Moulin Rouge | Temuco

Consejos | Trucos | Comentarios

Qual O Melhor ColGeno Para Pele?

Qual O Melhor ColGeno Para Pele

Qual o colágeno mais completo para pele?

1- Colágeno Hidrolisado Tipo 1: – O Colágeno hidrolisado tipo 1 é o mais comum no nosso corpo. Para entendermos bem esse conceito, basta pensarmos que o colágeno é produzido dentro do organismo humano e o tipo 1 é aquele que está em mais abundância em nós.

Qual o melhor tipo de colágeno para pele flácida?

A importância dos colágenos tipo 1 e 3 no combate a flacidez – Assim como o Verisol, a presença de tipo 1 e tipo 3 em um nutricosmético também é um forte indício de qual o melhor colágeno para flacidez disponível no mercado. Essas proteínas estão presentes em todo o corpo humano, mas sofrem uma queda na produção depois dos 25 anos.

  1. Portanto, com uma boa suplementação é possível reconquistar bons níveis de colágeno e manter a pele firme por mais tempo.
  2. O colágeno tipo 1 promove a elasticidade e resistência da pele, bem como o fortalecimento de unhas e cabelos.
  3. O colágeno tipo 3 também oferece os mesmos efeitos no combate a flacidez, uma vez que contribui com renovação celular e estimula a produção orgânica de colágeno na pele.

Essas duas proteínas associadas aos peptídeos bioativos do Verisol são capazes de facilitar a absorção dessa substância pelo corpo, além de impulsionar a fabricação desse importante elemento pelo organismo. Se você já sabe o que consultar no rótulo antes de adquirir o seu nutricosmético, é importante ressaltar que poucos produtos do mercado oferecem essa combinação.

O que é bom para melhorar a flacidez da pele?

Cuidados básicos para evitar e prevenir a flacidez – Como a pele é o órgão que mais reflete os efeitos da passagem do tempo, a Sociedade Brasileira de Dermatologia destaca que sua saúde e aparência estão diretamente relacionadas aos hábitos alimentares e ao estilo de vida escolhido.

  1. Você pode prevenir a flacidez desenvolvendo alguns hábitos saudáveis.
  2. Ter uma alimentação equilibrada contribui para diminuir e até mesmo prevenir a flacidez.
  3. Por isso, invista em alimentos ricos em antioxidantes, como leites, cereais e peixes, que ajudam a manter a pele firme.
  4. Outra dica é praticar atividades físicas regularmente, como pilates e musculação, que estimulam o tônus muscular e a diminuição do tecido adiposo.

Isso é importante porque a gordura pode esconder um músculo tonificado, ocasionando a flacidez. Assim, você também consegue evitar a variação de peso e o efeito sanfona, que deixa a pele flácida e pode causar estrias, Além disso, massagear os músculos faciais ajuda a manter a pele firme.

  • Se beneficie também do uso do protetor solar diariamente, pois a exposição ao sol sem proteção faz com que a pele perca força.
  • O Protetor Solar Tonalizante FPS 50 Duo Cake é o mais indicado para peles maduras.
  • Isso porque, sua fórmula com Ácido Hialurônico garante hidratação intensiva da pele e ação antienvelhecimento, reduzindo rugas e linhas de expressão, além de proteger contra a luz visível e conferir efeito mate.

Recomendado para peles mais oleosas e sensíveis, o Protetor Solar Mousse FPS 50 é uma excelente alternativa para prevenir a flacidez. Como contém carnosina, ativo específico antiglicante e deglicante, é capaz de proteger e reverter os danos das fibras de colágeno, melhorando a firmeza da pele e prevenindo a flacidez, além de conter diversos outros benefícios em sua fórmula.

Qual o colágeno para pele tipo 1 ou 2?

Para que serve o colágeno? – A família do colágeno representa cerca de 35% do total de proteínas em nosso corpo. Na pele, essas proteínas são formadas principalmente por colágeno tipo I (85%) e III (15%), que ajudam a manter a pele hidratada, elástica e resistente.

Qual o melhor colágeno em cápsulas ou em pó?

A diferença predominante é a concentração de colágeno por porção, que é maior nas opções em pó. ‘No mercado existem suplementos à base de cápsulas ou em pó. As cápsulas são opções mais práticas, porém a concentração de proteína é menor. Quando o objetivo é a prevenção, a forma em cápsula é bem-vinda.

Qual é o melhor colágeno para quem está na menopausa?

Menopausa na pele: como a perda de colágeno pode afetar a saúde Ela é sorrateira, traiçoeira e adora uma surpresinha. A perimenopausa (fase que antecede a última menstruação da vida) costuma chegar de repente, instalar sintomas desconfortáveis, provocar mudanças musculoesqueléticas, além de castigar a pele do rosto, do corpo, das mucosas, urogenitais.

  • E, apesar de a maioria relatar sintomas por volta dos 45 anos, pode começar bem antes, aos 35, e durar outros 15 até chegar a menopausa em si (decretada oficialmente após 365 dias sem ocorrência de menstruação).
  • Foi assim com a empresária e comunicadora digital gaúcha Patricia Parenza, de 50 anos.
  • Em uma manhã de outubro de 2016, ela acordou estranha.

«Passei o dia na cama, chorando sem motivo. Depois, menstruei e pensei: ‘Bah! Era TPM, então’. Mas estranhei, nunca tinha sentido nada parecido», lembra. A data ficou marcada porque cravou sua Depois disso, ela não se reconhecia mais. «Os quadros de melancolia aumentaram e passei a ter explosões de raiva, falta de energia, despertares noturnos com taquicardia e suador. Qual O Melhor ColGeno Para Pele Parenza procurou a medicina integrada (Foto: Eduardo Carneiro / Beleza: Thiago Costa da Silva) Ah, esse tal colágeno. Proteína responsável por unir as células, o colágeno sustenta as fibras e dá força aos músculos. E é lá pelos 25, 30 anos que a gente começa a perdê-lo – mais precisamente 1% ao ano, o que leva ao afinamento da pele e ao surgimento de rugas finas.

Durante a perimenopausa, essa degradação anual se intensifica, causando sinais mais visíveis de envelhecimento. Na menopausa ainda mais, com a drástica diminuição do colágeno e dos glicosaminoglicanos (GAGs), que são os polissacarídeos da pele – um deles é o festejado ácido hialurônico, responsável pela hidratação da pele em sua camada mais profunda.

Nos primeiros cinco anos após a, o colágeno dos tipos 1 e 3 reduz em até 30%. E, a cada ano na pós-menopausa, a espessura da pele diminui 1,13%, enquanto o conteúdo de colágeno diminui 2,1%. O resultado é uma pele seca e áspera, com perda de firmeza e elasticidade.

  • A falta de colágeno também provoca alto grau de desidratação na pele, falta de lubrificação vaginal, diminuição da capacidade antioxidante, enfraquecimento das unhas e afinamento dos cabelos.
  • Outro fator que contribui para deixar a pele áspera e opaca é a diminuição do turn over (ciclo de renovação em português) celular, criando acúmulo de queratina.
See also:  Quem Nasceu Em 2007 Tem Quantos Anos?

Até os 30 anos, ele dura cerca de 28 dias. Já com 50 anos ou mais, pode levar até quase 90.Para além da função estética, a perda de colágeno influencia na saúde, já que se perde também boa parte da função como barreira protetora. «A epiderme, camada mais superficial da pele, funciona como uma parede.

O queratinócito, célula que compõe a epiderme, é o ‘tijolo’, e os lipídios, o ‘cimento’. Quando o corpo reduz a produção do ‘cimento’ que veda a parede, ele perde água e a pele fica mais exposta à entrada de toxinas», explica a farmacêutica bioquímica Fernanda Chauvin, pós-graduada em Cosmetologia e Homeopatia pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em Dermatocosmética pela Universiteit Brussel, na Bélgica, e diretora da Ellementti Dermocosméticos.

Todo esse processo de desidratação também altera a microbiota da pele. «Quando há alteração nesse ecossistema, aumentam as chances de microrganismos oportunistas se instalarem, causando infecções, alergias, acne, feridas, rosácea etc.», explica Fernanda.

mais menopausa + Menopausa: como os óleos essenciais podem ajudar a amenizar os sintomas + Menopausa: a fase encarada de uma nova forma Já na região vaginal, a chegada da menopausa pode acarretar uma atrofia da mucosa, que pode levar a quadros de infecções recorrentes, diminuição da lubrificação e incontinência urinária.

Para Patricia, que hoje fala sobre maturidade em suas redes sociais, a menopausa é muito cruel. «Ninguém prepara a gente para esse momento. Mas, olhando pelo lado bom, essa fase nos obriga a olhar para a saúde como nunca», diz. «Hoje, faço reposição hormonal, bioestimulação de colágeno (Sculptra) uma vez por ano, exercícios físicos cinco vezes por semana, cuido da pele e a protejo diariamente. Qual O Melhor ColGeno Para Pele Alimentação ayurvédica ajuda a equilibrar sintomas (Foto: Eduardo Carneiro / Beleza: Thiago Costa da Silva) Prevenir para atenuar sintomas Pensar em prevenção antes da perimenopausa garante vantagens na chegada dos sintomas. «Estudos mostram que 80% do envelhecimento da pele é atribuído ao exposoma: uma combinação de estilo de vida (nutrição, atividade física, consumo de álcool e tabaco, estresse.), ambiente (exposição aos raios UV, poluição) e alterações hormonais (incluindo a menopausa).

Apenas 20% desse envelhecimento é culpa do tempo cronológico e da genética», explica Fernanda. As especialistas consultadas para esta reportagem indicam focar em cinco pilares para evitar os microdanos: 1) Fotoproteger a pele: filtro solar todo dia, evitar o sol entre 10h e 15h, usar chapéus, óculos e roupas com filtro UV.

«Desde os 48 anos, uso luvas com proteção UV para dirigir. Se soubesse, teria começado a usar antes», revela Patricia.2) Hidratar: beber ao menos 2 litros de água e usar cremes adequados ao seu tipo de pele todo santo dia.3) Evitar o acúmulo de cortisol: basicamente, tudo o que agride o corpo aumenta o cortisol, substância que degrada o colágeno e faz aumentar a produção de radicais livres (oxidantes).

O resultado é o envelhecimento precoce da pele. Por isso, o negócio é apostar nos hábitos saudáveis: dieta equilibrada, sono reparador, atividades físicas, diminuição do estresse (alô, meditação!), além de evitar álcool e tabaco.4) Manter uma mínima rotina diária de skincare: pela manhã, limpar, hidratar e aplicar filtro solar.

À noite: limpar e passar um creme de tratamento, com ativo antioxidante. «Prefira sabonetes líquidos para o corpo. Os de barra têm pH mais alcalino. Para o rosto, use apenas produtos específicos para seu tipo de pele», ressalta Fernanda.5) Consultar especialistas: segundo Letícia, é possível intensificar os tratamentos no consultório.

  1. Os lasers promovem regeneração, com melhora do afinamento e da qualidade da derme», explica a expert.
  2. Treino cíclico + A atividade ideal para cada etapa do ciclo menstrual De dentro para fora Não adianta gastar fortunas com procedimentos estéticos e cremes se não cuidar da alimentação, viu? Quem avisa é a nutricionista funcional e integrativa Dani Cyrulin, especialista em perimenopausa e menopausa.

Para ela, o primeiro passo é cuidar do microbioma intestinal. «Para manter o equilíbrio intestinal, é preciso consumir probióticos (bactérias do bem) e prebióticos (fibras que servem de alimento para os probióticos). Os probióticos são encontrados em iogurtes e fermentados, como kefir, kimchi e kombucha.

Já os prebióticos estão na cebola, no alho-poró e na banana.»Para as mulheres nessa fase da vida, Dani também sugere a suplementação. Tanto Dani quanto Letícia indicam o colágeno hidrolisado verisol, molécula que é mais bem absorvida e, segundo pesquisas, tem se mostrado eficaz na prevenção do envelhecimento.

«Prefiro o colágeno em pó e combino a formulação com vitamina C, para melhor absorção. E a dica é sempre consumi-lo à noite, duas horas após a refeição», explica Dani. «Também gosto de indicar cápsulas de silício, substância que dá estrutura à pele.»»Para evitar os picos de estrogênio na perimenopausa, o ideal é consumir indol-3-carbinol, um potente antiestrogênico presente nas crucíferas (brócolis, couve-flor, couve, acelga, agrião, repolho e couve-de-bruxelas).

Também não é muito indicado consumir linhaça e vinho, que incham o corpo nessa fase», explica Dani. «Agora, se você já estiver na menopausa, quando o nível de todos os hormônios despenca, aí sim é hora de investir na linhaça (que aumenta o nível de estrogênio) e na aveia (que protege o coração).» Os nutricosméticos também são bastante indicados nos consultórios dermatológicos para suplementar a alimentação nesse período.

Farmacêutica especialista em ativos para beleza e saúde e vice-presidente da Galena (empresa de distribuição de insumos para manipulação de dermocosméticos, nutricosméticos e nutracêuticos), Claudia Coral indica o uso do Lipowheat e do Cartidyss. «Costumo dizer que o Lipowheat são as gotinhas que desaceleram o tempo.

  • Esse nutricosmético é fonte de ceramidas compatíveis com nossa pele, que hidratam de dentro para fora e contribuem para diminuir as rugas e marcas de expressão», explica.
  • Já o Cartidyss é uma cápsula que melhora a firmeza, diminui rugas, aumenta o tônus e a hidratação da pele.
  • Ele contém 60% de colágeno e 40% de glicosaminoglicanos (GAGs), como o ácido hialurônico.» Tratamentos Para quem está começando a ter saudade do colágeno, alguns ativos antioxidantes podem ser adicionados aos creminhos da rotina de skincare.
See also:  Quando Que O Carnaval?

«Resveratrol e retinoides atenuam as rugas finas e melhoram a hidratação», explica a dermatologista Letícia Nanci.E para quem já «menopausou», o ideal é usar ativos antioxidantes, tanto orais como tópicos, que diminuem a degradação do colágeno e os radicais livres, mantendo a pele mais hidratada e saudável.

De forma individualizada, podem ser associados alguns ativos tópicos, como o ácido hialurônico (que aumenta a hidratação da pele) e o retinol (para melhora de rugas finas). «Costumo indicar também o uso de gluconolactona em sérum», revela a dermatologista.Em consultório, levando em conta todos os procedimentos de segurança para a proteção contra a covid-19, alguns procedimentos podem ser realizados para melhorar a qualidade da pele, como o laser fracionado associado a drug delivery (medicações específicas colocadas na pele para uma maior absorção pós-procedimento).

E, para diminuir a flacidez e estimular a produção de colágeno, há os bioestimuladores de colágeno, o ultrassom macro e microfocado e a radiofrequência.»Nas regiões de colo, pescoço e mãos, gosto de usar o bioestimulador de ácido polilático injetável, para tratar flacidez e afinamento da pele.

Geralmente, indico duas a três sessões anuais. Nessas áreas, também uso os lasers fracionados com o intuito de melhorar textura, manchas e trazer rejuvenescimento», explica Letícia. Para as mulheres na pós-menopausa, é possível ainda complementar o tratamento com ácido hialurônico e/ou bioestimuladores injetáveis para reposicionamento das estruturas de sustentação da pele.

«A ideia é dar um efeito lifting natural e corrigir pequenas assimetrias, sempre buscando rejuvenescimento saudável e sem excessos», garante a especialista. E a incontinência? No caso de Patricia, o problema foi tratado com seis meses de fisioterapia pélvica.

«Faço os exercícios de contração e relaxamento da vagina até hoje, todo dia. Inclusive coloquei um adesivo na parte interna do meu carro escrito ‘contração’, pra lembrar de fazer», diverte-se a empresária. O problema também pode ser tratado em consultório. «O laser fracionado de CO2 intravaginal é um dos mais utilizados e comprovados.

O protocolo exige três sessões anuais. Existe também uma cadeira de estímulo de fibras musculares específica para tratar a incontinência urinária, com resultados promissores. Qual O Melhor ColGeno Para Pele (Foto: Eduardo Carneiro / Beleza: Thiago Costa da Silva)

Para garantir mais firmeza e elasticidade à pele apenas com alimentação, aposte em: Vitamina EGérmen de trigo, carnes, ovos, algodão, óleo de milho, óleo de soja, azeite de dendê, amêndoas, nozes, manteiga, gergelim, linhaça, soja, banana, legumesVitamina cBrócolis, couve crua, pimentão amarelo, caju, goiaba, mamão, manga, acerolaZincoOstras cozidas e sementes de abóboraSelênioCastanha-do-paráCobreNozes, amendoim, feijão, ervilha, farelo e gérmen de trigo, fígado e frutos do marSilícioMaçã, laranja, manga, banana, repolho cru, cenoura, cebola, pepino, abóbora, amendoim, amêndoas, arroz, milho, aveia, cevada, soja, peixe, farelo de trigo, água com gás

: Menopausa na pele: como a perda de colágeno pode afetar a saúde

Qual é a fruta que tem mais colágeno?

#23 Melancia – A melancia é rica em vitamina C que ajuda o organismo a produzir colágeno, a proteína que buscamos para manter a flexibilidade da pele, evitando o envelhecimento precoce. Além de ser rica em licopeno, um poderoso antioxidante.

Como aumentar a produção de colágeno no rosto?

Produção de colágeno: invista em uma rotina de cuidados – O colágeno é responsável por manter a estrutura, a firmeza e a elasticidade da pele, sendo um grande aliado da saúde e beleza. Sua carência pode ocasionar flacidez e o aparecimento de rugas e linhas finas.

Uma rotina de cuidados diários contribui para aumentar a produção da substância e ainda prevenir a queda de sua quantidade na pele. Um dos passos principais é a higienização da pele, que promove limpeza, remove a oleosidade, estimula a renovação da pele e, por isso, deve ser feita duas vezes ao dia: ao acordar e antes de dormir, sempre com um sabonete específico para seu tipo de pele.

Depois, não esqueça da tonificação, pois este passo ajuda a normalizar o pH da pele e também eliminar resíduos não retirados pelo sabonete, além de preparar a pele para a hidratação, outra etapa indispensável para conquistar um rosto jovial e firme. Na hora de escolher os dermocosméticos aposte naqueles que tenham ativos que incentivem a produção de colágeno, como o Retinol, Ácido Hialurônico, antioxidantes e Ácido Glicólico,

Isso faz dos dermocosméticos grandes aliados no combate ao envelhecimento, assim como os procedimentos de peeling, que também estimulam a síntese dessa substância por meio da renovação da pele. Também é muito importante evitar hábitos como o tabagismo e a alta ingestão de açúcar. Isso porque o tabagismo gera radicais livres capazes de destruir e impedir a formação de novas fibras de colágeno.

Já o açúcar em excesso gera o processo de glicação, que quebra as fibras colágenas. Então, invista em novos costumes para levar uma vida mais saudável, influenciando diretamente na beleza da sua pele! Aqui no Beleza com Saúde, você confere produtos e ativos que estimulam a produção de colágeno e retardam o envelhecimento,

Como saber se o colágeno é verdadeiro?

Há suplementos que devem ser registrados na Anvisa, outros não – Qual O Melhor ColGeno Para Pele Em 2018, ocorreu o marco normativo da categoria de suplementos alimentares. Isso quer dizer que o órgão regulatório criou uma série de normas para a comercialização e distribuição desses produtos. Essa nova adequação ainda está em vigor e tem prazo de 5 anos, encerrando-se em julho de 2022.

  1. Dentre outros pontos, ela dispõe sobre os requisitos sanitários para a comercialização dos suplementos, estabelece os requisitos para a comprovação da segurança e dos benefícios dos probióticos usados, os limites de uso e rotulagem complementar dos suplementos.
  2. Portanto, é importante saber que é possível encontrar no mercado produtos que estejam dentro dessa adequação e produtos que não.

Além disso, a partir das novas regras, nem todos os suplementos devem ser registrados na Anvisa, mas somente aqueles que contém enzimas ou probióticos. Os suplementos registrados são avaliados e aprovados pela Anvisa antes de irem para o mercado. O número de registro deve ser declarado na rotulagem do produto e pode ser conferido se for feita uma pesquisa no portal da Anvisa.

See also:  Flavonid Para Que Serve?

O que estimula o colágeno no rosto?

Produção de colágeno: invista em uma rotina de cuidados – O colágeno é responsável por manter a estrutura, a firmeza e a elasticidade da pele, sendo um grande aliado da saúde e beleza. Sua carência pode ocasionar flacidez e o aparecimento de rugas e linhas finas.

  • Uma rotina de cuidados diários contribui para aumentar a produção da substância e ainda prevenir a queda de sua quantidade na pele.
  • Um dos passos principais é a higienização da pele, que promove limpeza, remove a oleosidade, estimula a renovação da pele e, por isso, deve ser feita duas vezes ao dia: ao acordar e antes de dormir, sempre com um sabonete específico para seu tipo de pele.

Depois, não esqueça da tonificação, pois este passo ajuda a normalizar o pH da pele e também eliminar resíduos não retirados pelo sabonete, além de preparar a pele para a hidratação, outra etapa indispensável para conquistar um rosto jovial e firme. Na hora de escolher os dermocosméticos aposte naqueles que tenham ativos que incentivem a produção de colágeno, como o Retinol, Ácido Hialurônico, antioxidantes e Ácido Glicólico,

  • Isso faz dos dermocosméticos grandes aliados no combate ao envelhecimento, assim como os procedimentos de peeling, que também estimulam a síntese dessa substância por meio da renovação da pele.
  • Também é muito importante evitar hábitos como o tabagismo e a alta ingestão de açúcar.
  • Isso porque o tabagismo gera radicais livres capazes de destruir e impedir a formação de novas fibras de colágeno.

Já o açúcar em excesso gera o processo de glicação, que quebra as fibras colágenas. Então, invista em novos costumes para levar uma vida mais saudável, influenciando diretamente na beleza da sua pele! Aqui no Beleza com Saúde, você confere produtos e ativos que estimulam a produção de colágeno e retardam o envelhecimento,

Tem colágeno para passar no rosto?

1 – Colágeno deixa a pele mais resistente – Você já sentiu as áreas ao redor dos olhos ou da boca com uma textura diferente do restante da pele do rosto? Isso quer dizer que nessas regiões, a produção de colágeno diminuiu, e os cremes que contém a proteína vão repor o quê não esta sendo produzido pelo corpo.

É bom passar colágeno no rosto?

3 – Colágeno causa menos vermelhidão no rosto depois da depilação – Ficar com o rosto vermelho da depilação ou tratamentos estéticos é um problema que pode ser resolvido com o colágeno. Além da vermelhidão, a substância age minimizando efeitos como irritação e até mesmo descamação na pele após procedimentos de beleza.

Qual o colágeno mais potente do mundo?

O colágeno verisol precisa de apenas 2,3 a 2,5g de proteína, pois é mais concentrado.

O que é bom para melhorar a flacidez da pele?

Cuidados básicos para evitar e prevenir a flacidez – Como a pele é o órgão que mais reflete os efeitos da passagem do tempo, a Sociedade Brasileira de Dermatologia destaca que sua saúde e aparência estão diretamente relacionadas aos hábitos alimentares e ao estilo de vida escolhido.

  • Você pode prevenir a flacidez desenvolvendo alguns hábitos saudáveis.
  • Ter uma alimentação equilibrada contribui para diminuir e até mesmo prevenir a flacidez.
  • Por isso, invista em alimentos ricos em antioxidantes, como leites, cereais e peixes, que ajudam a manter a pele firme.
  • Outra dica é praticar atividades físicas regularmente, como pilates e musculação, que estimulam o tônus muscular e a diminuição do tecido adiposo.

Isso é importante porque a gordura pode esconder um músculo tonificado, ocasionando a flacidez. Assim, você também consegue evitar a variação de peso e o efeito sanfona, que deixa a pele flácida e pode causar estrias, Além disso, massagear os músculos faciais ajuda a manter a pele firme.

Se beneficie também do uso do protetor solar diariamente, pois a exposição ao sol sem proteção faz com que a pele perca força. O Protetor Solar Tonalizante FPS 50 Duo Cake é o mais indicado para peles maduras. Isso porque, sua fórmula com Ácido Hialurônico garante hidratação intensiva da pele e ação antienvelhecimento, reduzindo rugas e linhas de expressão, além de proteger contra a luz visível e conferir efeito mate.

Recomendado para peles mais oleosas e sensíveis, o Protetor Solar Mousse FPS 50 é uma excelente alternativa para prevenir a flacidez. Como contém carnosina, ativo específico antiglicante e deglicante, é capaz de proteger e reverter os danos das fibras de colágeno, melhorando a firmeza da pele e prevenindo a flacidez, além de conter diversos outros benefícios em sua fórmula.

Como estimular a produção de colágeno no rosto?

Como estimular o colágeno na pele? – Há diversas formas de estimular a produção de colágeno na pele e repor a substância. Exemplos que podem ser citados: por meio de uma alimentação nutritiva e do uso de dermocosméticos. Invista em alimentos ricos em Vitamina C como laranja, limão e mamão, além de outros que contêm colágeno: carnes, gelatinas, ovos e castanhas.

O uso de dermocosméticos antienvelhecimento ajuda a incentivar a produção de colágeno, Procure produtos que contenham ativos como o Retinol e alfa-hidroxiácidos. O Derma Complex Retinol Área Olhos – Anti-Idade, reduz até as rugas mais profundas, estimula a síntese de colágeno, deixa a pele ao redor dos olhos mais firme e luminosa e proporciona um rejuvenescimento de dentro para fora.

Os resultados já podem ser percebidos desde a primeira semana de uso, devido sua potente ação de renovação celular. A ADCOS possui uma linha focada em colágeno para pele : a linha Collagen. São 4 produtos disponíveis para quem quer estimular, proteger, repor e reparar o colágeno.

  • O Collagen Sérum – Anti-Idade é um sérum facial que promove firmeza e sustentação, melhorando os contornos da face e a densidade da pele.
  • Além dele, o Collagen Tônico Tensor – Anti-Idade possui ação firmante, efeito lifting e tensor imediato e visível, equilibra o pH da pele, com ação antiglicante e antioxidante.

Já o Collagen Filler Up – Creme Anti-Idade é um creme hidratante leve que aumenta a densidade, redefine contornos, preenche rugas e linhas e reestrutura a arquitetura cutânea.