais como fósforo e potássio em sua composição nutricional.

Por outro lado, a sua ingestão não deve ser diária, devido ao alto teor de sódio. Mas será que quem vive de olho na balança para emagrecer ou, pelo menos, manter o peso e não engordar, pode comer a dobradinha tranquilamente, ou será que a dobradinha engorda?

O que fazer para tirar o cheiro do Bucho para fazer dobradinha?

5) Marinada para eliminar de vez o odor Então deixe marinando por uns 10 minutos no suco de 3 ou 4 limões – o suficiente para cobrir todo o bucho. Depois é só lavar para retirar o excesso de limão, observar para ver se ainda resta alguma gordura e se preparar para preparar como quiser.

Como cozinhar a dobradinha para tirar o cheiro?

2) Coloque em água fervente Depois de lavar, ferva uma panela bem cheia de água, adicionando uma colher (sopa) de sal para cada litro. Coloque a dobradinha e deixe por aproximadamente duas horas.

Como Ferventar bucho de boi?

Primeiramente corte o bucho em tirinhas do tamanho que desejar. Coloque numa panela com água e com os cravos-da-índia e deixe ferver para sair o mal cheiro do bucho. Depois de ferver por mais ou menos 30 minutos, escorra água e reserve.

O que é o bucho de boi?

Você sabe o que é fato de boi? Saiba como preparar – Giro do Boi O Fato do boi, também conhecido como Bucho, ou Rúmen, é uma parte do estômago dos bovinos e muito apreciado em diversas regiões do Brasil. Serve como ingrediente principal para a famosa Dobradinha, mas é componente indispensável para diversos outros pratos como paneladas, moquecas, cozidos e ensopados. O fato do boi, também conhecido como rúmen, ou bucho, é o ingrediente principal da receita. O primeiro passo é a escolha da matéria prima, um fato fresco e, se não estiver limpo, é recomendado fazer a limpeza da peça, retirando o excesso de gordura e sebo. Para mais sabor, mais quatro folhinhas de louro, além dos temperos secos como o sal, pimenta do reino, cominho, açafrão e Curry, a gosto. Para fechar, uma calabresa cortada. Misture bem, adicione água e coloque em fogo médio por trinta minutos, após pegar pressão.

See also:  Qual O Dia De SãO JoãO?

Após pronto, coloque em uma travessa e sirva, à vontade! Ingredientes: 1 kilo de fato misto 1 calabresa 1 tomate 1 pimentão 1 cebola Coentro, hortelã, sal, pimenta do reino, açafrão e Curry, a gosto.

: Você sabe o que é fato de boi? Saiba como preparar – Giro do Boi

O que fazer para tirar o cheiro forte do Mocotó?

O programa ensina como tirar o mau cheiro para uma receita deliciosa – Por Amazônia Rural Da Rede Amazônica Como Que Faz Dobradinha O programa vai mostrar como eliminar o mal cheiro na hora de preparar o prato (Foto: Amazônia Rural) Quem nunca comeu aquele feijão com bucho e mocotó na casa dos avós?! Essa foi a receita exibida no deste domingo (17). O prato tradicional da família brasileira nunca esteve tão adequada ao momento atual, em que o feijão anda com o preço lá nas alturas. Como Que Faz Dobradinha Confira as dicas para fazer um feijão com bucho e mocotó delicioso (Foto: Amazônia Rural) Como algumas pessoas rejeitam a comida por conta do cheiro forte do bucho, o segredo é investir numa boa limpeza e na hora de escaldar, acrescentar vinagre. É o que diz a dona de casa Janete de Andrade.

  • É hora de conferir o passo a passo e anotar a receita abaixo:
  • INGREDIENTES
  • 1/2 kg de feijão Mocotó e bucho a gosto 1/2 tomate picado 1/2 cebola picada 1/2 pimentão picado Alho, pimenta do reino, colorau e sal a gosto
  • Verduras e legumes em geral a gosto
  • MODO DE PREPARO

Antes de iniciar a receita é bom saber que o feijão e o bucho com o mocotó devem ser cozidos separadamente. Ponha o bucho e o mocotó para escaldar por cerca de meia hora. Para tirar o mau cheiro coloque vinagre na água. Enquanto escalda, parta para o próximo passo.

Cozinhe o feijão na panela de pressão apenas na água e óleo por meia hora. Assim que escaldar o bucho e o mocotó coloque para escorrer e depois tempere com pimenta do reino, colorau e alho a gosto. Jogue mais um pouco de vinagre para garantir que o mau cheiro saia. É importante levar ao fogo e deixar refogar por alguns minutos antes de colocar água e fechar a panela de pressão.

Deixe cozinha entre 40 a 50 minutos. Com as duas partes já prontas, pegue uma terceira panela e coloque o bucho e o mocotó sem o caldo. Acrescente o feijão cozido. Leve ao fogo e coloque as verduras e legumes que desejar. Se precisar, coloque mais água. Está pronto o feijão com bucho e mocotó.

  1. Aproveite a nossa receita deste domingo e compartilhe com amigos!
  2. O você assiste todos os domingos, logo após a Santa Missa.
  3. Acesse + I I I

: Feijão com bucho e mocotó, a receita de peso do Amazônia Rural; reveja

É saudável comer dobradinha?

Mondongo ou dobradinha: prato é fonte de nutrientes essenciais para a saúde A dobradinha ou mondongo tem sua origem em Portugal, onde é bastante consumida. Tanto que o poeta português Fernando Pessoa eternizou a iguaria em seu poema «Dobrada à Moda Porto».

  1. No Brasil já é conhecido em todas as regiões.
  2. O principal ingrediente é o mondongo novinho, cozido em pequenos pedaços e seu preparo conta com diferentes versões.
  3. Uma comida que muitos ainda resistem em experimentar, a dobradinha é fonte de nutrientes essenciais para a saúde e pode ser o prato principal das refeições.

O acompanhante perfeito é um bom vinho tinto. O valor proteico da dobradinha chega a ser semelhante ao das carnes vermelhas. De acordo com a responsável técnica em nutrição do Fort Atacadista, Anne Shirley da Silva, o índice de proteína é de 19,8 em cada 100 gramas do alimento.

  • Está em terceiro lugar como melhor fonte de proteína entre os demais», aponta.
  • Para se ter uma ideia, um ovo tem o índice de 6.
  • Para quem busca uma dieta saudável, a dobradinha pode ser uma boa forma de variar o cardápio, já que cada 100 gramas correspondem a 127 calorias.
  • Em termos de nutrição, a dobradinha é campeã.

«Tem uma boa fonte de energia. Na sua composição tem proteínas, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, entre outros», explica. Com cozimento simples, o segredo das receitas que levam o mondongo bovino está em seu preparo. «A melhor forma de preparar é ferver em água quente e depois deixar escorrer.

Para tirar o cheiro, vale deixar marinando no suco de limão por no mínimo duas horas», afirma Anne Shirley. Temperos naturais como cebola, cheiro verde e tomates podem tornar a receita ainda mais saborosa. Para combinar, outros ingredientes são perfeitos para tornar o prato ainda mais saboroso. A calabresa é o ingrediente mais conhecido, mas a dobradinha cai bem com grão de bico, feijão branco, fava e feitos apenas com variação de legumes.

Há até quem se renda ao preparo dela como aperitivo, fazendo empanadas e fritas, ideais para acompanhar com cerveja como opção diferente para agradar o paladar. Fonte: MB Comunicação : Mondongo ou dobradinha: prato é fonte de nutrientes essenciais para a saúde

Quem não pode comer dobradinha?

Homepage Doenças Gota Tenho Ácido Úrico Aumentado. Posso Comer Mocotó Ou Dobradinha De Boi??

4 respostas Tenho ácido úrico aumentado. Posso comer mocotó ou dobradinha de boi?? Olá prezado. Quem tem ácido úrico alterado deve buscar por uma orientação nutricional o quanto antes possível. Pois alguns alimentos devem ser evitados ou até mesmo excluídos temporariamente da dieta, de acordo com cada caso, claro.

Alimentos ricos em purinas, como viscerais e carnes (incluindo a dobradinha e o mocotó) podem ser prejudiciais para quem tem ácido úrico elevado ou se está em crise. Mas além destes, outros alimentos também podem ser contra indicados dependendo do seu estado clínico. Caso tenha interesse me coloco a sua disposição para mais informações e orientações.

Boa sorte, cuide-se!

Qual a diferença de bucho e dobradinha?

A principal diferença está na proporção entre vísceras brancas e vermelhas utilizadas em cada prato. Na buchada, o ingrediente utilizado em maior quan- tidade são as vísceras vermelhas e na dobradinha, as vísceras brancas.

Qual o dia de comer dobradinha?

No cardápio dos restaurantes populares de São Paulo, herdado da rotina seguida pela antiga cozinha doméstica luso-brasileira, com aportes da trazida pelos imigrantes italianos, há um PF para cada dia da semana. Terça-feira é dia de dobradinha, rabada ou bife à role; na segunda se faz virado à paulista ou galinha com polenta; quarta-feira tem feijoada ou frango assado ; quinta se vai de lasanha ou espaguete com frango; sexta-feira é pernil ou peixe com purê; e no sábado reina a feijoada.

Não por acaso, citamos a dobradinha, dobrada, tripa, bucho ou mondongo em primeiro lugar ( veja a receita ). É um dos pratos mais antigos de São Paulo. Na verdade, todo o Brasil aprendeu a fazê-la com os colonizadores portugueses. Eles introduziram a receita no século 16, quando chegaram. Trata-se de comida medieval, apreciada em muitos países europeus.

Surgiu na cozinha das populações desfavorecidas, que por necessidade alimentar aproveitavam tudo dos ruminantes (o bovino, no caso), exceto o berro. Nunca esqueçamos que, até o século 17, a população da Vila de São Paulo era formada por mamelucos (filhos de branco e índio) pobres. Privada das carnes, a população do Porto inventou a dobradinha. Foto: Roberto Seba|Estadão A dobradinha a que nos referimos utiliza como ingrediente básico o rúmen, o maior dos quatro estômagos do bovino. Mas também pode ser usado o omaso, o terceiro deles.

As receitas variam. Se antes de ir ao fogo for lavada em água e esfregada com sal e limão, até ficar branca, e a seguir aferventada com bicarbonato de sódio, não tem cheiro e gosto fortes e incorpora os sabores e aromas dos ingredientes adicionais, geralmente feijão branco, legumes, embutidos, às vezes charque e bacon, especiarias, etc.

Portugal, que chama o prato de dobrada ou tripa, como os franceses (tripes à la mode de caen) e italianos (trippa alla romana, alla bolognese, alla fiorentina, alla milanese ou busecca), envolve sua grande receita com uma história romântica. Em 1415, o infante d.

See also:  Quando SãO JoãO?

Henrique foi ao Porto fiscalizar os trabalhos no estaleiro onde eram construídas as embarcações para a conquista de Ceuta, na África, cidadela moura. A população local, imbuída de espírito cívico, ofereceu toda a carne bovina de que dispunha para alimentação dos marinheiros, ficando com as tripas. Para matar a fome, «inventou» um prato com aquelas sobras.

Surgiu uma sopa grossa, a tripa ou dobrada à moda do Porto (os portugueses agora têm receitas diferentes para cada uma), inspiradora do poema homônimo de Fernando Pessoa/Álvaro de Campos, escrito no restaurante Ferro de Engomar, ainda hoje na Estrada de Benfica, em Lisboa: «Um dia, num restaurante, fora do espaço e do tempo, / Serviram-me o amor como dobrada fria.

  • / Disse delicadamente ao missionário da cozinha / Que a preferia quente, / Que a dobrada (e era à moda do porto) nunca se come fria».
  • Além disso, o prato conferiu aos habitantes do Porto o gentílico de tripeiros.
  • Difícil saber por que, em Portugal, serve-se o prato às quintas-feiras.
  • Seria pelo fato de, naquele dia, as fressureiras (vendedoras de vísceras) pagarem a licença semanal à associação de classe? A mesma indagação se faz diante da dobradinha paulistana.

Por que na terça-feira? Alguém já disse, sem comprovação histórica, que era pela razão de no passado o abate dos bois se concentrar na véspera, segunda-feira. Apesar do sucesso, a dobradinha não chega a ser unanimidade, no Brasil ou em Portugal. Milhões a apreciam, outros tantos a abominam.

Quem tem pressão alta pode comer dobradinha?

Evitar alimentos ricos em gordura saturada e colesterol (gorduras de origem animal, carne de porco, lingüiça, embutidos em geral, frutos do mar, miúdos, vísceras, pele de frango, dobradinha, gema de ovo, mocotó, carne vermelha com gordura aparente, leite e iogurte integral (no caso de adulto), manteiga, creme de leite,

É saudável comer bucho de boi?

Antes de saber se o bucho de boi engorda, precisamos conhecer o que é esse alimento, suas propriedades e onde ele pode ser utilizado. O bucho bovino é composto principalmente pelas duas primeiras porções do estômago do animal, conhecidas pelo nome de rúmen e retículo.

  1. Continua Depois da Publicidade Ele serve como uma boa fonte de proteínas, além de possuir em sua composição outros nutrientes importantes para o funcionamento apropriado do nosso organismo como fósforo e potássio.
  2. Na culinária, o bucho de boi pode ser utilizado em receitas como dobradinha, ensopado, cozido acebolado, ao molho, empanado, frito, refogado e acompanhada de ingredientes como batatas, polenta, bacon, linguiça e até mesmo como petisco, por exemplo.

Mas será que bucho de boi engorda? Será que o seu consumo é benéfico à nossa saúde? Confira abaixo as informações nutricionais deste inusitado alimento para que você possa ter um melhor controle da sua ingestão calórica diária e assim evitar exageros na dieta.

Como tirar o gosto ruim da carne de vaca?

3. Use o limão – Talvez a técnica mais comum é espremer o suco de limão sobre a carne e esfregar bastante sobre a peça. Outra possibilidade é deixar marinando por algumas horas antes de temperá-la e prepará-la.

Como fazer para limpar tripa de boi?

Descrição – A tripa bovina torta é um envoltório natural salgado de origem bovina. Disponível no calibre 40/43 mm, vem em maços de 25 metros. Utilização : A tripa bovina salgada torta é indicada para fazer linguiças calabresa e portuguesa, paio, salames e outros.

Modo de usar : Lavar com água corrente para retirar todo o sal. Posteriormente, deixar em água limpa com uma colher de vinagre para ser hidratado por aproximadamente 2 ou 3 horas antes da utilização. Neste texto você encontrará as dúvidas mais frequentes sobre tripas, não deixe de ler. – O que é uma tripa natural? A tripa é o intestino do animal conservada no sal e, como tudo o que é natural, pode vir com imperfeições.

Estas podem ser: furos, fiapos, variações de tamanho de fios e calibres, coloração e odor. Como sua conservação é no sal, as tripas podem ficar mais secas ou mais úmidas dependendo da época do ano (clima seco ou úmido), podendo também juntar bastante umidade (soltar água).

  1. Observação importante: A tripa não é desidratada, ela apenas sofre uma desidratação por conta do sal que a conserva.
  2. Como medir o calibre? O calibre de uma tripa é medido após o ensaque.
  3. Por ser conservada no sal, a tripa tem perda de água, por isso só podemos verificar seu diâmetro com ela ensacada.

O diâmetro final da tripa é a grossura que ela terá. Por exemplo, uma tripa de carneiro de calibre 20/22 terá uma variação de 2 a 2,2 cm após ensacada. Essa regra vale para todas as tripas. Lembrando que se trata de um produto natural em que a separação de fios é feita manualmente, por isso existe a possibilidade dos maços virem com algumas variações nos tamanhos de fios e calibres.

Quais calibres as tripas de carneiro, porco e boi têm? Carneiro: São as tripas mais finas encontradas no mercado e variam de 18 a 26. Porco: São tripas de tamanhos intermediários, variando de 26 a 38. Boi: São as tripas mais grossas do mercado, variando de 36 a 45 – Qual o cheiro e a coloração do produto? O cheiro característico do produto é forte porque provém da parte intestinal do animal.

See also:  Como Saber Quem Bloqueou No Instagram?

Como o produto precisa ficar embalado durante o transporte, a falta de oxigenação e o ambiente fechado tendem a aumentar o mau cheiro do produto. A coloração natural das tripas é escura, sendo devidamente higienizadas com produtos para clarear e melhorar seu aspecto, porém isso pode deixá-la mais fraca e suscetível a estouros.

Sua tripa não estará estragada devido ao cheiro e à coloração, apenas se ela perdeu elasticidade (esfarelando). – Fio curto, médio ou longo? A diferença entre os fios é uma dúvida constante entre nossos clientes. Vale ressaltar que a metragem e a separação de fios é feita manualmente e, por isso, podem ocorrer falhas, fazendo com que no mesmo maço tenham fios maiores ou menores do que o anunciado.

Os fios longos são assim denominados pois geralmente vem acima de 4 metros, Os fios médios são assim denominados pois costumam medir de 2 a 4 metros, Os fios curtos são assim denominados pois vêm na metragem abaixo de 2 metros. ***Podendo sempre variar um pouco para mais ou para menos.*** – Como hidratar a tripa? A hidratação da tripa é fácil de fazer e fundamental para devolver a elasticidade do produto, facilitando o seu manuseio.

  1. Recomenda-se lavar com água corrente para retirar todo o sal (evite esfregar a tripa, ligue a torneira e deixe a água escorrer por dentro e por fora).
  2. Posteriormente, deixar em água limpa com uma colher de vinagre para ser hidratada de 3 a 12 horas antes da utilização.
  3. Como conservar a tripa? As tripas são conservadas no sal e tem validade de um ano, com ou sem refrigeração, permanecendo apenas no saco plástico para não ressecarem.

Não há a necessidade de congelar o produto. Somente lavar os fios que serão usados. Depois de lavados, deverão ser guardados na geladeira (não congelar) por aproximadamente 3 dias em um recipiente com tampa. Se você leu tudo e ainda está com dúvidas, entre em contato com a empresa antes de realizar sua compra.

O que fazer para tirar o mau cheiro da geladeira?

A primeira dica é escolher do tipo de vinagre, já que ele costuma ter um cheiro bem forte. Por isso, os mais indicados são os vinagres de maçã e álcool. Devido à natureza ácida, o vinagre é capaz de quebrar a estrutura de proteínas e compostos básicos, eliminando o mau cheiro.

Que parte do corpo e a dobradinha?

🥩 A dobrada ou dobradinha é o nome dado ao bucho. de animais, principalmente o do boi, cozido em. pequenos pedaços com grande variedade de. condimentos e acompanhamentos.

Por que se chama dobradinha?

Dobradinha é prato típico nordestino que ganhou a mesa dos brasileiros Cheio de sabor e tradição, ingrediente é repleto de nutrientes essenciais para a saúde Muito presente na culinária nordestina, a dobradinha tem sua origem em Portugal, onde é bastante consumida. Tanto que o poeta português Fernando Pessoa eternizou a iguaria em seu poema «Dobrada à Moda Porto».

No Brasil já é conhecido em todas as regiões. O principal ingrediente é o bucho novinho, cozido em pequenos pedaços e seu preparo conta com diferentes versões. Uma comida que muitos ainda resistem em experimentar, a dobradinha é fonte de nutrientes essenciais para a saúde e pode ser o prato principal das refeições.

O acompanhante perfeito é um bom vinho tinto. O valor proteico da dobradinha chega a ser semelhante ao das carnes vermelhas. De acordo com a responsável técnica em nutrição do Fort Atacadista, Anne Shirley da Silva, o índice de proteína é de 19,8 em cada 100 gramas do alimento.

  • Está em terceiro lugar como melhor fonte de proteína entre os demais «, aponta.
  • Para se ter uma ideia, um ovo tem o índice de 6.
  • Para quem busca uma dieta saudável, a dobradinha pode ser uma boa forma de variar o cardápio, já que cada 100 gramas correspondem a 127 calorias.
  • Em termos de nutrição, a dobradinha é campeã.

«Tem uma boa fonte de energia. Na sua composição tem proteínas, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, entre outros», explica. Com cozimento simples, o segredo das receitas que levam o bucho bovino está em sua preparação. «A melhor forma de preparar é ferver em água quente e depois deixar escorrer.

Para tirar o cheiro, vale deixar marinando no suco de limão por no mínimo duas horas», afirma Anne Shirley. Temperos naturais como cebola, cheiro verde e tomates podem tornar a receita ainda mais saborosa. Para combinar, outros ingredientes são perfeitos para tornar o prato ainda mais saboroso. A calabresa é o ingrediente mais conhecido, mas a dobradinha cai bem com grão de bico, feijão branco, fava e feitos apenas com variação de legumes.

Há até quem se renda ao preparo dela como aperitivo, fazendo empanadas e fritas, ideiais para acompanhar com cerveja como opção diferente para agradar o paladar. O alimento é tão apreciado que possui uma data especial no calendário, 24 de outubro, Dia Internacional do Bucho.

  • Sobre a rede Fort Atacadista – Criada em 1999, com a abertura de sua primeira unidade na cidade de Joinville, em Santa Catarina, a rede Fort Atacadista é a bandeira de atacarejo do Grupo Pereira, um dos maiores varejistas de alimentos do Brasil.
  • Com 51 unidades distribuídas nos estados de Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Goiás e no Distrito Federal, o Fort Atacadista se destaca pelos preços competitivos, pela excelência em produtos perecíveis e pela arquitetura moderna de suas lojas, que oferece layout planejado para facilitar a jornada de compra do cliente, além das facilidades de pagamento e benefícios oferecidos pelo Vuon Card, cartão de crédito próprio do grupo.

Fundado em 1962, em Santa Catarina, o Grupo Pereira é detentor ainda de redes de varejo alimentar, atacado de distribuição, farmácias e dois postos de combustível, além do braço financeiro Vuon e de logística Perlog. Com mais de 16 mil colaboradores, está presente nas regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste.

Qual a diferença de bucho e dobradinha?

A principal diferença está na proporção entre vísceras brancas e vermelhas utilizadas em cada prato. Na buchada, o ingrediente utilizado em maior quan- tidade são as vísceras vermelhas e na dobradinha, as vísceras brancas.

Como deixar o bucho de boi branco?

Pode ser 1 litro de água e 1 colher de água oxigenada ou 1 litro de água gelada e o suco de 1 limão. A quantidade de água pode variar, o importante é que o bucho fique submerso. Deixe por 1 ou 2 horas, sempre virando e verificando como a peça está.