Moulin Rouge | Temuco

Consejos | Trucos | Comentarios

Qual A Capital Do Cear?

Mensen zoeken ook naar São Paulo Ceará Recife Mato Grosso Brazilië Natal Vitória

Qual é a capital do Ceará e a sigla?

A capital é Fortaleza e a sigla CE.

Qual a segunda capital do Estado do Ceará?

Aquiraz: a primeira capital do Ceará recebe homenagem do Governo do Estado – Governo do Estado do Ceará Aos 317 anos, o município de Aquiraz é conhecido como a primeira capital do estado do Ceará, localizado na Região Metropolitana de Fortaleza. A cidade, que hoje apresenta uma população de 77 717 habitantes (IBGE 2015), é marcada pela riqueza arquitetônica, com obras que datam dos séculos XVIII e XIX, principalmente as que compõem os entornos da praça Cônego Araripe.

Este sábado, 13 de fevereiro, marca o aniversário da cidade. História e economia A vila foi criada em 13 de fevereiro de 1699, efetivamente instalada em 27 de junho de 1713. Tornou-se capital do Ceará até o ano de 1726, quando a capital foi transferida para Fortaleza. Hoje, a economia de Aquiraz gira em torno da agricultura (algodão, banana, caju, cana-de-açúcar, mandioca e feijão); pecuária (bovino, suíno e avícola); 23 indústrias e é fomentada também pelo turismo, uma importante fonte de renda, devido à presença da arquitetura barroca portuguesa, do Museu Sacro São José de Ribamar (considerado o primeiro museu sacro do Ceará e o segundo do Norte-Nordeste) e das praias do Iguape, Porto das Dunas, Prainha, Marambaia, Barro Preto e Batoque.

O Governo do Estado prossegue com as homenagens. Aquiraz recebe o vídeo com o hino do município, ilustrado com imagens que caracterizam a cidade. Este projeto prevê que cada município aniversariante receba o seu vídeo. A ideia é que esses vídeos possam ser exibidos nas escolas, durante eventos, como forma de valorizar a história e a tradição de cada um.

A todos os aquiraenses, os nossos parabéns! Foto: Tiago Stille / Governo do Ceará

13.02.2016 Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado Casa Civil [email protected] / (85) 3466.4898 : Aquiraz: a primeira capital do Ceará recebe homenagem do Governo do Estado – Governo do Estado do Ceará

Como é conhecida a cidade de Fortaleza?

Cidade de Fortaleza (CE – Brasil) Qual A Capital Do Cear Fortaleza – Praia Do Mucuripe Qual A Capital Do Cear Fortaleza – Aterro da Praia de Iracema Fortaleza, capital do estado do Cear, populao 2.700.000 pessoas tambm chamada de «Terra da Luz», no Brasil conhecida como «capital da alegria», um lugar onde sempre h festa e diverso, belas praias, e uma vida noturna agitada, barzinhos, casa de show e muita msica.

  1. A cordialidade de seus habitantes uma caraterstica marcante, assim como o clima quente durante todo do ano, sem inverno.
  2. Tudo isso faz desta cidade o local ideal para frias, principalmente se voc gostar de sol, praia e se divertir a noite.
  3. Fortaleza uma metrpole com cerca de 3 milhes de habitantes, uma cidade com construes modernas e em pleno desenvolvimento.

A cidade cresce a cada dia, surgindo sempre novos empreendimentos como: prdios residnciais, hoteis, centro comerciais, restaurantes, casas de show. Na orla, conhecida como «Beira Mar», que vai da Praia de Iracema ao Mucuripe, passando pelo Meireles, cerca de 6 Km, oferta-se todo o tipo de divertimento, como: bares, feira de artezanato, restaurantes regionais e internacionais, casa de show de humor, com um colorido particular, sendo assim impossvel no se apaixonar, e todos os dias e toda hora senti-se uma brisa do mar que torna inrresistivel um passeio na orla para ver tudo isso bem de perto, podendo ir da Ponte dos Ingleses e ao centro Cultural Drago do Mar, depois ir a feira de artezanato que funciona das 16 as 22 horas, onde pode-se comprar produtos regionais, e at alimento tpicos.

Aps um dia ensolarado na Praia do Futuro, em uma das suas barracas, com uma estrutura que impreciona, pelo conforto, bom atendimento e sua excelente gastronomia, principalmente pelo peixe de cor avermelhado e sabor suave, o pargo, o preferido entre os habitantes e turistas, ou pode tambm optar por comprar seu prprio peixe ou camaro no mercado do peixe no Mucuripe e mandar prepara-lo em seguinda al mesmo.

Outra opo de divertimento alugar um buggy e sair conhecenho vras barracas e restaurantes, desde o McDonald’s as pizzarias e restaurantes italianos. Por tudo isso Fortaleza a «capital da alegria do Brasil» com muita festa, msica numa noite muita animada, onde todos as noite tem festa.

Fortaleza no apenas destino de turistas estrangeiros, mas tambm do turismo interno, por apresentar sol e calor quando as regies Sul e Sudeste estam no inverno, e outro ponto de destaque o Centro Cultural Drago do Mar com: 2 cinemas, um teatro, 2 museus, um caf,espao para show e rodeado de barzinhos com um charme especial e msica ao vivo, ourtro ponto o «Pirata», que conhecido pela segunda-feira mais animada do mundo, a casa toca forr, o rtmo regional e j foi citada no » como o local mais famoso da Praia de Iracema e de toda Amrica Latina, j para se danar rtmos latinos e diversificados temos o Armazem e o Mucuripe clube, com diferentes ambientes.(uma grande parte das casas de show no possue teto porque a noite em Fortaleza apresenta uma temperatura mdia de 26 a 28 graus todo o ano).

Investimentos em Fortaleza: : Cidade de Fortaleza (CE – Brasil)

Como é conhecido o Estado do Ceará?

Da restauração do domínio português ao Império – Mapa de Fortaleza, de 1726 Na continuação da colonização pelos portugueses, a influência dos jesuítas foi determinante, resultando na criação de aldeamentos, como os de Porangaba, Paupina, Viçosa e outros, muitos deles fortemente militarizados, nos quais os indígenas eram concentrados para serem catequizados e assimilarem a cultura lusitana,

  1. Tribos tupis aliadas dos portugueses também se instalaram em vilas militarizadas na capitania.
  2. Dessas reduções, surgiram às primeiras cidades da capitania, como Aquiraz e Crato,
  3. O processo de aculturação, no entanto, não se deu sem grandes influências de crenças e costumes nativos.
  4. A intensa resistência levou a episódios sangrentos, destacando-se a Guerra dos Bárbaros, que se deu ao longo de várias décadas do século XVIII e que resultou na fuga dos habitantes da então capital, Aquiraz, em 1726, para Fortaleza, para a qual foi transferido tal título.

As principais vilas da capitania da época eram Aracati, Crato, Icó e Sobral, A que mais ganhou destaque foi Aracati, devido ao comércio de couro e carne de charque. Entre os anos de 1750 a 1800, Aracati viveu seu apogeu. Outras frentes colonizadoras surgiram com a instalação da pecuária na capitania através dos sertões de dentro e sertões de fora, com levas oriundas respectivamente da Bahia e de Pernambuco, Mapa do Ceará no início do século XIX Em 1812, foi nomeado governador do Ceará o português Manuel Inácio de Sampaio e Pina Freire, o qual reuniu os literatos no palácio do governo e deu incentivo às artes e à urbanização da capital por meio dos projetos de Silva Paulet,

  1. No começo do século XIX, o Ceará conheceu diversos movimentos rebeldes, como a República do Crato, em 1813, e também influências da Revolução Pernambucana de 1817, além de movimentos de cunho republicano-liberal liderados pela família cratense dos Alencar.
  2. Tais movimentos foram reprimidos com dureza pelo governador provincial do Ceará, Inácio de Sampaio.
See also:  O Que Fazer Quando Uma Mama Est Maior Que A Outra?

Em 1824, o Ceará tomou parte na Confederação do Equador, com o liberal Tristão Gonçalves, aplicando um golpe e tornando-se chefe do governo. Era o comandante das armas do Ceará, José Pereira Filgueiras, A Confederação foi frustrada pela forças imperiais e Tristão morreu durante os combates contra as forças legalistas do Império, Jornal abolicionista «Libertador» de 25 de março de 1884 Em meados de 1860, devido à Guerra de Secessão norte-americana, houve um surto de crescimento da produção do algodão. Tal florescimento não durou muito tempo, mas deu grande impulso à modernização da infraestrutura da Província, como exemplo a criação da Estrada de Ferro de Baturité, inaugurada em 1873.

Em 1877, tem início a chamada Grande Seca de 1877-1879, um dos mais severos períodos de seca prolongada da história cearense, levando à morte milhares de pessoas e acarretando emigração maciça de retirantes. Fortaleza recebeu uma população de fugitivos da seca quatro vezes maior que seu próprio contingente populacional.

Logo após, a produção da borracha explodiu na Amazônia, e muitos cearenses vítimas da seca migraram para esta região. A gravidade dessa estiagem chamou a atenção do governo central e mesmo de estudiosos, estimulando a produção de textos científicos e propostas de melhoria da situação da população cearense vindas de várias partes do Brasil, cuja maior parte não foi posta em prática ou se relevou ineficaz.

Por outro lado, houve um aceleramento nas obras do Açude do Cedro, em Quixadá, a primeira represa pública do Brasil, que foi concluído em 1906. A Grande Seca e as estiagens seguintes impulsionaram o surgimento da indústria da seca e geraram uma tradição migratória no estado. Entre 1869 e 1900, 300 mil cearenses abandonaram sua terra, 85% deles indo para a Amazônia.

Anos antes da proclamação da República, notabilizou-se a campanha abolicionista no Ceará, que logrou abolir a escravidão no estado em 25 de março de 1884, quatro anos antes da Lei Áurea, fazendo do estado o primeiro do Brasil a conseguir tal feito.

Quantas cidades existem no Estado do Ceará?

Censo IBGE: confira população atualizada dos 184 municípios do Ceará 1 de 1 Fortaleza ultrapassa Salvador na lista de cidades com maiores populações do Brasil — Foto: Governo do Estado do Ceará/Divulgação Fortaleza ultrapassa Salvador na lista de cidades com maiores populações do Brasil — Foto: Governo do Estado do Ceará/Divulgação Os, divulgado pelo IBGE nesta quarta-feira (28) revelam que a população cearense cresceu 4% desde 2010, de 8.451.644 para 8.791.688.

Qual é a maior capital do Nordeste?

Salvador – População: 2.872 milhões de habitantes. Maior cidade do Nordeste e quarta maior cidade do Brasil, Salvador é uma das cidades mais miscigenadas do mundo, o que favoreceu sua cultura e sua gastronomia.

Qual a capital do Ceará antes de Fortaleza?

A primeira vila reconhecida foi a de Aquiraz. Em 1726, a vila de Fortaleza passou a ser oficialmente a capital do Ceará após disputas com Aquiraz. Ceará é um dos estados brasileiros que compõe a Região Nordeste. Tem como limites o Oceano Atlântico ao norte; Paraíba a leste; Pernambuco, ao sul e Piauí, a oeste.

Qual é a maior capital do Ceará?

Censo 2022: Fortaleza é o quarto maior município brasileiro e a capital mais densa do país. Os dados preliminares do Censo 2022 apontaram Fortaleza, capital do Ceará, como o 4º maior município brasileiro.

Qual a cidade brasileira mais próxima da Europa?

Geografia – Imagem de satélite de Fortaleza De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE, o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Fortaleza. Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião de Fortaleza, que por sua vez estava incluída na mesorregião Metropolitana de Fortaleza,

O município tem como limites o Oceano Atlântico ao norte; Maracanaú, Itaitinga e Pacatuba ao sul; Caucaia a oeste e Eusébio e Aquiraz a leste. Com 312,353 km², Fortaleza é uma das menores capitais do país em área territorial. É, ainda, a capital estadual brasileira mais próxima do continente europeu, distando 5 608 km de Lisboa,

O meio ambiente de Fortaleza tem características semelhantes às de outras cidades de litoral do Brasil, O clima é quente, com temperatura anual média de 26 °C. A vegetação predominante é de mangue e restinga, Seu relevo é de planície litorânea e de tabuleiros pré-litorâneos,

O território possui altitude média de dezesseis metros. O Parque Ecológico do Cocó destaca-se por ser a maior área verde da cidade e um dos maiores parques urbanos da América Latina. Antes da deriva continental, a área onde Fortaleza surgiu era contígua à da cidade de Lagos, no Golfo da Guiné, na Nigéria,

O atual litoral das duas cidades surgiu há 150 milhões de anos, no Jurássico Superior,

Qual a cidade do Ceará mais longe de Fortaleza?

Distante em 351 km de Fortaleza, é a cidade. aniversariante desta quarta-feira (29), que completa 95. anos de história.

Qual era o antigo nome de Fortaleza?

Em 1710, a vila de Fortaleza passou a denominar-se São José do Ribamar do Aquiraz. Em 11-03-1711, por Alvará a vila volta a denominar-se Fortaleza. Pela Ordem Régia de 30-01-1713, é transferida a sede da vila de Fortaleza para Aquiraz.

Qual é a cidade mais importante do Estado do Ceará?

A capital Fortaleza tem queda na população desde 2010, mas ainda continua sendo o maior município do estado. A capital do Ceará, Fortaleza, teve uma queda de 1% no seu número de habitantes entre 2010 e 2022, para 2,43 milhões, segundo o censo demográfico de 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Em que o Ceará se destaca?

O Ceará é um estado brasileiro da região Nordeste, localizado na sub-região do Sertão nordestino, Caracteriza-se pelo clima Tropical Semiárido, marcado pelos baixos índices pluviométricos e longos períodos de estiagem. Na economia, destaca-se pela produção de couro e produtos derivados, matéria-prima essa empregada também no artesanato.

Qual é a etnia do povo cearense?

História – Ceará pré-colonial O Ceará era habitado ancestralmente por povos indígenas dos troncos Tupi (Tabajara, Potyguara, Tapeba, entre outros) e Jê (Kariri, Inhamum, Jucá, Kanindé, Tremembé, Karatius, entre outros), cujas tribos ainda hoje denominam vários topônimos no estado.

See also:  Quando Vai ComeAr A Copa Do Mundo?

Estes povos negociavam produtos como tatajuba, âmbar e algodão bravo com os estrangeiros que aportavam nas costas cearenses antes da chegada dos exploradores do Império Português, em 1603, por meio do litoral. Os portugueses tentaram, a partir de 1603, estabelecer-se nas terras cearenses, mas, em decorrência da intensa resistência dos nativos e da falta de conhecimento sobre como sobreviver às secas, não obtiveram sucesso.

A partir de 1654, com a saída dos holandeses, que dominaram a região em dois períodos históricos, e o enfraquecimento político dos povos indígenas locais, a colonização portuguesa começou a obter sucesso nesse território. Os esforços de povoamento objetivavam principalmente a vitória diante da resistência indígena e a garantia do domínio regional luso contra estrangeiros.

De acordo com algumas teorias, o navegador espanhol Vicente Yáñez Pinzón teria desembarcado na costa cearense — e não no Cabo de Santo Agostinho em Pernambuco como diz a versão tradicional — antes da viagem de Pedro Álvares Cabral ao Brasil. Pinzón chegou a um cabo identificado como Porto Formoso, que se acredita ser o Mucuripe, e Diego de Lepe, à barra do rio Ceará, em Fortaleza.

A chegada de Pinzón ao Ceará é debatida e defendida entre as possibilidades do controverso descobrimento pré-cabralino do Brasil. Essas descobertas, contudo, não puderam ser reivindicadas pela Espanha em decorrência do Tratado de Tordesilhas, de 1494.

  1. As terras equivalentes à Capitania do Ceará foram doadas a Antônio Cardoso de Barros na segunda metade do século XVI, porém, ele não se interessou em colonizá-las.
  2. Os franceses, que já negociavam âmbar-gris, as tatajubas, a pimenta e o algodão nativo com os povos indígenas, foram os primeiros europeus a se estabelecerem no Ceará.

Em 1590, eles fundaram a Feitoria da Ibiapaba. Os holandeses também já negociavam com os nativos cearenses, a exemplo do capitão Jean Baptista Sijens, que esteve no Mucuripe em 1600. Entre 1597 e 1598, um ramo da etnia potiguara, que habitava a região ao redor da Fortaleza dos Reis Magos, migrou e se fixou na região entre as margens dos rios Cocó e Ceará e nos sopés ao norte das serras de Pacatuba e Maranguape.

Qual é a capital do Brasil que mais cresce?

A capital que mais cresce é também a que mais trabalha pelo bem-estar de sua população População de Boa Vista aumentou 45,4%, segundo o Censo 2022. (Foto: Tony William/PMBV). A capital do país que mais cresceu nos últimos 12 anos foi Boa Vista, segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado mês passado.

Saltamos para 413 mil moradores nesse período – um aumento de 45,4% no número de pessoas que encontram na nossa cidade, caminhos para começar e recomeçar. Gente que vem de todos os lugares do Brasil e também de fora dele, em busca de oportunidades para escrever suas histórias. Manter a qualidade de vida em um cenário de crescimento populacional é o desafio da Prefeitura de Boa Vista.

Para isso, com investimentos sólidos e trabalho sério em prol da população, o Executivo Municipal direciona todos os recursos e condições necessárias para gerar oportunidades para a nossa gente. Todos os dias, tem trabalho em andamento em diversas as áreas: saúde, educação, urbanismo, infraestrutura, além de investimentos na economia, avançando no campo e na cidade.

  • Há sempre a mão da Prefeitura de Boa Vista como guia para a prestação desses serviços públicos de qualidade.
  • A lista do que está sendo feito agora, enquanto você lê esse texto, surpreende: São 48 grandes obras em execução neste momento, em todo município.
  • Obras de drenagem, pavimentação e urbanização estão em andamento agora no Bom Intento, Murilo Teixeira, Operário, João de Barro e Caranã.

Tem creche sendo construída e escolas reformadas no Equatorial, Sílvio Botelho, Centenário, Cidade Satélite, Araceli, Buritis e Paraviana. Seis Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão sendo levantadas no São Vicente, Equatorial, Vila Jardim, PA Nova Amazônia, Said Salomão e Airton Rocha. Investimentos da prefeitura beneficiam comunidades indígenas. (Foto: Jonathas Oliveira/PMBV). As comunidades indígenas recebem uma atenção especial da gestão municipal. Além de 12 escolas que atendem a 900 estudantes em língua materna, quadras poliesportivas estão sendo construídas na Serra da Moça, Murupu, Truaru, Vista Nova, Vista Alegre, Lago Grande, Darora, Ilha, Comunidade do Milho, Morcego e Bom Jesus.

  • As ações nessas localidades vão muito além, beneficiando diretamente as famílias indígenas.
  • Comunidades que encontraram na agricultura, bovinocultura e piscicultura, alternativas de autonomia, com o incentivo da gestão que leva seu apoio a mais distante delas: do alevino ao maquinário de produção de farinha, do fornecimento de insumos à implantação de Sistema de Irrigação Fotovoltaica, os investimentos geram resultados.

No empreendedorismo, impulsionamento de empregos e geração de renda, a prefeitura também se destaca. Boa Vista subiu para a 6ª posição no ranking de melhores capitais com cultura empreendedora do país, os melhores ambientes para se investir. O resultado é fruto de um levantamento feito pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap), que avalia condições de mercado que favoreçam o empreendedorismo por meio de políticas públicas desenvolvidas pelas administrações municipais.

No último ano, a cidade ganhou também a Agência Municipal de Empreendedorismo e Fomento (AME-BV), que tem aberto as portas para os novos negócios e impulsionado a geração de crédito para que os pequenos empreendedores deslanchem. A AME-BV já injetou R$ 1,5 milhão em linhas de microcrédito, que atenderam a 600 pequenos empresários.

Trabalhadores que estão crescendo com apoio e direcionamento, e que também celebram avanços da cidade. A capital da Cultura é detentora de títulos de grande porte, como o Boa Vista Junina – O Maior Arraial da Amazônia, e a maior paçoca do mundo, recém-celebrados em mais uma edição de sucesso do evento, com movimentação multimilionária para nossa economia direta e indireta. A capital passou a contar com o Centro Especializado em Transtorno do Espectro Autista. (Foto: Jonathas Oliveira/PMBV). A capital da Primeira Infância, com reconhecimento internacional de um trabalho bem executado em prol do desenvolvimento integral das nossas crianças – desde o Centro Especializado em Transtorno do Espectro Autista, pioneiro em toda a região, até a praça mais distante do Centro, com equipamentos lúdicos para ensinar aos pequenos enquanto brincam.

  • A capital da Educação de qualidade, com escolas modernas, tecnologia de ponta e profissionais qualificados.
  • Do livro didático à robótica, do método de ensino à merenda, tudo aqui é de excelência.
  • A capital do Servidor Público, com uma gestão que paga tudo em dia, que oferta licença-maternidade de sete meses e abre o diálogo sempre em busca de melhorias para que sua mão de obra seja sempre forte e capacitada.
See also:  Quando Ser Pascoa Em 2023?

A capital da qualidade de vida, do bem-estar e da esperança por dias melhores. E tem muito mais vindo pela frente. : A capital que mais cresce é também a que mais trabalha pelo bem-estar de sua população

Qual é a maior cidade do planeta?

#1: TÓQUIO (Japão)

Quais são as cidades mais ricas do Ceará?

Fortaleza, Maracanaú e São Gonçalo do Amarante se mantiveram como os três principais municípios para indústria estadual, mantendo a configuração dos dois anos anteriores. As participações no Valor Adicionado Bruto (VAB) total da indústria cearense foram, respectivamente, de 32,20%, 11,08% e de 7,96%.

Qual é a cidade mais antiga do Estado do Ceará?

De acordo com os levantamentos do pesquisador, a primeira vila a ser instalada no Ceará foi Aquiraz, em 1699; e a segunda, Fortaleza, em 1726. A terceira foi Icó, em 1738.

Qual a sigla Ceará?

A capital é Fortaleza e a sigla CE.

Como se abrevia Ceará?

Estados brasileiros e siglas

Estado Sigla
Bahia BA
Ceará CE
Espírito Santo ES
Goiás GO

Como é a sigla de Ceará?

Estados da Região Nordeste – A região nordeste é a terceira maior do País. É composta por nove estados : Maranhão (MA), Piauí (PI), Ceará (CE), Rio Grande do Norte (RN), Paraíba (PB), Pernambuco (PE), Alagoas (AL), Sergipe (SE) e Bahia (BA).

Qual é a sigla para Ceará?

Siglas dos estados brasileiros – Migalhas O leitor José Eduardo Tavares da Silva envia a seguinte mensagem ao Gramatigalhas : «Dr. José, as abreviaturas (siglas) dos Estados Brasileiros são escritas em alguns casos com as duas primeiras letras em maiúsculo e em outros casos apenas com a primeira letra maiúscula.

Por exemplo: Bahia: Ba; Minas Gerais: MG; Piauí: Pi; Rio de Janeiro: RJ. Imagino que a razão da abreviação com as duas letras maiúsculas esteja no nome composto dos Estados e nos demais apenas a primeira letra é permanece maiúscula. Aqui no meu Estado (Ba) a Universidade Federal da Bahia sempre teve a sua sigla UFBa.

Estaria certo este meu raciocínio? Quanto às placas policiais dos veículos acredito que invariavelmente ambas as letras são maiúsculas para facilitar a visibilidade na identificação da placa. Grato.» 1) Um leitor envia sua dúvida, aduzindo os seguintes argumentos: I) as siglas dos estados brasileiros são escritas algumas só com a inicial maiúscula (Ba), enquanto outras com todas as letras maiúsculas (RJ, MG); II) acredita ele que a sigla toda maiúscula se deve ao fato de ser composto o nome de alguns estados; III) quanto aos demais, de nomes simples, apenas a primeira letra deve ser maiúscula.2) Num primeiro aspecto, em termos genéricos, anota-se que, para o emprego de maiúsculas e minúsculas nas siglas, José de Nicola e Ernani Terra mandam observar uma primeira regra de que «as siglas formadas por até três letras são grafadas em maiúsculas: PT, CBF, ONU, OAB, STF, etc.».3) Acrescentam uma segunda regra de que «as siglas com mais de três letras devem ser grafadas com inicial maiúscula e as demais, minúsculas: Incra, Unesco, Fiesp, Embratur, etc.».4) E complementam: «Se, porém, as siglas formadas por mais de três letras não puderem ser pronunciadas como se fosse uma palavra normal, também se grafarão em maiúsculas: ABNT, INSS, BNDES, CNBB, CPOR, DNER, etc.».1

5) Após essas observações, anota-se que as siglas dos vinte e seis estados e do distrito federal são, respectivamente: Acre – AC; Alagoas – AL; Amapá – AP; Amazonas – AM; Bahia – BA; Ceará – CE; Distrito Federal – DF; Espírito Santo – ES; Goiás – GO; Maranhão – MA; Mato Grosso – MT; Mato Grosso do Sul – MS; Minas Gerais – MG; Pará – PA; Paraíba – PB; Paraná – PR; Pernambuco – PE; Piauí – PI; Roraima – RR; Rondônia – RO; Rio de Janeiro – RJ; Rio Grande do Norte – RN; Rio Grande do Sul – RS; Santa Catarina – SC; São Paulo – SP; Sergipe – SE; Tocantins – TO. 6) Da observação das siglas acima, podem extrair-se as seguintes conclusões: I) Em estados com nome composto, a formação das abreviaturas aproveitou a inicial dos dois nomes: Distrito Federal – DF, Espírito Santo – ES, Minas Gerais – MG, Rio de Janeiro – RJ, Santa Catarina – SC, São Paulo – SP; II) Nessas circunstâncias, se já havia outro estado com a mesma sigla, então se fixou a diferença por algum outro modo: Mato Grosso – MT, Mato Grosso do Sul – MS; III) Quando houve, desde o início, um estado no norte e um no sul com a mesma sigla resultante, a diferença se fixou pela localização: Rio Grande do Norte – RN, Rio Grande do Sul – RS; IV) Nos estados com nome simples, buscou-se a feitura da sigla pelo aproveitamento das duas primeira letras: Acre – AC, Alagoas – AL, Amazonas – AM, Bahia – BA, Ceará – CE, Goiás – GO, Maranhão – MA, Pará – PA, Pernambuco – PE, Piauí – PI, Rondônia – RO, Sergipe – SE, Tocantins – TO; V) – Também nesse caso, se já havia uma sigla resultante por esse processo, a diferenciação se fez por algum outro artifício: Amapá – AP, Paraíba – PB, Paraná – PR, Roraima – RR. 7) Com base em todas as considerações feitas, podem-se extrair as seguintes conclusões concernentes ao caso da consulta: I) Todos os estados brasileiros e o distrito federal têm siglas com apenas duas letras, não importando a extensão de seus nomes: II) Ambas as letras de tais siglas são grafadas com maiúsculas, não importando tamanho do nome do estado nem o modo de formação da sigla; III) A sigla do estado da Bahia (BA) foi formulada pelo modo mais natural, a saber, pelo aproveitamento das duas primeiras letras; IV) A partir das considerações feitas, tal sigla, como as dos demais estados brasileiros, é grafada integralmente com maiúsculas; V) Também por conta das razões expostas, a sigla da Universidade Federal da Bahia – porque não se pronuncia como uma palavra autônoma – se escreve integralmente com maiúsculas (UFBA); VI) A escrita de toda a sigla em maiúscula independe do fato de que, eventualmente, para sua formação, haja contribuído uma palavra com mais letras do que outra (Bahia teria contribuído com duas letras, enquanto Universidade e Federal, cada qual delas com uma). _

1 Cf. NICOLA, José de; TERRA, Ernani.1.001 Dúvidas de Português.10. ed. São Paulo: Saraiva, 2000.p.118. : Siglas dos estados brasileiros – Migalhas