Moulin Rouge | Temuco

Consejos | Trucos | Comentarios

Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé?

Qual a diferença da religião Umbanda e Candomblé?

Sem rodeios, começaremos esse artigo hoje com uma pergunta: você já ouviu falar em intolerância religiosa? O termo, recentemente levantado em um reality show de grande alcance aqui no Brasil, é considerada uma forma de violência de caráter físico ou simbólico, como explica esse artigo do Jornal da USP, Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Para o Plenae, toda manifestação de fé importa, já que o Espírito é um dos seis pilares que sustentam nosso discurso. Tanto é que já convidamos em nosso podcast não só personagens de diferentes religiões, mas também que tivessem esse mesmo discurso de abraçar a crença alheia, independente de qual seja ela.

É o caso de Fafá de Belém, Ale Edelstein, Fernanda Souza, Paulo Vicelli e até mesmo o monge Satyanatha, E por que estamos falando sobre esse assunto? Explicamos: duas das religiões mais afetadas por essa intolerância religiosa, que vale dizer, é sempre bastante carregada de desinformação, são o candomblé e o umbandismo.

Mas qual é a diferença entre as duas, que são frequentemente confundidas? É o que vamos entender a seguir! Por dentro do candomblé Diretamente da África, mais especificamente da região onde hoje encontra-se os países Nigéria e Benin, como explica o Museu Afro, o candomblé é mais antigo e vem de fora do Brasil – essas já são as duas principais características que o diferenciam do umbandismo.

Mas não é só isso. O termo candomblé, como explica este artigo, vem da junção das palavras quimbundo candombe (dança com atabaques) + iorubá ilê (casa), que significa casa da dança com atabaques. Decorrida do animismo africano – que é a crença de que entidades não humanas possuem uma essência espiritual – a religião tem por base a alma da Natureza.

Em resumo, para seus seguidores, os animais e plantas possuem espiritualidade. Essa corrente cultua orixás, que são suas entidades e tem idioma, danças e rituais próprios. Atualmente há cerca de 3 milhões de adeptos em todo o mundo, tanto na América quanto na Europa, mas a maior parte deles está justamente aqui, no Brasil. Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Sobre esses rituais, eles podem ser tanto matriarcal – quando somente as mães de santo assumem a liderança (as bablorixá). Ou patriarcal – quando a liderança é assumida apenas por homens, os chamados pais de santo (ou yalorixá). Há ainda a mista, que é quando a liderança do terreiro pode ser assumida tanto por homens quanto por mulheres.

  • E les sempre se iniciam com o despacho do Exu, em ritmo de dança, ao som de batidas de tambores, com oferendas de vegetais, minerais e sacrifício de alguns animais.
  • Além de homenagear as forças naturais, o candomblé também busca trabalhar questões terrenas.
  • As danças, roupas e oferendas são também homenagens, mas essas aos orixás.

Para os candomblecistas, os orixás são deuses supremos de personalidade e habilidades distintas que possuem preferências ritualísticas e escolhem em quem incorporar. Cada um deles tem um dia específico, roupas com cores específicas e alimentos próprios.

É necessário que tudo esteja purificado e à altura do orixá, por isso a higiene, a alimentação e os trajes devem ser adequados – como segue explicando o artigo, Apesar de cultuarem essas entidades múltiplas, o candomblé é uma religião monteísta, pois cada uma de suas três nações cultua um só deus. A nação Ketu cultua Olorum, a nação Bantu, NZambi e a nação Jeje cultua Mawu.

Eles ainda acreditam na vida após a morte e na predestinação. Por fim, o candomblé tem outros nomes ao redor do país. Em Recife, por exemplo, a religião é conhecida como Xangô, mas no Rio de Janeiro recebe o nome de Macumba. No entanto, o termo Macumba tem sido rejeitado pelos seguidores do candomblé por ter uma conotação pejorativa.

  1. Mergulhando na umbanda Nascida aqui, em terras tupiniquins, a umbanda tem Niterói, no Rio de Janeiro, como seu berço, segundo esse artigo.
  2. Ela é jovem e tem um pouco mais do que um século de existência, pois nasceu em 1908, fundada por Zélio Fernandino de Moraes, como conta esse artigo.
  3. Ela é uma mistura de um tanto de coisas, do jeito que a miscigenação brasileira gosta.

Elementos espíritas e bantos (uma etnia africana), influências indígenas, católicas, cabalísticas, mescla de português com kimbundo e tupi-guarani: tudo isso é parte da identidade dessa religião que é tão multicultural. E, como não poderia faltar, há influência do candomblé também – e talvez por isso a confusão de muitos.

  1. Isso porque na umbanda, os orixás também são cultuados, mas além deles há os guias, que ajudam no contato com espíritos desencarnados.
  2. São eles: pretos velhos, pombagiras, caboclos, marinheiros, etc.
  3. Ela ainda baseia-se em três 3 conceitos fundamentais: Luz, Caridade e Amor.
  4. No vocabulário quimbundo, de Angola, umbanda significa «a arte de curar».

Para alguns estudiosos, a umbanda seria uma espécie de candomblé sem sacrifícios de animais, um fator que aproximaria a religião da população branca e urbana do começo do século XX. O kardecismo, que é uma corrente espírita, também serviu de inspiração com alguns conceitos, como o de «evolução» e «reencarnação». Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé O catolicismo também entra na jogada, já que Jesus é a referência espiritual e é possível encontrar sua imagem em lugar destacado nos altares das casas ou de terreiros de umbanda, também conhecidos como barracão. Nesses locais, são feitas várias celebrações ao ar livre, junto à natureza, em rios, cachoeiras ou na praia.

  1. Novamente, mais uma semelhança com o candomblé: essas cerimônias são presididas por um «pai» ou «mãe».
  2. Aqui nesse caso, trata-se de um sacerdote que comanda os ritos e a casa, além de ensinar a doutrina e os segredos da umbanda aos seus discípulos.
  3. Nessas cerimônias, os tradicionais «passes» são concedidos aos fiéis que buscam reorganizar seus campos energéticos.

Há também as sessões de descarrego, que buscam aliviar as possíveis energias negativas captadas no ambiente ou em algum indivíduo. As cores brancas são as mais usadas e casamentos ou batizados também são celebrados. Os orixás encontrados na Umbanda são: Oxalá, Xangô, Iemanjá, Ogum e Oxossi, Oxum, Iansã, Omulú e Nanã. Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Um pouco de tudo Agora que você já mergulhou nesses conceitos, percebe que não há nada que ambas as crenças preguem se não o amor e as diferentes formas de crer naquilo que não se vê. Como qualquer religião, a manifestação da fé é uma busca pelo divino que habita em cada um de nós, mas se manifesta de formas diferentes.

O que se prega no Candomblé?

Uma «metafísica sutil» – Muitas vezes se dá demasiada atenção às festas do candomblé, que são seu aspecto mais público e visível, deixando de considerar que a religião dos candomblés também corresponde a toda uma visão de mundo. O candomblé propõe uma relação bastante individualizada entre o fiel e o orixá que é seu patrono.

  1. Com isso, sua diversificada mitologia fornece um instrumento a partir do qual organizar e compreender melhor a diversidade dos homens e de suas ações no mundo e orientar o comportamento das pessoas.
  2. Embora reconheça divisões e às vezes até conflitos entre os orixás e seus filhos, também afirma que o universo só se sustenta a partir de uma trama de comunicações, interações e complementaridades entre as partes.
See also:  Qual A FunO Do EstôMago?

Cada fiel deve render homenagem a seu orixá, mas é toda a comunidade que se beneficia das bênçãos coletivas do conjunto dos orixás. O que seria de uma comunidade que preza pela guerra de Ogum, mas é incapaz de promover o amor de Iemanjá? Assim, o candomblé ensina a seus fiéis que diferentes tipos de ação ou personalidade, diferentes fenômenos da vida cotidiana, antes de serem intrinsecamente bons ou ruins, são necessários à continuidade saudável vida desde que se exerçam com harmonia.

O que Umbanda e Candomblé têm em comum?

Relação dos orixás com os santos católicos – Os orixás, cultuados tanto na umbanda quanto no candomblé, foram associados por adeptos dessas duas religiões aos santos católicos. Isso porque durante, o período colonial, quando os primeiros africanos foram raptados e trazidos para terras brasileiras como escravos, a religião oficial da colônia era o catolicismo e qualquer ritual pagão era duramente coibido.

O que se prega na Umbanda?

A Umbanda é uma religião eminentemente espiritista e espiritualizadora. Portanto, a fé professada pelos seus praticantes, médiuns em sua maioria, exige uma crença forte em Deus e na existência do mundo espiritual que interage o tempo todo com o plano material.

O que é Jesus na Umbanda?

Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião brasileira Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião (Foto: Clara Angeleas/MinC) Além da Proclamação da República, o Brasil comemora no dia 15 de novembro o Dia Nacional da Umbanda. A data remonta à data no ano de 1908 quando, aos 17 anos, Zélio Fernandino de Moraes, morador de São Gonçalo, subúrbio do Rio de Janeiro, recebeu uma que o instruiu a criar um culto,

Nasceu assim uma nova religião, 100% brasileira. Conheça a seguir 5 pontos para entender melhor a umbanda: Origem A palavra «umbanda» é originária da língua quimbunda, de Angola. Significa «», «arte de curar». Foi criada após o adolescente, prestes a ingressar na Marinha, apresentar uma paralisia inexplicada e um comportamento estranho.

Sua família o levou a um em Niterói, onde ele incorporou o espírito do Caboclo das Sete Encruzilhadas, que o instruiu a criar uma nova, saiba mais Brasileiros refazem rotas da escravidão e ressignificam memória africana Quatro perguntas e respostas para entender o Espiritismo Crenças As crenças da umbanda misturam elementos de candomblé, kardecista e,

  • É uma religião monoteísta, centrada na figura de um deus único e onipresente chamado Olorum.
  • Mas existem também outras divindades, conhecidas como orixás, e guias espirituais (as entidades).
  • O evangelho de é uma das suas referências morais por meio de valores como e fraternidade – o próprio Cristo é uma figura de destaque na figura do orixá Oxalá.

A religião prega também a imortalidade da alma, a reencarnação, e a existência e a interação com entidades espirituais. Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião (Foto: Clara Angeleas/MinC) Divindades e entidades Abaixo de Olorum, são reverenciados os orixás da tradição iorubá, reconhecidos como entidades superiores, que variam de acordo com cada vertente da religião.

São eles: Oxalá, Oxum, Oxóssi, Xangô, Ogum, Obaluaiê, Yemanjá, Oyá, Oxumaré, Obá, Egunitá, Yansã, Nanã e Omolu. Abaixo dos orixás, as entidades espirituais são organizadas em linhas e falanges, com diferentes categorias: Caboclos, os espíritos ; Pretos Velhos, espíritos de velhos ; Exus, espíritos de bem, mensageiros dos orixás; Pombas Giras, identificadas como damas da noite ou ; e Erês: espíritos das,

Práticas e rituais As cerimônias e cultos de umbanda são realizados em casas, terreiros e barracões, ou ao ar livre, junto à, Os ritos são presididos por um «pai» ou uma «mãe», responsáveis por ensinar a doutrina aos discípulos. Os rituais visam evocar os orixás e entidades espirituais a fim purificarem as energias dos participantes.

  • Os ritos não seguem uma ordem definida, podem variar de acordo com o local, o pai ou mãe-de-santo e a vertente.
  • Os mais comuns são as sessões de passe (a imposição de mãos, onde se reorganiza as energias espirituais da pessoa) e de descarrego (ritual de limpeza espiritual, pode envolver o uso de ervas).

A umbanda também celebra batizados, consagrações e, saiba mais 5 fotos que retratam o trabalho antropológico do fotógrafo Pierre Verger Você consegue localizar os países da África de maneira correta? Umbanda hoje Segundo o Censo de 2010, o número de umbandistas no Brasil chega a 432 mil.

  1. Mas, em entrevista à BBC Brasil a representante da Congregação Espírita Umbandista do Brasil, Fátima Damas, disse acreditar que este número é subnotificado.
  2. Muitos umbandistas não admitem publicamente que são umbandistas.
  3. Por medo ou vergonha, preferem dizer que são católicos», disse na reportagem de 2018.

Assim com outras religiões de, a umbanda enfrenta um cenário de intolerância religiosa. Foram 152 casos em 2018, um aumento de 5,5% em relação a 2017, segundo informações do Disque 100 do Ministério da Mulher, Família e, Em comparação, as demais religiões, excluindo as de matriz africana, sofreram uma queda de 9,9% nas denúncias de discriminação no mesmo período. Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião (Foto: Clara Angeleas/MinC) : Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião brasileira

Quem é Jesus Cristo na Umbanda?

Dia de Natal, 25 de dezembro, também é Dia de Oxalá, sincretizado com Jesus Cristo. O dia de Natal, celebrado no cristianismo, é de grande importância também para as religiões de matriz africana.

O que não é permitido no candomblé?

São quizilas comuns a todos os terreiros de candomblé: não comer caranguejo, peixe-de-pele, cajá, jaca, berinjela, alguns tipos de marisco, raia-pintada.

Quem é do candomblé acredita em deus?

Além dos orixás, os candomblecistas também acreditam na existência de um deus soberano, chamado de Olódùmarè. A quantidade de orixás varia de acordo com o tipo de candomblé. Podem ser até 20 orixás, e cada um possui uma característica de ação.

Qual o nome do deus do candomblé?

Candomblé – O candomblé é mais antigo e está muito mais próximo dos ritos africanos, pois é uma junção mais pura e direta dos diversos cultos africanos trazidos pelos negros escravizados. Estima-se que surgiu na Bahia e espalhou-se, primeiramente, por terras nordestinas.

Ketu, de tradição yorubá, dos povos nagô; Jeje, de tradição fon, dos povos jeje; Bantu, de tradição bacongo, dos povos angolanos; Caboclo, junção das entidades africanas e dos espíritos cultuados pelos povos indígenas;

See also:  Quem Esta No ParedO Bbb 23?

Nos rituais do candomblé, são feitas oferendas (geralmente comidas típicas) para agradar aos orixás, acompanhadas de batuques e dança. As batucadas e os cantos que acompanham a música variam de acordo com a origem da denominação em prática no terreiro.

Os ketus, por exemplo, têm cantos entoados em yorubá (língua dos povos daquela etnia), enquanto os bantus (angolanos) entoam cânticos em bantu bacongo. No candomblé, não é comum a prática de incorporação ou da mediunidade, Os rituais em terreiros são espécies de festas em oferta, com comida farta, música e dança, o que na crença dessa religião atrai os espíritos ancestrais e os orixás.

As pessoas presentes nesses rituais, quando iniciadas na religião, entram em uma espécie de transe e dançam de acordo com os seus orixás de cabeça (o orixá que guia a vida de cada pessoa). O sacerdócio nos terreiros de candomblé é exercido pelo Babalorixá (caso seja um homem) ou pela Yalorixá (caso seja uma mulher).

  1. Ao contrário da umbanda, os cultos dessa religião não utilizam drogas, como tabaco e álcool.
  2. A mitologia africana aponta, além dos orixás, a existência de um deus soberano, chamado de Olódùmarè,
  3. Quanto aos orixás cultuados, a quantidade varia de acordo com o tipo de candomblé.
  4. Em geral, há em torno de dezesseis ou vinte orixás, cada um com sua qualidade e especificidade.

Os candomblecistas acreditam na imortalidade da alma e na reencarnação.

Quem é a Umbanda acredita em deus?

A Umbanda é uma religião eminentemente espiritista e espiritualizadora. Portanto, a fé professada pelos seus praticantes, médiuns em sua maioria, exige uma crença forte em Deus e na existência do mundo espiritual que interage o tempo todo com o plano material.

Quem veio primeiro Umbanda ou Candomblé?

Candomblé – O candomblé é mais antigo e está muito mais próximo dos ritos africanos, pois é uma junção mais pura e direta dos diversos cultos africanos trazidos pelos negros escravizados. Estima-se que surgiu na Bahia e espalhou-se, primeiramente, por terras nordestinas.

Ketu, de tradição yorubá, dos povos nagô; Jeje, de tradição fon, dos povos jeje; Bantu, de tradição bacongo, dos povos angolanos; Caboclo, junção das entidades africanas e dos espíritos cultuados pelos povos indígenas;

Nos rituais do candomblé, são feitas oferendas (geralmente comidas típicas) para agradar aos orixás, acompanhadas de batuques e dança. As batucadas e os cantos que acompanham a música variam de acordo com a origem da denominação em prática no terreiro.

  1. Os ketus, por exemplo, têm cantos entoados em yorubá (língua dos povos daquela etnia), enquanto os bantus (angolanos) entoam cânticos em bantu bacongo.
  2. No candomblé, não é comum a prática de incorporação ou da mediunidade,
  3. Os rituais em terreiros são espécies de festas em oferta, com comida farta, música e dança, o que na crença dessa religião atrai os espíritos ancestrais e os orixás.

As pessoas presentes nesses rituais, quando iniciadas na religião, entram em uma espécie de transe e dançam de acordo com os seus orixás de cabeça (o orixá que guia a vida de cada pessoa). O sacerdócio nos terreiros de candomblé é exercido pelo Babalorixá (caso seja um homem) ou pela Yalorixá (caso seja uma mulher).

Ao contrário da umbanda, os cultos dessa religião não utilizam drogas, como tabaco e álcool. A mitologia africana aponta, além dos orixás, a existência de um deus soberano, chamado de Olódùmarè, Quanto aos orixás cultuados, a quantidade varia de acordo com o tipo de candomblé. Em geral, há em torno de dezesseis ou vinte orixás, cada um com sua qualidade e especificidade.

Os candomblecistas acreditam na imortalidade da alma e na reencarnação.

O que não se pode fazer na Umbanda?

Cerimônias da umbanda – Nestes locais realizam-se sessões de «passe», em que a entidade reorganiza o «campo energético astral» da pessoa. Igualmente são feitas sessões de «descarrego», quando é captada a energia negativa da pessoa e transferida para os fundamentos do templo.

Quais são os 7 símbolos da Umbanda?

Estrelas, sóis, lanças, flechas, triângulos, folhas, raios, cruzes e ondas são os mais comuns. Dentre os inúmeros pontos riscados presentes na Umbanda, todos possuem a mesma função: evocar as entidades que vão ser trabalhadas, além de servirem como reservatório de energias e trazerem fluídos e medicamentos.

Em que um Umbanda acredita?

Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião brasileira Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião (Foto: Clara Angeleas/MinC) Além da Proclamação da República, o Brasil comemora no dia 15 de novembro o Dia Nacional da Umbanda. A data remonta à data no ano de 1908 quando, aos 17 anos, Zélio Fernandino de Moraes, morador de São Gonçalo, subúrbio do Rio de Janeiro, recebeu uma que o instruiu a criar um culto,

Nasceu assim uma nova religião, 100% brasileira. Conheça a seguir 5 pontos para entender melhor a umbanda: Origem A palavra «umbanda» é originária da língua quimbunda, de Angola. Significa «», «arte de curar». Foi criada após o adolescente, prestes a ingressar na Marinha, apresentar uma paralisia inexplicada e um comportamento estranho.

Sua família o levou a um em Niterói, onde ele incorporou o espírito do Caboclo das Sete Encruzilhadas, que o instruiu a criar uma nova, saiba mais Brasileiros refazem rotas da escravidão e ressignificam memória africana Quatro perguntas e respostas para entender o Espiritismo Crenças As crenças da umbanda misturam elementos de candomblé, kardecista e,

É uma religião monoteísta, centrada na figura de um deus único e onipresente chamado Olorum. Mas existem também outras divindades, conhecidas como orixás, e guias espirituais (as entidades). O evangelho de é uma das suas referências morais por meio de valores como e fraternidade – o próprio Cristo é uma figura de destaque na figura do orixá Oxalá.

A religião prega também a imortalidade da alma, a reencarnação, e a existência e a interação com entidades espirituais. Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião (Foto: Clara Angeleas/MinC) Divindades e entidades Abaixo de Olorum, são reverenciados os orixás da tradição iorubá, reconhecidos como entidades superiores, que variam de acordo com cada vertente da religião.

São eles: Oxalá, Oxum, Oxóssi, Xangô, Ogum, Obaluaiê, Yemanjá, Oyá, Oxumaré, Obá, Egunitá, Yansã, Nanã e Omolu. Abaixo dos orixás, as entidades espirituais são organizadas em linhas e falanges, com diferentes categorias: Caboclos, os espíritos ; Pretos Velhos, espíritos de velhos ; Exus, espíritos de bem, mensageiros dos orixás; Pombas Giras, identificadas como damas da noite ou ; e Erês: espíritos das,

Práticas e rituais As cerimônias e cultos de umbanda são realizados em casas, terreiros e barracões, ou ao ar livre, junto à, Os ritos são presididos por um «pai» ou uma «mãe», responsáveis por ensinar a doutrina aos discípulos. Os rituais visam evocar os orixás e entidades espirituais a fim purificarem as energias dos participantes.

See also:  Qual O Melhor AntibiTico Para InfecçãO UrináRia?

Os ritos não seguem uma ordem definida, podem variar de acordo com o local, o pai ou mãe-de-santo e a vertente. Os mais comuns são as sessões de passe (a imposição de mãos, onde se reorganiza as energias espirituais da pessoa) e de descarrego (ritual de limpeza espiritual, pode envolver o uso de ervas).

A umbanda também celebra batizados, consagrações e, saiba mais 5 fotos que retratam o trabalho antropológico do fotógrafo Pierre Verger Você consegue localizar os países da África de maneira correta? Umbanda hoje Segundo o Censo de 2010, o número de umbandistas no Brasil chega a 432 mil.

  • Mas, em entrevista à BBC Brasil a representante da Congregação Espírita Umbandista do Brasil, Fátima Damas, disse acreditar que este número é subnotificado.
  • Muitos umbandistas não admitem publicamente que são umbandistas.
  • Por medo ou vergonha, preferem dizer que são católicos», disse na reportagem de 2018.

Assim com outras religiões de, a umbanda enfrenta um cenário de intolerância religiosa. Foram 152 casos em 2018, um aumento de 5,5% em relação a 2017, segundo informações do Disque 100 do Ministério da Mulher, Família e, Em comparação, as demais religiões, excluindo as de matriz africana, sofreram uma queda de 9,9% nas denúncias de discriminação no mesmo período. Qual A DiferenA Entre Umbanda E Candomblé Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião (Foto: Clara Angeleas/MinC) : Umbanda: 5 pontos para conhecer a religião brasileira

Quem é a pomba gira na Umbanda?

A Pomba Gira é um espírito ligado aos prazeres carnais. Sua função é ajudar aqueles que lhe pedem proteção. Segundo alguns sacerdotes, a Pomba Gira é constituída de espíritos de mulheres que tiveram vidas insubmissas, ‘fora das normas’.

O que a Bíblia fala sobre a umbanda?

Umbanda é o retrato do Brasil, diz pastor A umbanda é um retrato da alma brasileira, e seu patrimônio deve ser muito bem cuidado porque é parte da riqueza cultural do Brasil. Essa é a opinião do teólogo e pastor presbiteriano da Igreja Reformada Ecumênica, Alexandre Marques: — A umbanda é uma religião de profunda tolerância por ser, sobretudo, ecumênica.

Em seus templos, há imagens de Jesus, respeito à Bíblia, às tradições do Nordeste. É uma religião que consegue congregar elementos diversos, justamente porque representa um retrato da alma brasileira. Nosso povo é profundamente mestiço e congregador. Lição de democracia Para o pastor, o respeito às tradições e a capacidade de diálogo e tolerância com as religiões são atos que preservam o espírito democrático do país inteiro: — Todo o patrimônio religioso deve ser respeitado como monumento.

Cada templo é uma referência porque mostra raízes distintas, mas que enriquecem o povo inteiro. Seja um centro espírita, uma catedral católica, uma igreja evangélica, um terreiro de candomblé. : Umbanda é o retrato do Brasil, diz pastor

Tem Bíblia na umbanda?

Diferentemente das três grandes religiões monoteístas ocidentais (o cristianismo, o judaísmo e o islamismo ), a umbanda e o candomblé não possuem uma tradição escrita marcada por um livro sagrado, como a bíblia, a torá e o corão. As religiões retratadas neste artigo possuem uma origem comum, nos ritos africanos, e uma tradição marcada essencialmente pela oralidade e, no caso do candomblé, pelo aprendizado religioso direto por meio da prática cotidiana da religião no terreiro (local onde são realizados os rituais religiosos tanto da umbanda quanto do candomblé).

A cruel escravização de povos africanos em terras brasileiras ocasionou a mistura de povos e culturas diferentes. Em nosso país, fundiram-se a cultura, o sangue e os costumes de povos nativos (indígenas), africanos e europeus. Os africanos trouxeram consigo a prática de cultos religiosos comuns em todo o território africano destinados à gratidão e aos pedidos aos orixás.

Leia também: A origem dos terreiros de candomblé

O que significa a palavra Exu na Bíblia?

Quando se veem as primeiras Bíblias traduzidas para o iorubá ou fon-ewe, Exu ou Legba é traduzido como ‘evil’, o mal (em inglês), o diabo. Mesmo o Alcorão traduzido para o iorubá o coloca como ash-Shaitan, o demônio.

Quem é feita de santo Na Umbanda?

Um abiaxé é aquele que recebeu ainda na barriga da mãe os sacrifícios de uma iniciação ou obrigação. Por conta disso, o abiaxé não precisa se iniciar no candomblé; ele já nasce feito.

Qual famoso e da religião Umbanda?

23/03/2016 23h51 Miguel Falabella, Chica Xavier, Juliana Paes, Daniela Mercury, Leci Brandão, Zeca Pagodinho, Jorge Fernando e Henri Castelli estão entre os famosos adeptos da umbanda. O pai Guimarães de Ogum denuncia que existe muito preconceito contra os umbandistas.

O que a religião Umbanda acredita?

A Umbanda é uma religião eminentemente espiritista e espiritualizadora. Portanto, a fé professada pelos seus praticantes, médiuns em sua maioria, exige uma crença forte em Deus e na existência do mundo espiritual que interage o tempo todo com o plano material.

Qual é o nome de deus no Candomblé?

No Candomblé, o Deus supremo é chamado de Olorun, Nzambi ou Olodumare. Representa o todo, é a natureza completa, que se divide em diversas divindades, responsáveis pelas diferentes energias da natureza.

Qual é a doutrina do Candomblé?

Uma «metafísica sutil» – Muitas vezes se dá demasiada atenção às festas do candomblé, que são seu aspecto mais público e visível, deixando de considerar que a religião dos candomblés também corresponde a toda uma visão de mundo. O candomblé propõe uma relação bastante individualizada entre o fiel e o orixá que é seu patrono.

  1. Com isso, sua diversificada mitologia fornece um instrumento a partir do qual organizar e compreender melhor a diversidade dos homens e de suas ações no mundo e orientar o comportamento das pessoas.
  2. Embora reconheça divisões e às vezes até conflitos entre os orixás e seus filhos, também afirma que o universo só se sustenta a partir de uma trama de comunicações, interações e complementaridades entre as partes.

Cada fiel deve render homenagem a seu orixá, mas é toda a comunidade que se beneficia das bênçãos coletivas do conjunto dos orixás. O que seria de uma comunidade que preza pela guerra de Ogum, mas é incapaz de promover o amor de Iemanjá? Assim, o candomblé ensina a seus fiéis que diferentes tipos de ação ou personalidade, diferentes fenômenos da vida cotidiana, antes de serem intrinsecamente bons ou ruins, são necessários à continuidade saudável vida desde que se exerçam com harmonia.

O que não se pode fazer na Umbanda?

Cerimônias da umbanda – Nestes locais realizam-se sessões de «passe», em que a entidade reorganiza o «campo energético astral» da pessoa. Igualmente são feitas sessões de «descarrego», quando é captada a energia negativa da pessoa e transferida para os fundamentos do templo.