Moulin Rouge | Temuco

Consejos | Trucos | Comentarios

Quem Foi Neemias Na BBlia?

Quem foi Neemias na história bíblica?

Neemias 1–6 Neemias, um judeu que servia de copeiro do rei da Pérsia, jejua e ora ao saber que os judeus em Jerusalém estão sofrendo e que os muros em volta da cidade foram derrubados. O rei Artaxerxes concede o pedido de Neemias para voltar e reconstruir os muros e portões da cidade.

Quem foi Neemias E o que podemos aprender com ele?

Neemias foi o governador de Jerusalém que reconstruiu o muros da cidade. Ele lutou pela reforma social e motivou o povo a obedecer a Deus. Os feitos de Neemias estão escritos no livro de 1 Palavras de Neemias, filho de Hacalias: No mês de quisleu, no vigésimo ano, enquanto eu estava na cidade de Susã, 2 Hana­ni, um dos meus irmãos, veio de Judá com alguns outros homens, e eu lhes perguntei acerca dos judeus que restaram, os sobrevi­ventes do cativeiro, e também sobre Jerusa­lém.3 E eles me responderam: «Aqueles que sobreviveram ao cativeiro e estão lá na pro­víncia passam por grande sofrimento e humi­lhação. O muro de Jerusalém foi derrubado, e suas portas foram destr.»>Neemias, Quando os judeus puderam voltar do exílio, muitos decidiram ficar onde estavam. O povo que voltou não tinha condições para reconstruir os muros de Jerusalém. Neemias foi um dos israelitas que não voltou logo para Jerusalém. Ele era copeiro do rei da Pérsia, Artaxerxes, um trabalho de grande responsabilidade.

Qual o papel de Neemias na Bíblia?

Neemias foi usado por Deus para a reconstrução dos muros de Jerusalém que estavam destruídos no pós-exílio. Judeu (1:6b), filho de Hecalias (Ne1:1), ele fazia parte da geração de israelitas que foram levados cativos para a Babilônia. Na corte real, possuía um cargo muito importante e de grande responsabilidade.

  • Neemias não só era o copeiro pessoal do rei (1:11), mas uma espécie de conselheiro; o que fazia dele um membro da corte de grande influência e prestígio.
  • De fato, sua vida estava indo muito bem para um exilado! Quando Hanani, seu irmão (1:2) lhe traz notícias sobre Jerusalém e o povo que havia ficado na cidade, Neemias é impactado com a realidade de dor e sofrimento do seu povo.

(1:3). Eles estavam em grande aflição, fome e vergonha. A cidade estava destruída, os muros haviam sido derrubados e as portas da cidade queimadas. Sua primeira reação foi chorar. Mas, ele se lembra de Deus, o Deus de Israel. Então, ele busca a face do «Deus do céu» em oração.

Dr. Ravi Zacharaias explica que «.ele não orou apenas para Deus livrá-lo de uma culpa emocional, ou de liberáa-lo dos problemas de Jerusalém, mas ele, realmente se importou e clamou ao Deus do céu pelo povo.». Em seguida, Neemias pede perdão pelos pecados do seu povo e de sua família (1:7) reconhecendo que pelos pecados deles é que estavam naquela situação (1:7) e, por fim, decide fazer algo.

Neemias pede permissão ao Rei para ir à Jerusalém reconstruir os muros da cidade. Certamente, foi pela graça de Deus, que o Rei o permite ir. Ele vai, e reconstrói os muros, trazendo alento e nova esperança aos Israelitas. Embora o nome mais proeminente no relato bíblico seja o de Neemias, ele não reconstrói o muro sozinho.

  • O capítulo três nos apresenta uma lista de muitos que cooperaram, cada um com suas habilidades e força, para que os muros fossem reconstruídos.
  • Todos desempenharam uma função importante na reconstrução do muro e, sem eles, não seria possível acabar «tão grande obra».
  • Assim também é na Obra Missionária.

Ninguém faz nada sozinho. Ninguém vai ao campo sozinho. Pelo contrário, assim como um corpo, cada um desempenha uma função com o mesmo propósito: A Glória do Cordeiro entre todas as «etnos» (etnias) da terra. Pois essa é nossa prioridade como discípulos de Cristo.

  1. Queridos irmãos, os campos ainda continuam brancos para a ceifa e o chamado do SENHOR continua a ecoar pelos séculos: «.A quem enviarei e quem há de ir por nós?.»,
  2. De fato, a seara é grande e todos devem estar envolvidos.
  3. Portanto, «.Bem-aventurados são os pés dos que anunciam as boas novas.» (Rom 10:13ss); mas também, Bem-aventuradas são as mãos dos que contribuem; Bem-aventurados os joelhos dos que oram e intercedem; Bem-aventurada a boca dos que incentivam com palavras de ânimo e encorajamento; Bem-aventurados os pastores que se envolvem com missões e promovem a Missão de Deus em suas comunidades.

Bem-aventurados aqueles que colocaram seus corações à disposição do Rei para servi-lo sendo instrumento de benção em Seu Reino; Bem aventurados sãos os que lançaram as mãos no arado e não olham para trás; Bem-aventuradas as igrejas que entenderem seu proposito existencial: Uma comunidade multiétnica de todas as tribos, povos, línguas e raças, que por causa de Cristo, se envolvem na obra missionaria mundial; etc.

Bem-aventurado você meu irmão, que como Neemias e esses que se dispuseram a colaborar na reconstrução do muro, de alguma forma ouviu o clamor do mundo e a voz do Bom Pastor nos chamando para o trabalho e, fielmente participa da evangelização mundial, entendendo que essa não é a causa de «alguns poucos aventureiros», como disse John Stott, mas a causa do Mestre.

Por conta disso, queremos agradecê-lo pela parceria, pelas orações e contribuições que apoiam, incentivam e sustentam o Projeto Madagascar. Somos muito gratos a Deus e a você. Após esse tempo no Brasil, retornaremos ao campo missionário para dar continuidade aos projetos que visam a evangelização do Povo Bara, que infelizmente ainda permanece nas estatísticas de PNA’s (Povos Não alcançados pelo Evangelho).

  1. Nosso retorno está previsto para dia 18/01/2019 e precisamos muito das orações dos irmãos.
  2. Louvamos a Deus pelo tempo em que estivemos no Brasil.
  3. Foi muito bom, proveitoso e trabalhoso.
  4. Um novo membro na família, sempre traz trabalho extra.
  5. Louvamos a Deus pelas portas abertas em inúmeras igrejas que nos receberam para falarmos de missões.

Deus os abençoe. Sola Deo Gloria! Louvamos a Deus, pois todo ser que respira, Louve ao SENHOR! Deus o abençoe! No amor de Cristo, o Mestre: Fernando, Janaine, Benício e Timóteo.

O que Deus fez na vida de Neemias?

Quem Foi Neemias Na BBlia A bíblia conta uma história e podemos aprender com ela. Neemias era copeiro do rei Artarxerxes. Ele ficou sabendo que os muros da cidade de Jerusalém foram destruídos, ficou muito triste e orou a Deus, porque seu desejo era ir ajudar. O rei ao perceber sua tristeza, pergunta o que está acontecendo, e depois de Neemias explicar, o rei concede que ele vá até Jerusalém.

  1. Neemias chega a Jerusalém e encontra seu povo muito desanimado e ele anima o povo.
  2. Então eles começam a reconstrução dos muros da cidade.
  3. Neemias se alegra em Deus, recebe força e ainda anima todo o povo.
  4. Neemias e todo o povo consegue reconstruir os muros da cidade.
  5. Neemias em todo tempo demonstrou ENTUSIASMO, mesmo quando estava a serviço do rei, ele nunca fez seu trabalho de qualquer jeito.

Era nítido o agir de Deus em sua vida. Neemias serviu o rei com alegria, fazendo sempre o seu melhor, por isso mesmo, o rei permitiu sua ida para a reconstrução dos muros. Quando estava reconstruindo os muros, o ENTUSIASMO também estava presente. Ele incentivou o povo a também dar o melhor.

  1. Mesmo com algumas circunstâncias contrárias que foram surgindo ao decorrer da reconstrução, ele não desanimou, ele e todos que ajudaram, fizeram o seu melhor e conseguiram reconstruir os muros em apenas 52 dias.
  2. Nas turmas da educação infantil, as crianças ouviram a história e brincando, construíram os muros com blocos de montar, dedicando atenção e cuidado na atividade proposta.

Que nós também possamos seguir o exemplo de Neemias, ele decidiu colocar o coração naquilo que estava fazendo, deu o seu melhor, com muita coragem e determinação. Que o ENTUSIASMO, faça parte de nossa vida, vencendo as dificuldades e superando as diferenças expressando cada tarefa com alegria.

Porque Neemias teve que reconstruir os muros?

Como vimos no artigo anterior, o período persa pode ser divido em duas fazes: primeira (538-445), que já vimos; segunda (445-333) quando sobressaem os projetos de Neemias e Esdras, sobre os quais falaremos aqui. Neemias e Esdras tiveram papel fundamental no pós-exílio.

Os livros homônimos trazem relatos sobre a vida e a organização do povo judeu na volta do exílio. São importantes fontes históricas sobre o processo de reorganização e recuperação da comunidade judaica por volta de 520 a 400 AC. As atividades de Neemias e Esdras abrangem desde a organização da política, da sociedade e da religião.

Para isso convocam uma assembleia para que o povo também se sinta responsável e participe dessa organização. Os sacerdotes, que desempenharam papel importante durante o exílio e no primeiro período do pós-exílio, começam a perder a importância. Já não eram os únicos a opinar sobre questões religiosas.

Muitas lideranças leigas assumem a tarefa de estudar e interpretar a torá (Pentateuco) e assim «colocar» a Bíblia nas mãos do povo. Por volta de 445 AC, Neemias, descendente de uma família de deportados, vem a Jerusalém com a autorização do rei persa para colocar a casa em ordem. A primeira tarefa de Neemias foi a reconstrução dos muros da cidade para protegê-la dos vizinhos intrusos.

Tarefa nada fácil, pois houve resistências internas e externas, e Judá encontrava-se dividida entre ricos exploradores e pobres despojados. Além disso, havia certo sincretismo religioso por causa do casamento com mulheres estrangeiras. Mesmo diante dessas dificuldades, Neemias não desanimou e em pouco tempo conseguiu reconstruir as muralhas.

  • Depois de doze anos atuando em Jerusalém, voltou para a Babilônia.
  • Mais tarde retorna a Jerusalém com a tarefa de continuar organizando a comunidade.
  • Esdras, sacerdote e escriba, procedente da corte persa vem a Jerusalém para dar continuidade ao trabalho de Neemias e resolver certos problemas religiosos.

Junto com ele, trouxe donativos régios no templo e celebrou o sacrifício dos repatriados. É considerado o promotor da lei, do templo e do culto. Algumas de suas decisões: proibição de casamento com mulheres estrangeiras, separação de quem estivesse casado com elas e sua expulsão da comunidade.

Ele é o «homem do livro» na época em que Israel passa a ser o «povo do livro», pois, nessa época, visto que a voz dos profetas está cada vez mais escassa, cresce o prestígio dos escritos, que passam a se chamar «palavra de Deus». Neemias e Esdras foram bastante habilidosos em lidar com questões práticas e concretas.

Unindo esforços, os dois contribuíram para «consolidar as bases sociais e religiosas judaicas» após o exílio.

Qual era o motivo da tristeza de Neemias?

Quem Foi Neemias Na BBlia A bíblia conta uma história e podemos aprender com ela. Neemias era copeiro do rei Artarxerxes. Ele ficou sabendo que os muros da cidade de Jerusalém foram destruídos, ficou muito triste e orou a Deus, porque seu desejo era ir ajudar. O rei ao perceber sua tristeza, pergunta o que está acontecendo, e depois de Neemias explicar, o rei concede que ele vá até Jerusalém.

Neemias chega a Jerusalém e encontra seu povo muito desanimado e ele anima o povo. Então eles começam a reconstrução dos muros da cidade. Neemias se alegra em Deus, recebe força e ainda anima todo o povo. Neemias e todo o povo consegue reconstruir os muros da cidade. Neemias em todo tempo demonstrou ENTUSIASMO, mesmo quando estava a serviço do rei, ele nunca fez seu trabalho de qualquer jeito.

Era nítido o agir de Deus em sua vida. Neemias serviu o rei com alegria, fazendo sempre o seu melhor, por isso mesmo, o rei permitiu sua ida para a reconstrução dos muros. Quando estava reconstruindo os muros, o ENTUSIASMO também estava presente. Ele incentivou o povo a também dar o melhor.

Mesmo com algumas circunstâncias contrárias que foram surgindo ao decorrer da reconstrução, ele não desanimou, ele e todos que ajudaram, fizeram o seu melhor e conseguiram reconstruir os muros em apenas 52 dias. Nas turmas da educação infantil, as crianças ouviram a história e brincando, construíram os muros com blocos de montar, dedicando atenção e cuidado na atividade proposta.

Que nós também possamos seguir o exemplo de Neemias, ele decidiu colocar o coração naquilo que estava fazendo, deu o seu melhor, com muita coragem e determinação. Que o ENTUSIASMO, faça parte de nossa vida, vencendo as dificuldades e superando as diferenças expressando cada tarefa com alegria.

See also:  Como O Tampao Que Sai Na Gravidez?

Quem ajudou Neemias a construir os muros?

3. Neemias vai a Jerusalém e lidera o povo na reconstrução dos muros para proteger a cidade. – Ensine e discuta Neemias 1–2 ; 4 ; 6, Sugere-se que você ressalte que Neemias era copeiro do rei Artaxerxes da Pérsia. Essa era uma posição de grande confiança e responsabilidade, em que Neemias tinha de se assegurar de que o alimento e a bebida do rei fossem saudáveis.

Embora tivesse uma posição importante na Pérsia, Neemias se preocupava com seu povo em Jerusalém e procurava ajudá-los quando sabia das suas dificuldades. • O que Neemias fez quando soube das dificuldades de seu povo em Jerusalém? (Ver Neemias 1:4–11 ; 2:1–5,) Qual foi a resposta do rei Artaxerxes ao pedido de Neemias? (Ver Neemias 2:6–8,

O rei concedeu permissão para que Neemias fosse, forneceu-lhe guardas e uma escolta para sua segurança, além de autorizálo a usar a madeira das florestas para reconstruir os muros da cidade.) O que aprendemos com Neemias para orientar-nos quando estivermos perturbados com o sofrimento de outras pessoas? • Como Neemias incentivou o povo a reconstruir os muros que cercavam a cidade? (Ver Neemias 2:17–18,) Em sua opinião, por que testificar da verdade e contar experiências espirituais são instrumentos tão edificantes para inspirar outros a fazerem o bem? Falem de como o testemunho e as experiências espirituais de outros serviram-lhes de inspiração.

Sambalate era o governador de Samaria, e ele e seu povo eram inimigos dos judeus que haviam retornado com Zorobabel. Como Sambalate reagiu aos planos de reconstruir os muros da cidade? (Ver Neemias 2:10, 19 ; 4:1–3, 7–8, 11,) Como os judeus reagiram a essas tentativas de impedir a construção dos muros? (Ver Neemias 4:9, 13–15,) • O que fez Neemias quando Sambalate pediu-lhe que parasse o trabalho e se reunisse com ele? (Ver Neemias 6:1–4,) Como algumas pessoas tentam desviar os membros da Igreja da obra do Senhor hoje? Como devemos reagir a isso? O Élder Marvin J.

Ashton aconselhou: «Certas pessoas e organizações tentam provocar-nos à contenda mediante calúnias, sarcasmo e classificações inadequadas. Quão imprudentes seríamos em nossa sociedade de hoje, se nos permitíssemos ficar irritados, aborrecidos ou ofendidos, porque outros parecem deliciar-se em atacar nossa posição ou envolvimento.

  1. Nossos princípios ou padrões não se tornarão menores por causa de tais declarações dos adversários.
  2. Cabe a nós explicar nosso posicionamento através da razão, da persuasão amigável, e dos fatos exatos.
  3. Cabe a nós permanecer firmes e não ceder aos padrões morais de hoje, e apegar-nos aos princípios eternos do evangelho, sem contender com quem quer que seja, homem ou organização.

() Cabe a nós sermos ouvidos e ensinar. Nossa responsabilidade é não somente evitar as contendas, mas procurar fazer com que tais coisas sejam eliminadas». ( A Liahona, outubro de 1978, p.11.)

O que o livro de Neemias ensina aos líderes de hoje?

Liderando durante uma crise: Lições de Neemias – Wycliffe Global Alliance Mũndara Mũturi é diretor executivo associado regional e diretor da capacitação de líderes. Ele mora no Quênia. A pandemia do COVID-19 abalou o mundo inteiro como nada antes na história.

  • Como é liderar o povo de Deus em Sua missão em tempos assim? O exemplo de Neemias fornece lições valiosas, especialmente em uma crise como a nossa, onde a carga de informações não tem limites e é difícil discernir no que prestar atenção e quando onde agir.
  • Recolha informações credíveis Em tempos de crise, os líderes podem ser tentados (como todos os outros) a se protegerem e permanecerem seguros.

Neemias poderia ter feito isso, pois ele vivia confortavelmente em uma fortaleza longe de Jerusalém. Mas quando os visitantes chegaram, ele procurou informações confiáveis sobre a situação em casa. E eles me responderam: «Aqueles que sobreviveram ao cativeiro e estão lá na província, passam por grande sofrimento e humilhação.

O muro de Jerusalém foi derrubado, e suas portas foram destruídas pelo fogo». (Neemias 1:3) Se Neemias estivesse vivo hoje, acho que ele teria procurado informações sobre o COVID-19 de fontes confiáveis, como agências governamentais e agências multilaterais como a, Mas a informação por si só não é suficiente.

Isso pode nos deixar confusos e com medo sobre qual é a melhor estratégia a seguir. Ore e incentive a oração Como líderes, queremos agir quando uma crise aparece. O primeiro ato de Neemias foi derramar suas preocupações a Deus: «.Sentei-me e chorei. Passei dias lamentando, jejuando e orando ao Deus dos céus.» (Neemias 1:4) Quebrantado diante de Deus, ele confessou seus pecados e os de seus antepassados.

  1. Ele seguiu o exemplo do rei Davi, que 500 anos antes, enfrentou uma crise ao expressar sua angústia em oração: «Estou ardendo em febre; todo o meu corpo está doente.
  2. Sinto-me muito fraco e totalmente esmagado; meu coração geme de angústia.
  3. Senhor, diante de ti estão todos os meus anseios; o meu suspiro não te é oculto.» (Salmo 38:7-9) Ester, que como Neemias serviu no palácio de um rei pagão, também mobilizou outras pessoas para orar e jejuar.

A comunhão de Neemias com Deus não apenas permitiu que ele lidasse com sua dor. Também lhe permitiu avaliar o significado das informações que acabara de ouvir de Jerusalém e discernir as implicações disso para si. Um Neemias moderno perceberia rapidamente que não podemos depender de nenhuma de nossas fortalezas (planos, dinheiro, poder ou tecnologia) para remediar a situação.

  1. O COVID-19 mostrou que cada um deles é insuficiente.
  2. Neemias nos encoraja a orar e expressar nossa confiança em Deus e em Sua capacidade de acalmar o mar e a tempestade, ou de nos acalmar para que possamos resistir a eles.
  3. Comunique-se e compartilhe informações Além de falar com Deus, Neemias tinha outras público a atender.

Ele contou ao rei sobre a crise e os recursos necessários para enfrentá-la. Suas evidências eram precisas, e o pedido de ajuda ao rei foi claro. Mais tarde, Neemias informou sua visão e solução aos anciãos e ao povo de Jerusalém. Ele tinha uma mensagem diferente, mas igualmente clara, para a oposição.

Além de Deus, com quais outros públicos você precisa se envolver? Quem são as pessoas afetadas pela crise, bem como as pessoas que podem ajudar: funcionários, suas famílias, igrejas, oficiais de saúde, outras agências e pessoas com uma parte em sua organização? Cada um pode precisar de um canal de comunicação diferente, mas todos exigem informações relevantes que sejam transparentes, honestas e tranquilizadoras.

Isso ajuda a dissipar o medo, a criar confiança e esperança, a fornecer orientação e direção e, finalmente, a salvar vidas. Como Neemias contemporâneos, precisamos comunicar o que nossas organizações estão fazendo para lidar com a situação, indicar onde as pessoas podem obter ajuda e informar quando e onde esperar informações atualizadas.

Esteja disponível e acessível Como Neemias trabalhou ao lado do povo para reconstruir os muros de Jerusalém, ele recebeu informações de primeira mão sobre um ataque inimigo iminente. Ele imediatamente mobilizou os nobres e o resto das pessoas antes do ataque: «Não tenham medo deles. Lembrem-se de que o Senhor é grande e temível, e lutem por seus irmãos, por seus filhos e por suas filhas, por suas mulheres e por suas casas.» (Neemias 4: 14) O último versículo do capítulo 4 é instrutivo para os líderes: «Eu, os meus irmãos, os meus homens de confiança e os guardas que estavam comigo nem tirávamos a roupa, e cada um permanecia de arma na mão.» (Neemias 4:23) Seu compromisso visível se tornou uma inspiração para a comunidade.

No meio de uma crise, é comum que ocorra uma crise secundária. Como Neemias era acessível ao povo, ele descobriu que os nobres oprimiam os pobres no meio do povo: Então repreendi os nobres e os oficiais, dizendo-lhes: «Vocês estão cobrando juros dos seus compatriotas!» Por isso convoquei uma grande reunião contra eles.

  1. Neemias 5:6-7) Neemias deu ao povo confiança e segurança, pois eles sabiam que ele estava disponível e acessível, e que lidava com os problemas abertamente.
  2. Neemias reconheceu o quanto é importante que os líderes sejam visíveis e não se ocultem em tempos de crise.
  3. Embora não seja possível andar nos corredores de nossos escritórios organizacionais no momento, que maneiras alternativas você pode se tornar visível e acessível para aqueles que lidera; monitorar sua saúde e bem-estar, oferecer encorajamento e orientação, e assegurar-lhes que você está com eles nessa crise? Disponibilizar recursos para lidar com a crise Para reconstruir Jerusalém, Neemias percebeu que precisava transferir recursos para ressuscitar a economia da cidade e garantir sua defesa.

Ele repovoou a cidade lançando sortes entre os judeus que moravam em outros lugares e transferiu os levitas de Judá para morar com a tribo de Benjamim. Em nossos dias, o COVID-19 tirou nosso único denominador comum, nossa humanidade. Nenhuma cultura ou classe social foi poupada.

Infectou diaristas em Delhi e líderes mundiais em lugares de poder, titulados e sem título, aqueles com e sem escolaridade. Quando nós, como líderes, lembramos de nossa humanidade comum, valorizamos mais as pessoas com quem trabalhamos do que os ativos de nossa organização. Podemos precisar movimentar dinheiro para salvar vidas e proteger a dignidade humana.

Como Aliança, pode significar mover pessoas e recursos financeiros para onde eles são mais necessários. Isso resultará no fortalecimento de nossos laços como Aliança de organizações que servem na área de tradução da Bíblia. Levar as pessoas a Deus Finalmente, em tempos de crise, Deus confia aos líderes a responsabilidade de levar as pessoas a Ele.

Quais fontes de informação você está prestando mais atenção? Normalmente é muita, pouca ou a quantidade certa de informação? O que você está fazendo com as informações que coleta todos os dias? Como você vai a Deus com o que está ouvindo e sentindo? Com quem você precisa falar regularmente e sobre o que? Como você está se comunicando com aqueles que lidera? Como sua organização transferiria recursos durante essa crise? O que significa dar testemunho fiel de Cristo nesse momento?

: Liderando durante uma crise: Lições de Neemias – Wycliffe Global Alliance

Quanto tempo durou a viagem de Neemias a Jerusalém?

Esdras 7 – O rei da Pérsia dá dinheiro e materiais a Esdras para ornamentar o templo em Jerusalém Leia a seguinte declaração de Winston Churchill, primeiro-ministro do Reino Unido no século passado, e pense em como ela pode relacionar-se a você: «Todo homem () encontra-se alguma vez na vida diante da situação em que tem a oportunidade de fazer algo que só ele pode fazer e para o que está talhado.

Responda à seguinte pergunta em seu diário de estudo das escrituras: Como você acha que a citação de Churchill se aplica a você?

Ao estudar Esdras 7–10, você aprenderá sobre um homem chamado Esdras, que se preparou e se qualificou para contar com o auxílio de Deus ao enfrentar desafios e cumprir sua missão na vida. Ao estudar esses capítulos, procure princípios que ajudarão você a se preparar e a se qualificar para contar com a ajuda de Deus ao cumprir sua missão na vida. Imagem Esdras lendo um pergaminho Esdras foi chamado para ser escriba. Escriba era alguém que tinha a responsabilidade de estudar, copiar e ensinar e lei conforme está registrada nas escrituras. Esdras, na condição de «escriba hábil na lei de Moisés» ( Esdras 7:6 ), era alguém que aprendera diligentemente a lei de Moisés e tinha o dom de explicá-la.

De acordo com o versículo 6, por que o rei atendeu ao pedido de Esdras? Em Esdras 7:7–8 aprendemos que Esdras e centenas de judeus foram autorizados a sair do cativeiro. Viajaram cerca de 1.500 quilômetros de Susã até Jerusalém, a pátria de seus antepassados. Foi uma jornada perigosíssima, pois eles precisaram atravessar desertos cheios de salteadores, e Esdras estava preocupado devido à grande quantidade de ouro, prata e outros tesouros que eles estavam levando a Jerusalém como presente de Artaxerxes para embelezar o templo.

Leia Esdras 7:9 e identifique o que ajudou Esdras a terminar em segurança a viagem de quatro meses de Susã até Jerusalém. A frase «a boa mão do seu Deus sobre ele» no versículo 9 significa que Deus estava abençoando Esdras. Leia Esdras 7:10 e, se desejar, marque o que Esdras fez para ter a mão de Deus sobre ele.

See also:  Frase Para Quem Morreu?

Faça as atividades a seguir em seu diário de estudo das escrituras:

Escreva sobre uma ocasião em que você sentiu a mão do Senhor em sua vida. Explique como o fato de contar com a mão do Senhor sobre você pode ajudá-lo a preparar-se para realizar boas obras em oportunidades futuras.

Reflita sobre o que você pode fazer para viver e ensinar melhor os mandamentos do Senhor. Em Esdras 7:12–26, aprendemos que o rei persa Artaxerxes escreveu uma carta dando a Esdras aprovação para levar muitos israelitas com ele para Jerusalém. Essa carta foi notável porque o rei não só permitiu o regresso de alguns de seus súditos à pátria deles, mas também os autorizou a levar consigo ouro e prata para ornamentar o templo e comprar animais para sacrificar lá.

Quais as lições que aprendemos com Neemias?

1. Neemias nos ensina a confessar nossos pecados a Deus – Sambalate, Tobias e as nações sem Deus, que cercam Jerusalém, pareciam ser os maiores inimigos do povo de Deus. Mas muito piores eram os pecados de Judá contra Deus. No capítulo 1, depois de ouvir o problema em Jerusalém, Neemias não ora para que Deus destrua as nações.

  1. Ele ora a Deus para perdoar seu povo e resgatá-lo de sua própria rebelião contra ele.
  2. Afinal, foram, principalmente, seus pecados que levaram Deus a enviar os babilônios a Jerusalém e levá-los ao cativeiro.
  3. Nossa tendência, como pecadores, é desviar o olhar de nós mesmos e condenar os pecados do mundo, mesmo que o mundo não possa nos destruir.

Mas você sabe o que pode nos destruir? Nossos próprios pecados quando são deixados sem controle. Eles vão nos destruir rapidamente. Neemias nos ensina que nosso maior inimigo não está fora dos muros da igreja, mas dentro. E assim, nossa maior necessidade é confessar nossos pecados a Deus.

A verdadeira reforma começa e termina com a confissão diante do nosso Deus santo. De fato, a base de Neemias, para a reconstrução dos muros de Jerusalém, está na confissão de pecados dele e do povo de Deus. Suplicar ao nosso povo que confesse seus pecados a Deus não vai agradar exatamente os ouvidos. Não faz parte de nenhuma estratégia popular de crescimento de igreja.

De fato, nosso número pode até diminuir um pouco se nossa pregação for temperada e aromatizada com confissão. Mas é muito melhor ter um remanescente incandescente do que uma multidão morna. Pastores, preguem Neemias porque ele nos ensina a confessar nossos pecados a Deus.

Como Neemias se tornou copeiro do rei?

Neemias era um copeiro do rei – Ele trabalhava como copeiro do rei Artaxerxes, da Pérsia. Um copeiro era responsável por preparar a mesa do palácio para as refeições. Além disso, era ele quem experimentava a bebida do rei para evitar que este fosse envenenado. Portanto, Neemias era uma pessoa de muita confiança. Quem Foi Neemias Na BBlia Em um vídeo ( veja abaixo ), o explicou que embora a tarefa de Neemias fosse simples de ser executada, o que chama atenção em seu comportamento é o caráter que ele apresentava. Assim como Artaxerxes confiava a sua própria vida em Neemias, Deus também confiou que ele cuidaria bem de Seu povo.

Qual o motivo da destruição de Jerusalém?

Porém, Joaquim (598-597) e Sedecias (597-586), últimos reis de Judá, quiseram vingar-se e organizaram uma coligação contra a Babilónia, aliando-se ao Egito. Nabucodonosor depõe Joaquim e Sedecias revolta-se, obrigando o rei da Babilónia a tomar Jerusalém, destruindo-a e incendiando o seu templo.

Qual era o desejo de Neemias?

Quem Foi Neemias Na BBlia A bíblia conta uma história e podemos aprender com ela. Neemias era copeiro do rei Artarxerxes. Ele ficou sabendo que os muros da cidade de Jerusalém foram destruídos, ficou muito triste e orou a Deus, porque seu desejo era ir ajudar. O rei ao perceber sua tristeza, pergunta o que está acontecendo, e depois de Neemias explicar, o rei concede que ele vá até Jerusalém.

Neemias chega a Jerusalém e encontra seu povo muito desanimado e ele anima o povo. Então eles começam a reconstrução dos muros da cidade. Neemias se alegra em Deus, recebe força e ainda anima todo o povo. Neemias e todo o povo consegue reconstruir os muros da cidade. Neemias em todo tempo demonstrou ENTUSIASMO, mesmo quando estava a serviço do rei, ele nunca fez seu trabalho de qualquer jeito.

Era nítido o agir de Deus em sua vida. Neemias serviu o rei com alegria, fazendo sempre o seu melhor, por isso mesmo, o rei permitiu sua ida para a reconstrução dos muros. Quando estava reconstruindo os muros, o ENTUSIASMO também estava presente. Ele incentivou o povo a também dar o melhor.

  1. Mesmo com algumas circunstâncias contrárias que foram surgindo ao decorrer da reconstrução, ele não desanimou, ele e todos que ajudaram, fizeram o seu melhor e conseguiram reconstruir os muros em apenas 52 dias.
  2. Nas turmas da educação infantil, as crianças ouviram a história e brincando, construíram os muros com blocos de montar, dedicando atenção e cuidado na atividade proposta.

Que nós também possamos seguir o exemplo de Neemias, ele decidiu colocar o coração naquilo que estava fazendo, deu o seu melhor, com muita coragem e determinação. Que o ENTUSIASMO, faça parte de nossa vida, vencendo as dificuldades e superando as diferenças expressando cada tarefa com alegria.

Quem derrubou os muros de Jerusalém no tempo de Neemias?

Nabucodonosor depõe Joaquim e Sedecias revolta-se, obrigando o rei da Babilónia a tomar Jerusalém, destruindo-a e incendiando o seu templo.

Quanto tempo durou o jejum de Neemias?

Neemias Orou e Sua Cidade Foi Reconstruída SÉRIE «EU OREI E DEUS OUVIU» | 04/07 NEEMIAS OROU E SUA CIDADE FOI RECONSTRUÍDA mensagem pregada pelo Pr. Marcelo Coelho Fernandes «Quando ouvi essas coisas, sentei-me e chorei. Passei dias lamentando, jejuando e orando ao Deus dos céus.» (Neemias 1.4) «A oração sempre foi, é e será o primeiro passo para reconstrução de qualquer coisa.» Neemias se destacou na história como um intercessor.

  1. Seu nome significa «aquele que Deus consola» «consolado por Deus» «consolador».
  2. Neemias foi consolador e intercessor.
  3. Como consolador, Neemias viveu perto das pessoas; como intercessor, Neemias viveu perto de Deus.
  4. Neemias era, acima de tudo, um homem de oração.
  5. Neemias sempre foi um homem muito ocupado, mas não tão ocupado a ponto de não ter tempo para Deus.

«Quando o homem trabalha, o homem trabalha, mas quando o homem ora, Deus trabalha.» Neemias começa seu ministério orando. Sua oração é uma das mais significativas registradas na Bíblia. Vemos nela os elementos da adoração, petição, confissão e intercessão.

Nesta mensagem vamos focar nossa atenção no tipo «intercessão». Interceder significa literalmente «mediar», significa fazer mediação. Interceder é você se colocar no lugar do outro e defender a causa dele. O que podemos aprender com a vida desse intercessor? Vejamos alguns princípios para uma vida de intercessão.

Um intercessor 1. SENTE o FARDO da REALIDADE que o cerca. Um intercessor torna-se responsável diante do conhecimento de uma necessidade. O próprio Neemias testemunha acerca de sua reação ao saber que a cidade estava destruída: «Quando ouvi essas coisas, sentei-me e chorei.

  1. Passei dias lamentando-me, jejuando e orando ao Deus dos céus.» (Neemias 1.4).
  2. Um intercessor 2.
  3. RECONHECE a soberania de Deus enquanto ora.
  4. Então eu disse: Senhor, Deus dos céus, Deus grande e temível» (Neemias 1.5a) Um intercessor aproxima-se de Deus com um profundo senso de reverência.
  5. Neemias começa a sua intercessão adorando a Deus.

Ele entende que Deus é Senhor sobre todas as coisas. Ele focaliza sua atenção na grandeza de Deus, antes de pensar na enormidade do seu problema. Um intercessor aproxima-se de Deus sabendo que Ele é soberano, onipotente, diante de quem precisamos nos curvar cheios de temor e reverência.

Um intercessor aproxima-se de Deus sabendo que para Ele não há impossíveis. «Quanto maior Deus se torna para você, menor se torna o seu problema.» Um intercessor 3. SABE que Deus é fiel. Um intercessor sabe que Deus é fiel à sua aliança. Neemias expressou isso claramente em sua oração. » fiel à aliança e misericordioso com os que te amam e obedecem aos teus mandamentos.» (Neemias 1.5b) Um intercessor fundamenta-se não nos seus méritos, mas na fidelidade de Deus.

Neemias tem disposição para interceder porque conhecia o caráter fiel e misericordioso de Deus. Ele sabia muito bem que sua intercessão não ficaria sem a resposta de Deus. Um intercessor 4. IMPORTUNA a Deus com suas SÚPLICAS. «Que os teus ouvidos estejam atentos e os teus olhos estejam abertos para a oração que o teu servo está fazendo diante de ti, dia e noite, em favor dos teus servos, o povo de Israel» (Neemias 1.6a) Um intercessor é alguém que não descansa nem dá descanso a Deus.

Neemias foi incansável em sua importunação. Ele orou continuamente e com perseverança. Muitas vezes, começamos a interceder por uma causa e logo a abandonamos. Neemias orou 120 dias com choro, com jejum, dia e noite. Ele insistiu com Deus. Um intercessor 5. ADMITE e CONFESSA os seus PECADOS e os do povo. Neemias era consciente das causas da derrota do povo.

O pecado foi a causa do cativeiro. Deus entregou o povo nas mãos do rei da Babilônia. O pecado foi a causa da miséria dos que voltaram do cativeiro. Neemias se identificou com os pecados do povo e os confessou: » Confesso os pecados que nós, israelitas, temos cometido contra ti.

Sim, eu e o meu povo temos pecado. Agimos de forma corrupta e vergonhosa contra ti. Não temos obedecido aos mandamentos, aos decretos e às leis que deste ao teu servo Moisés.» (Neemias 1.6b-7), «Quem esconde os seus pecados não prospera, mas quem os confessa e os abandona encontra misericórdia.» (Provérbios 28.13) Um intercessor 6.

APOIA suas orações nas PROMESSAS da Palavra de Deus. A Palavra de Deus e a oração andam de mãos dadas. Um intercessor precisa conhecer a Palavra. A palavra é o combustível que alimenta a vida do intercessor. Um intercessor sabe que Deus tem zelo no cumprimento da sua Palavra.

  1. Neemias começou sua oração da seguinte forma: «Lembra-te agora do que disseste a Moisés, teu servo» (Neemias 1.8a),
  2. A memória de Deus é infalível, pois Ele é onisciente, mas Deus ama ao ser lembrado de suas promessas.
  3. Quem ora com base na Palavra, ora segundo a vontade de Deus.
  4. As maiores orações da Bíblia foram fundamentadas nas promessas da Palavra de Deus.

Conclusão: Um intercessor ora e age. Neemias orou, jejuou, lamentou e chorou por 120 dias. Ele colocou essa causa diante de Deus, mas também colocou a mesma causa diante do rei. Neemias ora e toma medidas práticas: vai ao rei, informa-o sobre a condição do seu povo, faz pedido, pede cartas, verifica o problema, mobiliza o povo e triunfa sobre dificuldades e oposição.

Pela oração de Neemias um obstáculo aparentemente intransponível foi reduzido a proporções domináveis. O coração do rei se abriu, os muros foram levantados e a cidade reconstruída. Tudo isso aconteceu por causa de um intercessor posicionado no mundo espiritual. Resultado da oração de Neemias: «O muro ficou pronto no dia vinte e cinco de elul, em cinquenta e dois dias.» (Neemias 6.15),

: Neemias Orou e Sua Cidade Foi Reconstruída

Porque os muros de Jerusalém foram destruídos Neemias?

Como vimos no artigo anterior, o período persa pode ser divido em duas fazes: primeira (538-445), que já vimos; segunda (445-333) quando sobressaem os projetos de Neemias e Esdras, sobre os quais falaremos aqui. Neemias e Esdras tiveram papel fundamental no pós-exílio.

  • Os livros homônimos trazem relatos sobre a vida e a organização do povo judeu na volta do exílio.
  • São importantes fontes históricas sobre o processo de reorganização e recuperação da comunidade judaica por volta de 520 a 400 AC.
  • As atividades de Neemias e Esdras abrangem desde a organização da política, da sociedade e da religião.
See also:  Quem Criou O Enem?

Para isso convocam uma assembleia para que o povo também se sinta responsável e participe dessa organização. Os sacerdotes, que desempenharam papel importante durante o exílio e no primeiro período do pós-exílio, começam a perder a importância. Já não eram os únicos a opinar sobre questões religiosas.

  1. Muitas lideranças leigas assumem a tarefa de estudar e interpretar a torá (Pentateuco) e assim «colocar» a Bíblia nas mãos do povo.
  2. Por volta de 445 AC, Neemias, descendente de uma família de deportados, vem a Jerusalém com a autorização do rei persa para colocar a casa em ordem.
  3. A primeira tarefa de Neemias foi a reconstrução dos muros da cidade para protegê-la dos vizinhos intrusos.

Tarefa nada fácil, pois houve resistências internas e externas, e Judá encontrava-se dividida entre ricos exploradores e pobres despojados. Além disso, havia certo sincretismo religioso por causa do casamento com mulheres estrangeiras. Mesmo diante dessas dificuldades, Neemias não desanimou e em pouco tempo conseguiu reconstruir as muralhas.

  1. Depois de doze anos atuando em Jerusalém, voltou para a Babilônia.
  2. Mais tarde retorna a Jerusalém com a tarefa de continuar organizando a comunidade.
  3. Esdras, sacerdote e escriba, procedente da corte persa vem a Jerusalém para dar continuidade ao trabalho de Neemias e resolver certos problemas religiosos.

Junto com ele, trouxe donativos régios no templo e celebrou o sacrifício dos repatriados. É considerado o promotor da lei, do templo e do culto. Algumas de suas decisões: proibição de casamento com mulheres estrangeiras, separação de quem estivesse casado com elas e sua expulsão da comunidade.

  • Ele é o «homem do livro» na época em que Israel passa a ser o «povo do livro», pois, nessa época, visto que a voz dos profetas está cada vez mais escassa, cresce o prestígio dos escritos, que passam a se chamar «palavra de Deus».
  • Neemias e Esdras foram bastante habilidosos em lidar com questões práticas e concretas.

Unindo esforços, os dois contribuíram para «consolidar as bases sociais e religiosas judaicas» após o exílio.

Qual era o significado do muro de Jerusalém?

★ Nome usado na lista do Património Mundial

As muralhas de Jerusalém (em árabe : أسوار القدس ; em hebraico : חומות ירושלים ) circundam a cidade antiga de Jerusalém (com cerca de 1 km²). Estas muralhas foram construídas antes do ano 3000 a.C., pelos jebuseus, não se tem uma data precisa, mas por relatos históricos se sabe que por volta de 3000, o rei Davi, de Israel, tomou a cidade de Jerusalém, que já era murada.

Jerusalém sofreu sucessivas invasões e seus muros foram destruídos, quase que por completo pelo menos três vezes. A última reconstrução ocorreu entre 1535 e 1538 d.C., quando Jerusalém fazia parte do Império Otomano, segundo ordem de Solimão I, O comprimento das muralhas é 4 018 m, a sua altura média é 12 m e a espessura média 8,5 m.

As muralhas contêm 34 torres de vigia e 12 portas de entrada. Em 1981, as muralhas de Jerusalém foram adicionadas, em conjunto com a Cidade Antiga, à lista de Património Mundial da UNESCO, As muralhas de Jerusalém, que foram originalmente construídas para proteger a cidade contra a entrada de inimigos, servem hoje como atração turística pois perderam a capacidade defensiva.

Qual é o significado do nome Neemias?

Deus consola. Governou a Persa e restaurou Jerusalém.

Quem era o inimigo de Neemias?

Em Ne 4,1, Neemias aparece cercado em Jerusalém por inimigos dos quatro lados: Sanballat ao Norte, Tobias e os amonitas a Leste, os árabes ao Sul e Sudeste e os ashdoditas a Oeste (BLENKINSOPP, 1988, p.247).

Quem queria atrapalhar a obra de Neemias?

Saiba mais sobre nós. Os inimigos dos judeus procuram impedi-los de reconstruir as muralhas de Jerusalém — Neemias arma os trabalhadores e mantém o progresso da obra.1 E sucedeu que, ouvindo a Sambalate que edificávamos o muro, ardeu em ira, e se indignou muito, e escarneceu dos judeus.

Qual era a virtude de Neemias?

Neemias, um líder que mudou a história de uma nação Neemias foi copeiro de Artaxerxes e governador de Jerusalém. Foi o reconstrutor da cidade de Davi, a cidade que passou mais de um século debaixo de escombros. Ele levantou os muros da cidade em apenas cinquenta e dois dias, apesar de escassez de recursos, do desânimo do povo e dos constantes ataques do inimigo.

  • Qual foi o segredo desse grande líder? 1.
  • Neemias conjugava piedade com estratégia.
  • Quando soube que a cidade de Jerusalém estava assolada por grande miséria e o seu povo vivendo debaixo de opróbrio, Neemias chorou, orou, jejuou, mas também se dispôs a agir e ao agir, fê-lo com refinada sabedoria.
  • Ele falou com Deus e com o rei da Pérsia.

Ele buscou os recursos do céu e os tesouros da terra. Precisamos de líderes piedosos e de líderes sábios, líderes íntegros e também de líderes relevantes. Homens que tenham intimidade com os céus e sabedoria para lidar com os intrincados problemas da terra.2.

Neemias conjugava discrição com encorajamento. Quando Neemias chegou à devastada cidade de Jerusalém, nada disse ao povo até fazer uma meticulosa avaliação da situação. Somente depois, compartilhou seu plano e conclamou o povo para unir-se a ele na reconstrução da cidade. Antes de desafiar o povo para o trabalho, o líder precisa saber a dimensão da obra a ser feita.

Antes de falar ao povo, o líder precisa ter uma estratégia clara em sua mente. Um líder sábio analisa os problemas discretamente antes de encorajar seus liderados publicamente. Quando o líder sabe o que precisa ser feito, e onde quer chegar e como chegar, seus liderados são encorajados a realizar a obra.3.

  • Neemias conjugava integridade com exortação.
  • Os governadores que precederam Neemias exploraram o povo.
  • Eram líderes que se serviam das pessoas em vez de servi-las.
  • Neemias interrompe essa cultura de corrupção e exorta os abastados a socorrer os necessitados.
  • Ele exortou com autoridade, porque sua integridade era a base da sua liderança.

Por temor a Deus, não usou seu posto de liderança para auferir vantagens pessoais, mas para servir ao povo com maior abnegação. A vida do líder é a vida da sua liderança. A integridade do líder é a base da sua autoridade para exortar seus liderados.4. Neemias conjugava oração com trabalho.

Neemias foi um homem de oração e de ação. Ele orava e agia. Ele confiava em Deus e trabalhava. Ele orou ao saber do problema de Jerusalém. Ele orou ao falar com o rei Artaxerxes. Ele orou diante dos ataques do inimigo. A oração era a atmosfera em que realizava sua obra. Ele entendia que a obra de Deus precisava ser feita na força de Deus, de acordo com a vontade de Deus e para a glória de Deus.

Neemias acreditava que Deus é quem abre as portas, provê os recursos, desperta o povo, livra do inimigo e dá a vitória. A intensa agenda de oração de Neemias, entretanto, não fez dele um líder contemplativo, mas um homem dinânimo, um gestor competente, um estadista que reergueu sua cidade dos escombros.5.

Neemias conjugava o ensino da Palavra com planejamento estratégico. Neemias foi um líder fiel às Escrituras. Ele convocou o povo para voltar-se para a Lei de Deus e fez não apenas uma reforma estrutural e política em sua cidade, mas também uma reforma espiritual. Por outro lado, Neemias foi absolutamente estratégico nesse projeto.

Ele colocou cada pessoa no lugar certo, para fazer a coisa certa, com a motivação certa. Ele motivou e mobilizou todas as pessoas: homens e mulheres, pobres e ricos, sacerdotes e comerciantes, agricultores e ourives. Ninguém ficou de fora. No seu planejamento havia trabalho para todos e foi a união de todos, trabalhando na mesma direção, com a mesma motivação, que redundou em vitória tão esplêndida.

Quais foram os feitos de Neemias?

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Neemias
Neemias Neemias representado em um ícone russo.
Político
Veneração por Fé Bahá’í Cristianismo Judaísmo
Atribuições Livro de Neemias
Portal dos Santos

Neemias (em hebraico : נְחֶמְיָה ; romaniz. : Ne’hemya em hebraico tiberiano : Nəḥemyāh, AFI : /ˌniəˈmaɪə/, «conforto de» ou «confortado por Deus «) é uma personagem bíblica, figura importante na história pós-exílio dos judeus, tal como registrada na Bíblia, e que, acredita-se, teria sido o autor primordial do Livro de Neemias,

O que aconteceu com Neemias da Bíblia?

O fim da construção – O muro foi reconstruído em um tempo recorde de 52 dias! Todos os vizinhos dos israelitas ficaram com medo deles, porque viram a obra teve a ajuda de Deus (Neemias 6:16 ). Para celebrar a reconstrução do muro, Neemias juntou todo o povo e o sacerdote Esdras leu e lhes explicou toda a Lei de Moisés. Ouvindo as palavras de Deus, o povo se arrependeu de seus pecados e pediu perdão a Deus (Neemias 9:1-3 ). Juntos tomaram a decisão de se dedicar totalmente a Deus, deixando a idolatria. Os muros foram dedicados com uma grande festa e o povo deu contribuições generosas para o trabalho do templo. Neemias governou Jerusalém durante 12 anos, depois voltou para o rei da Pérsia. Mais tarde, ele voltou para Jerusalém e implementou mais reformas, porque o povo tinha se desviado. Em toda sua vida, Neemias foi fiel a Deus e não tolerou a injustiça entre o povo.

Quem ajudou Neemias a reconstruir os muros?

3. Neemias vai a Jerusalém e lidera o povo na reconstrução dos muros para proteger a cidade. – Ensine e discuta Neemias 1–2 ; 4 ; 6, Sugere-se que você ressalte que Neemias era copeiro do rei Artaxerxes da Pérsia. Essa era uma posição de grande confiança e responsabilidade, em que Neemias tinha de se assegurar de que o alimento e a bebida do rei fossem saudáveis.

  • Embora tivesse uma posição importante na Pérsia, Neemias se preocupava com seu povo em Jerusalém e procurava ajudá-los quando sabia das suas dificuldades.
  • O que Neemias fez quando soube das dificuldades de seu povo em Jerusalém? (Ver Neemias 1:4–11 ; 2:1–5,) Qual foi a resposta do rei Artaxerxes ao pedido de Neemias? (Ver Neemias 2:6–8,

O rei concedeu permissão para que Neemias fosse, forneceu-lhe guardas e uma escolta para sua segurança, além de autorizálo a usar a madeira das florestas para reconstruir os muros da cidade.) O que aprendemos com Neemias para orientar-nos quando estivermos perturbados com o sofrimento de outras pessoas? • Como Neemias incentivou o povo a reconstruir os muros que cercavam a cidade? (Ver Neemias 2:17–18,) Em sua opinião, por que testificar da verdade e contar experiências espirituais são instrumentos tão edificantes para inspirar outros a fazerem o bem? Falem de como o testemunho e as experiências espirituais de outros serviram-lhes de inspiração.

• Sambalate era o governador de Samaria, e ele e seu povo eram inimigos dos judeus que haviam retornado com Zorobabel. Como Sambalate reagiu aos planos de reconstruir os muros da cidade? (Ver Neemias 2:10, 19 ; 4:1–3, 7–8, 11,) Como os judeus reagiram a essas tentativas de impedir a construção dos muros? (Ver Neemias 4:9, 13–15,) • O que fez Neemias quando Sambalate pediu-lhe que parasse o trabalho e se reunisse com ele? (Ver Neemias 6:1–4,) Como algumas pessoas tentam desviar os membros da Igreja da obra do Senhor hoje? Como devemos reagir a isso? O Élder Marvin J.

Ashton aconselhou: «Certas pessoas e organizações tentam provocar-nos à contenda mediante calúnias, sarcasmo e classificações inadequadas. Quão imprudentes seríamos em nossa sociedade de hoje, se nos permitíssemos ficar irritados, aborrecidos ou ofendidos, porque outros parecem deliciar-se em atacar nossa posição ou envolvimento.

Nossos princípios ou padrões não se tornarão menores por causa de tais declarações dos adversários. Cabe a nós explicar nosso posicionamento através da razão, da persuasão amigável, e dos fatos exatos. Cabe a nós permanecer firmes e não ceder aos padrões morais de hoje, e apegar-nos aos princípios eternos do evangelho, sem contender com quem quer que seja, homem ou organização.

() Cabe a nós sermos ouvidos e ensinar. Nossa responsabilidade é não somente evitar as contendas, mas procurar fazer com que tais coisas sejam eliminadas». ( A Liahona, outubro de 1978, p.11.)

Quem derrubou os muros de Jerusalém no tempo de Neemias?

Nabucodonosor depõe Joaquim e Sedecias revolta-se, obrigando o rei da Babilónia a tomar Jerusalém, destruindo-a e incendiando o seu templo.