Moulin Rouge | Temuco

Consejos | Trucos | Comentarios

Quanto Custa Um Onibus?

Qual o valor de um ônibus de transporte coletivo?

REDUÇÃO DE CUSTO PARA O SISTEMA DE TRANSPORTE – «É uma decisão racional que precisávamos tomar. O custo dos novos BRTs é 50% menor do que dos antigos, articulados. Além do valor do veículo em si. Um BRT tradicional custa entre R$ 1,5 milhão e R$ 1,7 milhão, enquanto o novo modelo custa R$ 900 mil.

A frota precisa ser renovada e tudo isso pesa», pontua o secretário. Confira a série de reportagens A Morte do BRT Avelar garante, entretanto, que os operadores terão que lançar mais ônibus nas linhas exatamente para compensar a substituição pelos coletivos menores. «Precisamos racionalizar o custo do sistema, já que o Estado tem colocado alto valor de subsídio.

Estimamos que, em 2023, o total ultrapasse os R$ 400 milhões», justifica Quanto Custa Um Onibus Ainda em 2020, BRTs foram substituídos pelo novo BRT na operação do Corredor Norte-Sul – DIVULGAÇÃO Quanto Custa Um Onibus Ainda em 2020, BRTs foram substituídos pelo novo BRT na operação do Corredor Norte-Sul – DIVULGAÇÃO Quanto Custa Um Onibus Ainda em 2020, BRTs foram substituídos pelo novo BRT na operação do Corredor Norte-Sul – DIVULGAÇÃO

Quanto custa um ônibus Marcopolo novo?

R$150.000,00. Promoção!

Quanto custa um ônibus Scania?

MARCOPOLO 1050, 2009, SCANIA K-310 AR 46L R$ 205 MIL.

Quantos é um ônibus?

TARIFAS

PARA PAGAMENTO EM: VALOR DA TARIFA:
Dinheiro R$ 4,40
Crédito Eletrônico Comum R$ 4,40
Crédito Eletrônico Vale-Transporte Ônibus R$ 4,83
Crédito Eletrônico Vale-Transporte Metrô / CPTM R$ 4,83

Qual é o valor de um Micro-ônibus novo?

Os preços partem de cerca de R$ 300 mil. Segundo a Volare, com a pandemia as vendas da linha Attack cresceram. Sobretudo em relação à Fly, que é de alto padrão e voltada às operações urbanas. Dessa forma, a empresa está lançando três novas versões do Attack.

Quanto é 1 Vale-transporte?

Segundo a lei, para pagar pelo vale-transporte, o empregador pode descontar até 6% do salário fixo do empregado. Veja o que diz o art.4º: O empregador participará dos gastos de deslocamento do trabalhador com a ajuda de custo equivalente à parcela que exceder a 6% (seis por cento) de seu salário básico.

Qual o valor de um ônibus leito?

R$1.400.000,00 R$1.320.000,00.

Qual é o melhor ônibus do Brasil?

1º lugar – Águia Branca.

Qual o valor de um ônibus de dois andares?

‘São veículos que custam cerca de R$ 1 milhão e irão atuar no turismo de luxo.

Quanto custa um ônibus da Volvo?

R$260.000,00.

Qual é o valor de um ônibus articulado?

Veículo articulado para BRT custa R$ 840 mil | O TEMPO Além do custo na manutenção do Move, as empresa alegam um gasto até três vezes maior com a compra dos ônibus. Enquanto um veículo convencional é comprado por R$ 260 mil, um modelo articulado do BRT sai por R$ 840 mil, conforme uma das concessionárias da capital.

Já os modelos padron, que não são articulados, mas têm ar-condicionado e outras tecnologias, teriam sido adquiridos por R$ 350 mil. No momento, cerca de 40 ônibus já foram adquiridos, segundo a BHTrans, mas o sistema será ampliado e até maio deve estar operando com 428 veículos, sendo cerca de 200 articulados e o restante, padron.

O sistema convencional da capital conta hoje com 3.038 ônibus, mas várias linhas serão substituídas pelo Move. Da avenida Antônio Carlos para o centro, haverá uma redução de 356 coletivos, e da Cristiano Machado para o centro, o corte será de 284 ônibus.

Quantos cavalos de potência tem um ônibus?

Hoje vamos falar de todos os modelos e vantagens dos micro-onibus e onibus que a Mercedes-Benz disponibiliza no mercado para voce. Hoje vamos falar de todos os modelos e vantagens dos micro-ônibus e ônibus que a Mercedes-Benz disponibiliza no mercado para você.

  • Micro-ônibus Com PTB de 8,5 e 9,4 toneladas, os modelos LO 916 e LO 916 R são destinados a atender o transporte público em centros urbanos ou em locais com a necessidade de um veículo robusto e de fácil manutenção.
  • Com o motor dianteiro facilitando o acesso dos passageiros, os modelos LO 916 e LO 916 R contam com maior conforto para o motorista e passageiros.

Utilizando o motor BlueTec 5, que atende a todos os protocolos de níveis de emissão do PROCONVE 7, dando maior rentabilidade ao seu negócio. Ônibus urbano No segmento de ônibus urbano contamos com o que existe de melhor em tecnologia para atender a todas as necessidades no transporte urbano.

Para todo tipo de condições de pavimento, topografia e tráfego nas cidades, contamos com modelos com motores traseiro e dianteiro, nas configurações 4×2 ou articulados 6×2 e 8×2. OF 1519 Com PTB de 15 toneladas, o OF 1519 é equipado com motor OM 942 LA de 4 cilindros e 185 cv de potência. Podendo ser equipado com carrocerias de 11 metros é ideal para o transporte urbano e para fretamento.

Assim como o OF 1519, temos o OF 1519 R, que foi projetado para atender ao programa «Caminho da Escola» é próprio para circular em vias não pavimentadas. Dando mais segurança ao motorista e aos passageiros que nele circulam. OF 1721 Os modelos OF 1721 e OF 1721 R são compostos com PTB de 17 toneladas, motor de 4 cilindros e potência de 208 cv, priorizando a economia de combustível, a rentabilidade e a qualidade no serviço.

  • Sendo que o modelo OF 1721 R surpreende pelo conforto, estabilidade e qualidade na suspensão pneumática, diminuindo assim a trepidação do chassi e reduzindo o ruído interno do veículo.
  • OF 1724 Já com os modelos OF 1724 e OF 1724 L, temos um motor com 238 cv de potência que apresenta um ótimo desempenho, economia e rentabilidade.

No OF 1724 L, temos ainda o motor com 6 cilindros preparado para receber carrocerias de até 13,2 metros, para aplicações urbanas, intermunicipais, rodoviárias e de fretamento. OH 1621 No modelo OH 1621 L, com motor de 208 cv localizado na parte traseira do veículo, que proporciona boas arrancadas, desempenho elevado, baixo consumo de combustível e segurança.

See also:  O Que EmpréStimo Consignado?

Podendo receber carrocerias de até 11 metros podendo ser alongado até 12 metros. O 500 Na linha O 500 encontramos os modelos O 500 U e O 500 M, que utilizam o motor OM 926 LA de 256 cv que conta com suspensão pneumática integral que garante segurança e conforto para passageiros e motoristas. Os modelos O 500 UA e O 500 MA contam com motor OM 457 LA de 354 cv, que dão robustez e qualidade para o transporte em articulados.

Os modelos O 500 UDA e O 500 MDA são os superarticulados da Mercedes-Benz, utilizam o motor OM 457 LA de 354 cv que suportam carrocerias de até 23 metros. Compostos de 4 eixos são capazes de transportar até 200 passageiros. É o modelo ideal para o sistema BRT com plataforma de embarque elevada.

  • Possuem baixo custo de manutenção e são os modelos perfeitos para operar em horários de pico e entre picos das cidades.
  • Ônibus rodoviário Os chassis para ônibus rodoviários da Mercedes-Benz são o que existem de melhor no quesito segurança, viagens tranquilas e rentabilidade para o frotista.
  • Todos com a exclusiva tecnologia BlueTec 5, que garante maior durabilidade e emissões limpas.

OF 1721 Os modelos OF 1721 e OF 1721 L têm PTB de até 17 toneladas. Equipados com motor OM 924 LA de 4 cilindros e potência de 208 cv, recebem carroceria de até 13,2 metros e priorizam a economia e a durabilidade do motor, no fretamento e rodoviário de curtas distâncias.

OF 1724 Os modelos OF 1724 e OF 1724 L, equipados com motor OM 926 LA de 6 cilindros e 238 cv, apresentam ótima versatilidade para o transporte urbano e rodoviário. Com ótimo desempenho, que proporciona economia de combustível em baixas rotações. OH 1621 Com motor OM 924 LA de 208 cv, o modelo OH 1621 L foi desenvolvido para suportar carrocerias de até 16 toneladas e até 11 metros de comprimento.

Apresenta alta qualidade e baixo custo operacional. Indicado para operações nas linhas rodoviárias de curta distância, se mostra o ônibus ideal para operações que requerem um veículo de concepção avançada.0 500 Na linha O 500, temos o modelo O 500 M Buggy, que tem motor OM 926 LA com 256 cv de potência.

  1. É um veículo robusto e de alta durabilidade, que tem um desempenho superior com baixo custo de combustível.
  2. No modelo O 500 R encontramos o motor OM 926 LA de 310 cv de potência.
  3. É dimensionado para suportar até 18,5 toneladas e possibilita carrocerias de até 13,2 metros de comprimento total.
  4. Nos modelos O 500 RS e O 500 RSD 6×2 encontramos o motor OM 457 LA com 354 cv de potência, que proporciona maior rentabilidade de combustível em rodovias.

No O 500 RS encontramos a capacidade de até 18,5 toneladas e ele possibilita carrocerias prolongadas no entre-eixos de até 13,2 metros. Já no O 500 RSD 6×2 é dimensionado para suportar até 24 toneladas e carrocerias de até 14 metros no comprimento total.

  1. Próprios para viagens de média e longa distâncias, são um sucesso para quem busca um chassi robusto e de alta durabilidade.
  2. Para quem busca ônibus para médias e longas distâncias, a Mercedes-Benz ainda tem o modelo O 500 RSDD 2741 8×2, que utiliza o motor OM 457 LA de 408 cv de potência.
  3. É dimensionado para suportar até 27 toneladas e até 14 metros de comprimento total.

É o ônibus ideal para quem busca desempenho superior na aplicação rodoviária, com economia de combustível e rentabilidade para o frotista. : Hoje vamos falar de todos os modelos e vantagens dos micro-onibus e onibus que a Mercedes-Benz disponibiliza no mercado para voce.

Quanto custa um ônibus Mercedes Benz 2023?

Micro onibus mercedes benz 0km a partir de r 190 000 00.

Qual o tamanho de um ônibus comum?

Tamanho do ônibus 2,60 metros — largura; 4,40 metros — altura; 15 metros — comprimento para veículos não articulados de transporte coletivo de passageiros, rodoviários e com chassi 8×2; 18,60 metros — comprimento para veículos articulados de transporte coletivo de passageiros.

Qual é a capacidade de um ônibus?

Ônibus básico São aqueles com capacidade para até 70 pessoas, estejam elas sentadas ou em pé, já contando com o espaço para acomodação da cadeira de rodas e do cão-guia. Podem ter por volta de 16 toneladas e medir 14 metros de comprimento.

Quanto custa um Volare V8?

Descrição 1 veículo de passageiro tipo Micro Ônibus, marca Marcopolo, modelo Volare V8 On, Placa OCV-2386, ano fabricação/modelo 2011/2011, Renavam 309501911, Chassi 93PB26G30BC036909, cor predominante prata, combustível diesel, com aproximadamente 584.393km rodados na data da penhora, em bom estado de conservação, com bateria arriada, sem uso e sem funcionamento comprovado, porém, conforme informado pela parte, em perfeitas condições de uso e funcionamento.

Quanto custa um Volare Attack 8?

Ficha técnica

Cabine 18 passageiros
PBT (kg) homologado 3.000
Eixo dianteiro 4:10 Dana 267
Eixo traseiro 4:10 Dana M286
Preço R$ 450 mil

Quanto custa uma Volare W8?

R$109.900,00.

Como calcular o valor do transporte?

Como é calculado o vale-transporte? O cálculo do vale transporte é baseado na alíquota de 6%, que é o máximo que pode ser abatido do salário. Então, para saber o valor do vale-transporte que o funcionário terá que ‘pagar’, basta multiplicar o valor do salário bruto por 6%.

Pode pagar o vale-transporte em dinheiro?

Alguns gestores podem ter dúvidas sobre pagar o vale-transporte em dinheiro. Isso acontece com você? De maneira geral, a ação não é permitida pela legislação vigente, além disso, fica difícil controlar o uso do dinheiro e assegurar que o colaborador utilize a verba para o deslocamento.

Qual o valor de um ônibus de dois andares?

‘São veículos que custam cerca de R$ 1 milhão e irão atuar no turismo de luxo.

Qual o valor de um ônibus biarticulado?

Veículo articulado para BRT custa R$ 840 mil | O TEMPO Além do custo na manutenção do Move, as empresa alegam um gasto até três vezes maior com a compra dos ônibus. Enquanto um veículo convencional é comprado por R$ 260 mil, um modelo articulado do BRT sai por R$ 840 mil, conforme uma das concessionárias da capital.

  • Já os modelos padron, que não são articulados, mas têm ar-condicionado e outras tecnologias, teriam sido adquiridos por R$ 350 mil.
  • No momento, cerca de 40 ônibus já foram adquiridos, segundo a BHTrans, mas o sistema será ampliado e até maio deve estar operando com 428 veículos, sendo cerca de 200 articulados e o restante, padron.
See also:  Sao Paulo Onde Vai Passar?

O sistema convencional da capital conta hoje com 3.038 ônibus, mas várias linhas serão substituídas pelo Move. Da avenida Antônio Carlos para o centro, haverá uma redução de 356 coletivos, e da Cristiano Machado para o centro, o corte será de 284 ônibus.

Quanto custa um ônibus articulado da Mercedes?

Ganho a vida testando automóveis há oito anos. Antes disso, passei metade desse tempo em um trajeto diário entre a rua da Consolação, no centro de São Paulo, e a avenida Jaguaré, na zona oeste da cidade. Nada de carro naquela época. Eu andava mesmo é de ônibus. Quanto Custa Um Onibus O 0500 UDA vem equipado com ajoelhamento bilateral, freios a disco, retarder, tacógrafo digital com bobina de papel e volante com ajuste de altura e profundidade — Foto: André Schaun Assumi o volante do Mercedes com 23 metros com carroceria da Caio que me deu carona durante todo o meu curso.

  1. Na pista de testes da Mercedes-Benz, em Iracemápolis (SP), meu objetivo era dirigir e (tentar) manobrar o O 500 UDA 3736 – o maior superarticulado da marca alemã (e isso em todo o mundo).
  2. Como não tenho CNH da categoria E, meu passeio ficou restrito à pista, que é repleta de retas, curvas e obstáculos que simulam situações do cotidiano.

Para ser motorista de uma empresa de transporte urbano, além da habilitação, eu ainda precisaria de um curso específico com duração de 50 horas. Nosso primeiro contato começou com uma deferência: o ônibus se inclinou, ficando mais próximo do chão, facilitando o embarque dos passageiros.

  1. Por meio de uma válvula o motorista aciona o sistema de «ajoelhamento».
  2. Na prática, o comando alivia a pressão da suspensão pneumática, rebaixando a carroceria em sete centímetros, junto com aquele som sibilante característico de ar pressurizado escapando para a atmosfera.
  3. Na hora lembrei da faculdade.

A unidade que dirigi estava pronta para rodar em São Paulo, com catraca, sistema de bilhetagem compatível com o Bilhete Único paulista e câmeras de vigilância. A faixa azul do ônibus das fotos também denuncia o uso – ele vai rodar na zona sul da cidade, já que os distritos estão divididos por cores. Quanto Custa Um Onibus É menor e mais leve que um biarticulado, mas consegue levar quase a mesma quantidade de passageiros. Por isso, tem custo operacional mais baixo. — Foto: André Schaun Resolvi testar o botão que apertei mais do que campainha em toda a vida: aquele que avisa ao motorista que alguém quer descer no próximo ponto.

Tudo prontinho para o uso. Era hora de assumir a direção. Sentei no banco do motorista e pensei: conforto definitivamente não é a prioridade. Um ônibus rodoviário tem muito mais comodidade que o modelo urbano que dirigi. Nada de ajuste pneumático. Para levantar e descer o assento é preciso girar uma espécie de registro bem simples.

Além disso, o banco é desconfortável — a espuma é dura demais. O volante não é multifuncional, como nos ônibus rodoviários. O item é oferecido, mas como acessório à parte. Em comparação com os modelos estradeiros, o acabamento também é muito diferente. As peças do painel são de plástico duro, rústicas, e não filtram bem os ruídos que vêm do motor. Quanto Custa Um Onibus Há nada menos do que três retrovisores internos, todos voltados para os passageiros — Foto: André Schaun Com o banco ajustado, regulo os cinco retrovisores – três são internos, voltados para os passageiros. De novo, nada de ajuste elétrico: é necessário levantar do assento e regular de forma manual.

Vale dizer: todos esses itens deixariam o ônibus urbano ainda mais caro. O O 500 UDA custa a partir de R$ 1 milhão, considerando só o chassi, e outros R$ 800 mil para a carroceria. Não é a Mercedes que se responsabiliza pelo encarroçamento, feito por empresas, parceiras da fábrica. Neste aqui o modelo é o Millenium BRT.

A montadora produz a base do veículo conforme as características da cidade onde irá rodar. Mas porque esse ônibus é tão caro? A tecnologia do 0500 UDA não pode ser vista a olho nu. A Mercedes revolucionou o transporte de passageiros no Brasil quando criou esse tipo de ônibus. Quanto Custa Um Onibus Faltam alguns itens de série para aumentar o conforto do motorista, como um banco mais confortável — Foto: André Schaun O superarticulado da Mercedes tem apenas uma articulação e diversas vantagens, o que fez com que os ônibus de sanfona dupla sumissem das ruas.

Os modelos mais novos são mais fáceis de dirigir e de manobrar, justamente pelo fato de terem apenas uma articulação. Aliás, esse componente é uma das partes mais caras de um ônibus desse tipo. Além de ser importada, a peça sofre grande desgaste e tem que passar por manutenção frequente. Claro, esse não é um ônibus próprio para circular em ruas apertadas, mas diferentemente do biarticulado, esse veículo consegue circular em mais avenidas da cidade, exatamente pela «facilidade» de condução.

O ônibus-sanfona da Mercedes também tem como diferencial os quatro eixos, sendo o último direcional, o que possibilita a instalação de carrocerias de até 23 metros. Um sensor transmite o ângulo de esterçamento para uma central eletrônica, que movimenta as rodas traseiras. Quanto Custa Um Onibus Chamado de ônibus-sanfona ou minhocão, é utilizado em grandes capitais e regiões metropolitanas, como São Paulo, Rio e Curitiba — Foto: André Schaun O motor é o mesmo utilizado no caminhão Actros: seis-cilindros 12.0 de 354 cv e 163 kgfm de torque. O câmbio é da Voith e tem 4 marchas, mas há uma opção da ZF de 6 relações.

Toda a linha O 500 tem motorização traseira, o que melhora até a vida do motorista. Como o motor fica longe da cabine, não gera tanto ruído ou vibração. Outra vantagem é que o eixo motriz não é o dianteiro, mas o traseiro. Na rua, ao «empurrar» o ônibus, essa configuração garante maior estabilidade direcional, segundo a Mercedes.

A manutenção também é beneficiada, já que esta posição facilita o acesso ao motor. Vale dizer que esse motor é usado em articulados de 18 metros. Ou seja: o O 500 UDA consegue levar cinco metros a mais de carroceria, isso porque ele não é tão pesado quanto um ônibus de duas articulações.

  • Os ônibus com duas sanfonas possuem até 30 metros e mais de 45.000 kg de peso bruto total.
  • Mais peso, maior o consumo de combustível e gastos com manutenção Há outro ponto positivo: apesar de ser menor que um biarticulado, o superarticulado consegue levar quase o mesmo número de passageiros com menos custos para a empresa e mais facilidades para o motorista.
See also:  Quando ComeA O Carnaval 2023?

O ônibus da Mercedes com piso alto é capaz de carregar 220 pessoas, 170 com piso baixo. Já o biarticulado da Volvo suporta 240. A seu favor, o superarticulado também tem apenas dois pneus a mais que o articulado, já o biarticulado tem quatro — mais pneus, custo operacional mais alto. Quanto Custa Um Onibus Mercedes-Benz O500 UDA 8X2 tem o mesmo motor 12 litros do caminhão Actros — Foto: André Schaun Ao volante Logo nos primeiros metros, percebi que além do barulho do motor ser muito mais baixo do que eu imaginava, a direção hidráulica é muito mais leve do que esperava.

  1. A grande dificuldade no início foi medir a força para mexer no volante e para pisar no freio, que é extremamente sensível, outra coisa que eu não imaginava.
  2. O 0 500 tem o conhecido Retarder, uma espécie de freio auxiliar, com acionamento pelo próprio pedal — basta colocar pouca pressão na hora da frenagem.

Esse sistema de freio hidrodinâmico funciona como um conversor de torque, atuando em conjunto com o freio-motor e o freio de serviço do ônibus. Na prática, o motorista não precisa pisar forte no pedal do freio para fazer frenagens comuns. Quando o motorista aciona o retarder, o sistema hidráulico começa a controlar o fluxo de óleo entre os rotores e estatores. Quanto Custa Um Onibus O tacógrafo imprime alguns dados da viagem, como velocidade máxima atingida e horas dirigindo — Foto: André Schaun Por estar vazio, qualquer mudança suave no volante fazia o segundo carro mexer mais do que eu havia programado. Se me pedissem para listar os itens mais importantes na hora de dirigir um ônibus, os retrovisores estariam nas primeiras posições.

  1. Eu também conseguia perceber isso observando as poucas pessoas que estavam dentro do ônibus e precisavam se segurar para se manter em pé.
  2. Nesse momento voltei a pensar na época de estudante: me arrependi de reclamar mentalmente sobre as frenagens bruscas de alguns motoristas.
  3. De qualquer forma, essa sensação de falta de controle também é passageira (sem trocadilhos aqui).

Bastou dez minutos para me acostumar com a dinâmica e com o trajeto. O acelerador por sua vez tem uma performance totalmente diferente: demora para responder, mesmo quando cravo o pé no acelerador. Esse, claro, não é o objetivo desse tipo de veículo. A velocidade máxima inclusive é limitada a 60 km/h.

  1. Mas a pista fechada me dava liberdade para esse tipo de teste.
  2. Além de controlar a força para girar o volante e o pé para frear, é necessária uma readaptação de referências na hora de fazer curvas, a impressão é de estar invadindo a faixa da esquerda o tempo todo.
  3. Também é preciso ter uma faixa livre bem mais larga e fazer curvas mais abertas.

Outra sensação estranha: no começo, a velocidade parece muito maior, mesmo a 30 km/h, talvez pelo peso e pelo tamanho do ônibus. Quanto Custa Um Onibus Modelo é bem mais econômico de operar do que um biarticulado — Foto: André Schaun Hora de estacionar. Vale dizer que esse tipo de ônibus não é feito para fazer manobras. Até as garagens onde eles ficam são abertas para que os motoristas nem precisem utilizar a ré.

No carro, basta ir virando o volante para o mesmo sentido que você quer jogar a traseira do carro. Em um ônibus articulado, é preciso fazer manobras diferentes, isso porque o quatro eixo direcional não responde aos comandos do volante e sim da articulação. Em algumas situações específicas é possível bloquear o movimento do eixo traseiro.

Numa pista gigante, eu só consegui colocar o ônibus «na vaga» na quarta tentativa e com muita orientação e tecnologia. O 0 500 UDA tem um sistema que libera mais a articulação para facilitar pequenas manobras. A partir de 40 km/h, o mecanismo também muda o comportamento — fica mais rígido para dar mais estabilidade para a carroceria.

Ficha Técnica
Preço: R$ 1,8 milhão
Motor: Traseiro, longitudinal, 12.0 24V, 6 cilindros em linha, turbo, injeção direta
Potência: 354 cv a 2.000 rpm
Torque: 163 kgfm a 1.100 rpm
Câmbio: Automático, quatro marchas (com retarder), tração traseira
Direção: Setor e rosca sem fim, hidráulica
Suspensão: Dependente por eixo rígido com molas pneumáticas e barra estabilizadora na dianteira
Freios: Discos ventilados com ABS
Rodas e Pneus: 295/80 R 22.5
Compr. (encarroçado): 23 metros
Largura: 2,52 m
Altura: 2,10 m
Entre-eixos: 5,25 m a 5,95 m (primeiro carro) e 1,6 m (segundo carro)
Peso Bruto Total: 37.000 kg

Qual é a passagem de ônibus mais cara do Brasil?

Com passagem a R$ 6, ônibus em BH será o mais caro do Brasil ao lado de mais três capitais.19/04/2023 às 21:02. Com o aumento de 33%, que eleva para R$ 6 a passagem de ônibus, Belo Horizonte se une às três capitais com a tarifa mais cara do Brasil.